ENTREVISTA ESPECIAL

Quinta-Feira, 29 de Março de 2018, 08h:42 | Atualizado: 29/03/2018, 08h:55

Beleza Indígena

Miss Mato Grosso ouve rap, apoia a luta das mulheres e se diz contra Bolsonaro

(mirella@rdnews.com.br)

raio_x_miss

A entrevista especial do desta semana é com a Miss Mato Grosso, Caroline Back. Ela fala sobre a sua rotina e como decidiu participar da seletiva que, agora, levará a jovem de 18 anos à competição nacional. Natural de Alta Floresta, Caroline diz ser caseira, sorridente, estudiosa e tímida. Assim, o desafio agora é se acostumar com as passarelas e mais flashes. A miss MT acredita que as mulheres devem continuar lutando por igualdade e que os brasileiros vivem um momento difícil na política. Sem candidato definido para presidência, a única certeza que tem é a de que não votaria em Bolsonaro. Destaca valores como humildade e simplicidade como essenciais, dentro e fora de competições. Confira os principais trechos da entrevista!

Por que você decidiu participar do concurso de Miss? Teve algum incentivo de familiares ou amigos?

Sempre me falaram para ser modelo pela altura, mas sou tímida e estou perdendo esse medo aos poucos. Nasci aqui, mas morei em outros estados. Eu e minha família vínhamos tirar férias em Mato Grosso. Antes de vir para morar no Estado, ainda não tinham surgido tantas oportunidades para ser modelo. Porém, em Alta Floresta, houve o convite para desfilar para algumas lojas e marcas. Minha família me incentivou muito, principalmente a minha mãe e meu namorado.

Em sua opinião, qual a importância de receber este título?

Facebook

Caroline Back

Miss Caroline Back diz ter traços europeus e indígenas e comemora vitória em concurso

É muito gratificante receber este título porque é o reconhecimento do meu esforço e evidencia a minha cidade. Antes de mim, a última miss de Alta Floresta a receber uma faixa de Miss Mato Grosso foi há 20 anos atrás, e, apesar da descendência alemã vinda da família materna - que influenciou na altura - tenho traços indígenas que herdei da família do meu pai. Sou um tipo da beleza mato-grossense e é um prazer pra mim poder representar as mulheres daqui.

Qual mensagem deseja levar dos mato-grossenses ao concurso Miss Brasil?

Ser eu mesma é a melhor mensagem que eu poderia levar pra qualquer lugar, desde que tenha atitude e determinação, não apenas fisicamente, mas psicologicamente. Não é só a beleza externa que importa, por mais clichê que pareça, nosso equilíbrio vem de dentro. Quero mostrar além do que olham por fora, além de todo esforço físico que tenho. Estou em transformação e acredito que nós como seres humanos não só podemos, mas devemos melhorar.

Para você, o que é beleza? Por que acredita ter vencido mais esta etapa do concurso?

Vou fazer um recorte específico desta fase que estou vivendo, por exemplo, enquanto todas as miss estavam juntas em Sinop para decisão do concurso Miss Mato Grosso, foi uma questão de preparação, mas, acima de tudo, de muito autoconhecimento para cada uma. Eu fiz amizades, conheci inúmeros profissionais e as outras meninas que concorreram, sou grata por isso. Cada fase é um aprendizado. Os valores que quero levar acima de tudo são a humildade e a simplicidade. Nesse meio, infelizmente, também tem muita gente arrogante que não faz questão de respeitar os outros em uma competição. Eu acho que todos têm qualidades ou defeitos e isso é algo que precisamos lembrar.

Acredita que beleza e inteligência são coisas que podem caminhar juntas?

Sou um tipo da beleza mato-grossense e é um prazer pra mim poder representar as mulheres daqui

Não só podem, mas devem. Nessa fase ainda não ouvi muitos comentários relacionados a isso, mas sempre fui estudiosa. Minhas matérias preferidas na escola eram inglês e biologia. Quero continuar estudando, fazer faculdade. Talvez pela timidez eu sempre tenha sido bem quietinha em sala de aula, nunca fui para diretoria da escola, tirei boas notas.

Então você tem vontade de se graduar em alguma área? Qual? 

Sim, quero cursar estética, pois gosto de deixar mulheres mais bonitas. Nunca trabalhei nessa área mas, pelo pouco que sei, é algo bacana de se fazer. Já trabalhei em outros lugares. Além dos desfiles que fiz para as lojas, trabalhei até dezembro do ano passado em um supermercado. Lá eu era operadora de balança, quem pesava as frutas. Isso me “forçou” a conversar com as pessoas mesmo que com vergonha, me soltei mais a partir do trabalho.

Já sofreu algum tipo de preconceito ou exclusão por ser mulher?

Facebook

Caroline Back

Caroline Back relata que já foi chamada de poste, girafa ou vara-pau  porque era diferente de outros alunos na escola

Não sei, se por especificamente ser mulher, pois eu sempre soube lidar com crítica ou preconceito, nunca foi algo que me afetou muito. Tento absorver as coisas positivas que tenho na convivência com as pessoas. Quando eu era mais nova, era chamada pelos colegas da escola, por exemplo, de poste, girafa ou vara-pau e sabia que eles tentavam me atingir porque eu era diferente. Hoje eu olho pra traz e vejo que aprendi com tudo isso.

O que pensa sobre a luta por igualdade? O que acha do feminismo?

No decorrer das décadas nós conquistamos muitos direitos, porém ainda falta muita coisa. Falta respeito ao próximo, amor ao próximo. Acho mesmo que cada um deveria fazer o que quer, fazer o que gosta e os outros pararem de cuidar da vida dos outros. Sempre fui na minha, mais fechada, mas sei de muitas histórias de amigas que sofreram ou ainda sofrem preconceito. Nas redes sociais mesmo existem vários relatos. 

Atualmente, o que acha da política no Brasil? Quem defende para presidência?

Não vejo como um bom momento político. Após a crise, ainda vivemos com a insegurança, sem boa saúde e outras coisas importantes para a vida do brasileiro. Acredito que precisamos de políticos mais honestos, menos corrupção. Não tenho um presidente ou uma presidente para apoiar ainda, estou analisando as hipóteses, mas com certeza não votaria no Bolsonaro. Candidatos como ele não trariam melhorias, ele apoia a ditadura, somos um país livre e ele nos tiraria isso.

Qual seu estilo musical preferido?

Não tenho um presidente ou uma presidente para apoiar ainda, estou analisando as hipóteses, mas com certeza não votaria no Bolsonaro

Até há dois anos minha banda preferida era Linkin Park. Fazia o estilo “roqueira” e adorava pintar o cabelo de várias cores, já tive o cabelo roxo, azul, rosa e me vestia muito de preto (risos). Hoje ando ouvindo muito mais pop, rap ou música eletrônica, as mais famosas que posso mencionar são Beyoncé e Nicki Minaj. Dos rapazes, Eminem e o brasileiro Projota.

Qual o tipo de passeio gosta de fazer? O que faz no tempo livre?

Gosto de sair com os amigos, mas também curto ficar em casa. Costumam dizer que sou bem caseira. Agora, com os compromissos de miss vou ter que sair mais, perder mais um pouco da timidez, aprender a lidar melhor com o público. Semana que vem já estarei indo para São Paulo conhecer a miss Brasil, Monalysa Alcântara.

Qual seu maior sonho? Após o Miss Brasil, se você conquistar mais este título, que mensagem deseja levar ao mundo no Miss Universo?

Quero ter maior estabilidade financeira, adquirir minhas coisas, poder viajar o mundo e conhecer várias culturas. Iria primeiro para os Estados Unidos e, depois, conhecer a Europa nos países como França e Alemanha (para ver como era a vida dos meus ancestrais). Acho que a Ásia deve ser bem legal também, uma cultura totalmente diferente. No Miss Universo, se tudo der certo, direi para às pessoas confiarem em si mesmas e nunca desistirem dos seus sonhos. 

Walyson Oliveira

miss-MT5

Caroline acena para a plateia após receber o título de Miss MT 2018. Agora, ela sonha em vencer o Miss Brasil e disputar o posto de mais bela do mundo

Postar um novo comentário

Comentários (26)

  • Dornele$ | Segunda-Feira, 02 de Abril de 2018, 07h15
    1
    0

    Jorge, seu idiota. Em que parte do meu texto estou pregando o ódio? Se doeu todo? Em que parte você ficou ofendida?

  • Dornele$ | Segunda-Feira, 02 de Abril de 2018, 07h11
    1
    0

    Jorge, seu asno. Ódio contra quem? Pega os menores, tipo champinha e leva pra morar com sua família, se é que você tem uma. Tem que ser família tradicional. Dessas moderninhas não vale!

  • joaoderondonopolis | Domingo, 01 de Abril de 2018, 07h01
    1
    2

    Não sabe o que fala, falar do Bolsonaro que é pré-candidato a Presidente da República, é concordar com tudo isto que está aí, corrupção tomou conta do país e a impunidade reina nos 4 cantos. A simples vitória de miss MT, já subiu para cabeça. Repito é muito nova não sabe o que fala.

  • Flavio | Sábado, 31 de Março de 2018, 13h57
    2
    1

    Acho que a decisão de emitir juízo político nesse momento, mais atrapalha do que a ajuda a conquistar seus objetivos como Miss. Imagina uma declaração dessas no Miss Brasil. Ainda assim, desejo muito sucesso para essa gata.

  • Paulo - Jaciara | Sábado, 31 de Março de 2018, 10h27
    7
    3

    Essa é mais um Patricinha, que com certeza escreveram esse texto e deram pra ela ler. é Melhor Jair acostumando. Sou homossexual e apoio Jair Bolsanaro. não adianta vocês distorcerem as coisa. Jair Bolsanaro não é Homofóbico.

  • moises bispo dos santos | Sábado, 31 de Março de 2018, 07h47
    1
    1

    A Corrupção na Política x Caixa 2 É o Mal de Todos os Males A corrupção no seio do cenário político, é o pior de todos os males. Entra presidentes, governadores, senadores, deputados federais e estaduais, prefeitos, vereadores, secretários e agentes públicos, o câncer que está matando a sociedade brasileira. A nação brasileira é riquíssima, o povo é pobre, doente e miserável. Tal qual uma praga, um câncer, uma lepra, uma parasita, a saúde, a educação, o meio ambiente, o saneamento, a segurança, a cultura, o esporte, e outros recursos valiosos em prol do povo brasileiro, vão se escoando no ralo como uma esponja política social. O Dia Brasileiro do político honesto é comemorado no 1º de abril, mas de forma diferente em cada localidade, de cada região, de todos os dias, de norte a sul, de leste a oeste. Com exceção de homens e mulheres, a política nacional é inversa, ou seja, além de não ser honesta, não precisa parecer honesta. Quando surgem nos meios da política, o eleitor, tal qual a Juiza Selma Arruda, um filete de luz no fim do túnel no emaranhado da política, nos sacia a fome e sede de compromisso e esperanças, afinal, a nação brasileira está desencantada com a classe política. É importante que o eleitor brasileiro tenha em mente o que o ex-presidente uruguaio José Mujica disse “a corrupção afeta "a todos" na América Latina “Se misturamos a vontade de ter dinheiro com a política estamos fritos. Quem gosta muito de dinheiro tem que ser tirado da política. É preciso castigar essa pessoa porque ela gosta de dinheiro? Não. Ela tem que ir para o comércio, para a indústria, para onde se multiplica a riqueza", declarou.” O ano de 2018, será o ano da mudança. Chega de dependência, do voto de cabresto, do medo, é uma de suas piores de características da figura do carrasco. Por isso, o carrasco político, por norma, a figura do carrasco está relacionada com diversos adjetivos pejorativos, como um cruel, malvado, insensível ou perverso. Pois este não aparenta demonstrar remorso ou sentimento de culpa ao executar o seu trabalho. MERETISSIMA SELMA ARRUDA, QUE OS SEUS CAMINHOS DE 2018, POSSAM TRILHAR DE LUZ, DE BENÇÃO, DE PROSPERIDADE E DE VERDADE. Autoria - Moisés Bispo dos Santos

  • Jorge | Sexta-Feira, 30 de Março de 2018, 18h19
    2
    7

    Dorneles, como você é idiota! Insiste em propagar o ódio, que tanto mal já fez para todos nós. Enquanto muitos tentam construir um entendimento racional, vem idiotas como você disseminar o ódio. Se o RD tivesse um pouco de ética não publicaria comentários tão idiotas.

  • Jossy Soares | Sexta-Feira, 30 de Março de 2018, 18h13
    10
    5

    Criticar Bolsonaro e ser favorável a Agenda desestruturante da família, faz parte das tendências da ditadura de opiniões impostas pela mídia e de militantes profissionais. Ai de quem for contra.

  • Dornele$ | Sexta-Feira, 30 de Março de 2018, 17h35
    10
    3

    Os partidos de esquerdas, vermelhos, comunistas, petebas (ditos progressistas) só defendem o aborto, legalização de drogas. Os direitos humanos exaltam os bandidos, são contra a redução da maioridade penal. Também tem como bandeira a ideologia de gênero. Isso é o que eles pregam e lutam por isso. A escolha e livre, depois não reclamem da merda pronta!

  • jonas | Sexta-Feira, 30 de Março de 2018, 10h37
    7
    18

    Posso discordar de muita coisa, mas uma ela tem razão. Mulher que apoia Bolsonaro se submete a ser escrava do marido. Home que apoia Bolsonaro quer ser o machão, mandar na mulher e na família como propriedade sua, ter a mulher como escrava do lar e viver uma vida desregrada fora do casamento e outras coisinhas mais....

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.