ENTREVISTA ESPECIAL

Quinta-Feira, 27 de Julho de 2017, 08h:45 | Atualizado: 27/07/2017, 11h:22

Empresário se diz decepcionado e aponta Executivo estadual como atrapalhador

Carga Pesada

Aldo Locateli

 Aldo Locatelli é proprietário de uma das maiores redes de postos de combustíveis do Brasil

Aldo Locatelli, 66 anos, é fundador e proprietário de uma das maiores redes de postos de combustíveis do Brasil e que, desde 2006, leva o seu nome. Administrador de empresas – se formou aos 26 anos - a expertise para gerir postos de gasolina começou, entretanto, bem mais cedo, por volta dos 13 anos, quando fazia ainda o popular carreto – fretes de pequenas distâncias – a bordo de um caminhão Ford F6. Acostumado à lida dura, conta-se que acordava às três da madrugada nesses tempos, para carregar produtos tão variados quanto cebolas até materiais de construção. Vem daí seu conhecimento com postos de combustíveis, rotineiramente frequentados por ele. A experiência de comerciante adquiriu do pai, bem como o primeiro posto, ainda em Santa Catarina. Em fins dos anos 1970, mudou-se com a família para Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Nos últimos anos, ficou conhecido por enveredar pela política, como principal financiador do projeto para eleger o então senador Pedro Taques ao cargo hoje ocupado por ele. Se diz, entretanto, decepcionado com o resultado da administração do agora tucano à frente do Palácio Paiaguás. “Ele disse que não faria um Estado atrapalhador, mas é um governador que não decide nada”. Leia a íntegra da entrevista que ele concedeu ao .

Por que o senhor vendeu a TV Pantanal?

Porque não dá lucro. Simples, custo operacional muito caro e você tem que achacar políticos, eu não faço isso. Ninguém publica.

Se arrependeu de investir em comunicação?

Não, tinha um bandido que falava abobrinha, ele parou de falar. Falava mal da minha honra.

Quem é esse bandido?

É o Eder Moraes, tem dúvida? Também tinha o Pedro Nadaf e alguns outros. São tantos que a gente nem sabe mais qual o pior bandido.

Como o senhor vê a atual situação política do país?

A diferença minha para os caras do PT é que pra mim ladrão tem que ir para a cadeia. Não interessa que partido é. Os caras do PT acham que o Moro é ladrão, eu não acho; se achasse, tinha que mandar os dois (Moro e Lula) para cadeia.

O mínimo que Eder Moraes pode pegar de cadeia são 30 anos, e ele tem que pegar, porque ele não tem cura, é uma pessoa do mal.

Como o senhor avalia a gestão Pedro Taques?

Sabe que sempre fui partidário dele, estou decepcionado porque ele diz que queria um estado não atrapalhador, mas acho que ele fez sim um Estado atrapalhador. É um governador que não decide.

Se arrependeu de ser o maior apoiador e financiador da campanha dele?

Fui apoiador sim, e ele cumpriu a missão nos dois primeiros anos. Mandou prender todo mundo, ajudou a prender, trabalhou, né? Mas hoje não justifica mais, certo? Porque ele nunca administrou.

Os escândalos o desgastaram?

Acredito que sim, mas não posso acusar. Como vão sair por aí grampeando deputado, grampear Janaína Riva, Zeca Viana e não sei mais quem? Agora, pode não ter sido ele, pode bem ter sido os puxa-sacos. Não posso acusá-lo de participação, mas, no mínimo, ele sabia, não é possível que foi traído dentro da casa dele.

As políticas do governador voltadas aos empresários agradam?

Pedro não toma decisão nenhuma. Acho que não fez nada. É a minha opinião. Já pedi um monte de coisa para fazer para os empresários, porque dizia que seria um governo que iria ajudar e não atrapalhar, mas ele não ajuda nem atrapalha, só deixa a coisa acontecer.

O senhor sempre apontou atos de corrupção praticados por Eder Moraes, como vê o final político dele inclusive com condenações e prisões?

Ele fez muito mais do que está escrito aí. Ele merecia mais tempo de cadeia, já tem 60 anos, mas quando for para segunda instância, vai ser recolhido e não sai mais. O mínimo que ele pode pegar são 30 anos, e ele tem que pegar, porque ele não tem cura, é uma pessoa do mal.

Recentemente teve uma blitz (operação da polícia). Eu sabia uma semana antes. (...) Se é uma investigação, eu não poderia saber, porque eu poderia ser um investigado

Por que volta e meia os postos de combustíveis são usados para lavar dinheiro?

Vou responder com prudência. A Lava-Jato começa num posto, não é isso?

Sim, em Curitiba ou no Distrito Federal, se não me falha a memória...

Foi isso mesmo. Mas digo que existem políticos honestos e políticos desonestos, governadores honestos e governadores desonestos, empresários honestos e empresários desonestos, não vejo lavagem de dinheiro aqui em Cuiabá. Até aparece algum bandido querendo fazer, mas não se sustenta.

Para 2018, quem defende como candidato ao governo?

Um administrador de empresas. Não sei quem vai ser, vou apoiar um administrador, não apoio mais alguém tipo nosso amigo Pedro Taques porque acho que falhou com a sociedade.

Rdnews

aldo_locateli.jpg

Aldo Locatelli diz que o ex-secretário Eder Moraes é um bandido

Há algum meio de acabar com as fraudes e adições de misturas em combustíveis?

Não vejo isso fácil, porque o brasileiro é muito criativo. Mas tem algumas alternativas: vai sair, daqui a dois anos, bombas ultramodernas, com caixa preta que registra o que entrou e o que saiu da distribuidora. A gente está tentando mudar a legislação lá em cima também, para quando o cara abastecer contar o que saiu da bomba, certo? Mas vão criar outro tipo de fraude. O problema é que a punição é pequena, recentemente teve uma blitz aí, não teve?

Sim, uma operação, na verdade.

Eu sabia uma semana antes. Imagino que se fosse bandido, teria arrumado os negócios. Todo mundo acho que sabia, porque eu sabia. Acho que não podia ser assim. Se é uma investigação, eu não poderia saber, porque eu poderia ser um investigado, não é? Se eu sabia, todo mundo sabia. É lamentável isso acontecer.

Por que isso não acontece na maioria dos países europeus, EUA e Japão, por exemplo?

Porque lá, se pegar, o cara está lascado, vai preso e não tem boca. O que tem que defender, minha teoria, é o dolo de culpa. Dou um exemplo: se minha bomba tiver até 0,100, até 0,110 a cada mililitro é uma culpa, agora cada bomba minha com 0,800 é dolo, porque estou roubando, certo? Então, tem de separar o dolo de culpa, entendeu? E aí tem outra coisa, o dono de posto não pode ser condenado por essa coisa que está acontecendo (referindo-se à Lava-Jato). Se um cara na rede lavava dinheiro e lava-se muito dinheiro neste país, o Banco Central tem que saber. O cara pega dinheiro, não deposita dinheiro, tem posto? Tem que ver o que que é... Acho estranho também algumas coisas, porque meu posto é fiscalizado sempre, mas o do bandido, que eu sei que é, é pouco fiscalizado.

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Waldemar Dalla Cort | Quarta-Feira, 25 de Abril de 2018, 04h38
    0
    1

    Conheci você é seu Pai pessoas de trabalho e honestidade...abracos

  • Indignado | Segunda-Feira, 07 de Agosto de 2017, 10h11
    0
    1

    Falou a verdade. E a sociedade precisa respeitar um cara como sr. Aldo, se não fosse ele bancar com dinheiro próprio o dossiê sobre Éder, e que respingou no Silval, até hoje estaríamos sendo roubados. Parabéns

  • Fiscal | Domingo, 30 de Julho de 2017, 13h07
    1
    2

    Chama o DR EDER MORAES de bandido porque na GESTÃO DELE como SECRETARIO DE FAZENDA vc teve que pagar impostos. Coisa que vc não gosta né. Sr Aldo ????

  • Tati | Domingo, 30 de Julho de 2017, 12h30
    0
    2

    Sem credibilidade. Materialzinho comprada e comentários encomendados. Crie vergonha na cara e cuide de seus negócios.

  • Jean Marc Muzzi Quitete | Sábado, 29 de Julho de 2017, 11h43
    6
    4

    Aldo Locatelli. Homem honesto e de grande valor. Exemplo a ser seguido.

  • Ivan | Sexta-Feira, 28 de Julho de 2017, 11h40
    17
    0

    Parabéns Sr. Aldo. Respostas diretas, expressando o que a maioria das pessoas deste Estado pensam e não tem oportunidade de serem ouvidas.

  • Lima | Sexta-Feira, 28 de Julho de 2017, 11h40
    14
    4

    Muito boa a entrevista... Sobre o Governador Pedro Taques, nota-se que não tem o veia do bom gestor mas não é malandro e parece não roubar o erário, isso por si só já é um ganho. Quanto ao Éder, 60 anos é pouco para esse que é uma das dez pragas do Mato Grosso... o pior é que malandro tem sobrevida, sempre acha alguém que lhe dê voz.

  • Prof Carlinhos eilert | Sexta-Feira, 28 de Julho de 2017, 06h11
    12
    5

    Algo quando meu primo Lauro Pagno nos apresentou fiquei seu admirador pelo posicionamento firme como trata a sua empresa e as coisas do nosso estado Parabéns pela entrevista

  • ASSEMBLEIANO | Quinta-Feira, 27 de Julho de 2017, 20h54
    2
    0

    ASSEMBLEIANO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Devanir | Quinta-Feira, 27 de Julho de 2017, 20h23
    19
    0

    Assim como o Aldo, pensa a maioria que apoiou Pedro Taques, ninguém apoia Mais, não tem experiência nenhuma.

Briga eleitoral de parentes em General

renato vilela 400 general carneiro   A briga política, jurídica e eleitoral na pequena General Carneiro, de 14 mil habitantes, está acirrada e envolve, em palanques diferentes, grupos com vínculos familiares. São dois na disputa pela prefeitura. A ex-prefeita Magali Vilela desistiu de tentar de novo o teste das...

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...