ENTREVISTA ESPECIAL

Quinta-Feira, 08 de Fevereiro de 2018, 08h:27 | Atualizado: 08/02/2018, 12h:43

Descendente indígena, miss diz que todos têm sua beleza e não existe padrão único

Mário Okamura/Rdnews

 hamanda miss 1

Hamanda Karoline Campos é a nova miss Cuiabá. Confira no quadro acima dados do perfil como idade, naturalidade, formação e profissão que ocupa

Cuiabaníssima, a acadêmica da UFMT Hamanda Campos foi eleita na última quinta (31) a nova Miss Cuiabá e é a entrevistada da semana do . Inteligente, articulada, sorridente e bastante desenvolta, a bela morena de traços brasileiríssimos (o avô é indígena) diz que ainda está se acostumando com o título recém-conquistado. Consciente de seu lugar no mundo, surpreende ao demonstrar humildade sincera quando afirma com todas as letras: “não acreditava que fosse ganhar” por achar a segunda colocada mais bonita e segura do que ela. “Ainda estou me acostumando com isso”, disse, sobre como é caregar a coroa de mais bonita mulher da cidade e ser candidata a sagrar-se a mais bela do Estado e depois do Brasil.

Beleza é mesmo primordial?

Não.

Você está falando sério ou só sendo legal?

É sério. O que é beleza? Existem muitos tipos e cada mulher ou homem tem uma. E todo mundo é único. Não existe, nunca existiu, só um padrão.

Arquivo Pessoal

hamanda miss

 Hamanda Karoline Campos, na foto, quando tinha apenas 16 anos, época que começou sua carreira como modelo 

Isso quer dizer que os feios têm chance com você?

(risos) Uai! Beleza pode até importar nos primeiros quinze minutos, depois a pessoa tem que ter algo para sustentar pelo menos uma conversa.

Tem alguma modelo ou miss em quem você se espelha?

Eu me inspirei na Jackeline Oliveira (mato-grossense de Rondonópolis), porque ela é linda e maravilhosa.

Quem?

Sério que você não conhece? A que foi miss Brasil em 2013.

Na prática, qual o papel de uma miss na sociedade?

Então (risos), estou aprendendo isso agora.

Você não tem receio de ser julgada somente como um rosto bonito?

Beleza pode até importar nos primeiros quinze minutos, depois a pessoa tem que ter algo para sustentar pelo menos uma conversa

Não. Porque no concurso, depois que acabou, e lá me julgaram e não foi como um rosto bonito. Então não tem por quê ter medo de ser vista só como um rosto bonito. Quem me conhece, quem convive comigo, sabe das minhas potencialidades, sabe como eu sou e  como ajo no dia a dia.

Você acha que, por ser descendente de indígenas, sua eleição pode ajudar de alguma forma na causa?

Nunca entrei em nenhuma causa indígena, mas dei o exemplo aquela noite porque aqui em Cuiabá, Mato Grosso, Brasil, há uma mistura de todas as etnias. Meu avô é índio, mas minha avó não é, ela é branca. Sou contra esse padrão de beleza vindo do Sul, porque quem disse que as loiras são mais bonitas que as morenas ou que as morenas são mais bonitas que as índias ou que quem tem olho claro é mais bonito que quem não tem? É um padrão que eu não entendo muito bem.

Quando descobriu que possuía uma beleza além das demais meninas?

Arquivo Pessoal

hamanda miss

Hamanda Karoline Campos dentro de um carro no salão de automóveis em São Paulo

Na verdade, eu não sabia disso não (risos), achava que a menina do segundo lugar ia ganhar, porque ela tinha uma postura firme e eu não acreditava muito que ia ganhar. Quando aconteceu foi tipo, meu Deus, e agora? Todas eram muito bonitas, todas tinham perfis de cuiabanas, então, pra mim, todas tinham muita chance. E eu não sou tão alta como o resto delas, então, fiquei um pouco insegura.

Achou mesmo a outra menina mais bonita que você?

Sim, mas nem é só isso, minha maquiadora diz que eu sou inteligente e penso muito rápido, mas no dia do concurso eu estava muito aérea, parecia que minha alma estava fora do meu corpo. Além disso, ela estava tão segura que eu tinha certeza que seria ela quem ganharia.

O que pretende fazer quando a carreira de miss acabar?

Pretendo e vou terminar minha faculdade o quanto antes e me especializar no que eu quero, que é a nutrição oncológica, porque tem poucos profissionais nessa área aqui em Cuiabá.

Mário Okamura/Rdnews

 hamanda miss 1 montagem galeria

Hamanda Karoline Campos, cuiabana de nascimento e estudante, diz que ainda está se acostumando com o título de Miss Cuiabá recém-conquistado

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • jegão | Sexta-Feira, 09 de Fevereiro de 2018, 14h58
    0
    0

    jegão, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • ANA LUZIA | Sexta-Feira, 09 de Fevereiro de 2018, 08h59
    2
    0

    Linda! Conserve-se viva, pois vale a pena, e boa sorte (não sou gay, tá)

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.