ENTREVISTA ESPECIAL

Quinta-Feira, 24 de Outubro de 2019, 14h:07 | Atualizado: 24/10/2019, 14h:30

Miss plus size fala sobre concurso: não é motivar obesidade, mas empoderamento

Eliza Santa, aos 50 anos, mostra que mulheres não precisam seguir padrões para encontrar felicidade

Rodinei Crescêncio/Arte/Rdnews

Eliza Santa

 

Miss aos 50 anos, Eliza Santa é a junção de tudo aquilo que a indústria diz para as mulheres não serem, mas que ela não dá ouvidos. Há quatro anos, em solariedade a sua cunhada que passava pelo tratamento contra o câncer, ela assumiu os cabelos naturais e nunca mais os pintou. Não foi a primeira vez que o câncer passou pela sua vida, isso porque apesar da cunhada ter se curado, Eliza perdeu o marido para a doença também muito cedo. Com dois filhos adultos, plus size desde que se entende por gente, e na idade em que muitas mulheres dizem encontrar dificuldades, a miss se sente jovial e em uma das melhores fases da sua vida - a que ela tem tempo para dedicar a si mesma sem neuras.

Confira os melhores trechos da entrevista:

Como é sua rotina e como teve a iniciativa de participar deste concurso? Como se sentiu no dia da sua vitória?

Trabalho em um cartório há 28 anos como escrevente e sou formada em Direito. Minha rotina sempre foi e é igual de toda mulher guerreira e lutadora, que é levantar cedo, ir ao trabalho, estudar, se cuidar e outras coisas.  No Miss Cuiabá Plus Size, que foi coordenado por Rodrigo Gomes, participei concorrendo na categoria Lady que avalia mulheres de 35 a 50 anos.  Sempre foi um desejo do meu coração desfilar e o concurso me  proporcionou realizar esse sonho. Agora, aos 50, meu filho me enviou o link da inscrição e eu a fiz. Foi muito emocionante participar, e mais emocionante ainda foi ter vencido, pois concorri com mulheres muito belas e inteligentes.

Enfrentou desafios por ser plus size, assumir o cabelo branco e, agora, ser uma mulher mais madura?

Sou gordinha desde bebê e, particularmente, nunca sofri nenhum problema ou discriminação por ser gorda e sempre fiz o que quis. Quando criança e na pré adolescência fui jogadora de voleibol. Na época, fiz a escolinha da UFMT e era levantadora. Na adolescência fiz aulas de jazz e recentemente fazia aulas de dança de salão. Minha história com os cabelos grisalhos é que há quase quatro anos uma cunhada minha ficou com câncer e quando ela começou o tratamento e perdeu os cabelos, eu, em solidariedade a ela, raspei a minha cabeça também.  Não falei nada com ninguém, decidi, fui lá e fiz.  No outro dia apareci para trabalhar já com a cabeça raspada.  As pessoas estranharam e falaram que eu era corajosa, pois sempre tive os cabelos compridos, mas acho que é isso mesmo, eu tenho coragem e não me importo com o que os outros acham.  Aí os cabelos foram crescendo e eu não pintei mais.  E por onde passo sempre me param para perguntar sobre os cabelos, o que faço, se são naturais, como cuido deles. Estou esperando crescer um pouco mais para cortá-los e doá-los para mulheres de minha idade e que estão com câncer.  Minha cunhada se curou, os cabelos cresceram e ela pintou. Acredito que de todos os tabus, o que mais quebrei foi o de que cabelos brancos e grisalhos deixam a mulher mais velha.  Eu me sinto super bela e jovial com os meus grisalhos e longos.

Arquivo Pessoal

Eliza Santa

Eliza Santa, que aos 50 anos disputou e ganhou concurso de Miss plus size em Cuiabá, posa para foto sorridente

No seu ponto de vista, vive uma boa fase na sua vida? Já chegou duvidar dos seus talentos e beleza?

Com certeza vivo uma ótima fase, sou viúva há 11 anos. Tenho dois filhos adultos e, por isso, esse é o momento e a fase de minha vida em que estou pensando mais em mim e mais em meus sonhos. Me sinto mais plena. É obvio que já cheguei a duvidar dos meus talentos, acho que todos um dia duvidam de seus talentos e de suas escolhas, afinal somos seres humanos. Quanto à beleza, acho que ela é conseqüência de você estar se sentindo bem, pois acredito que o bem estar interior, que é o principal, reflete no exterior.

Acredita que mulheres demoram a descobrir seu potencial por terem "neuras" sobre a vida, corpo e suas decisões?

Acredito e, principalmente, sobre o corpo. Há muita exigência e cobrança da sociedade, da família, de parceiros e outros. No concurso, conheci muitas histórias de meninas que enfrentaram cobranças, relacionamentos abusivos, meninas com depressão e que já pensaram até em suicídio.  No meu caso, eu não tive problemas com familiares, com o marido quando era vivo ou no serviço, pois todos sempre me aceitaram como sou. O concurso serviu para trazer a auto-estima de volta para a maioria das meninas. Isso porque elas viram que são bonitas, que são fotogênicas, que podem modelar, desfilar, se mostrar e não precisam se esconder.  O Rodrigo Gomes foi muito sensível com todas nós, tivemos aulas e palestras com profissionais muito qualificados, aula sobre mídia digital, passarela, postura, palestras com profissionais da moda, coach e outras mais. Foi um trabalho muito lindo desenvolvido por esses profissionais. No final, todas as participantes saíram da caixinha e da redoma em que estavam, renasceram para uma nova vida. 

Na sua opinião, um concurso de miss plus size é algum tipo de "protesto" contra os padrões?  

Não vejo como um protesto. Para alguns pode até ser, pois protestar significa reclamar e o que estamos fazendo é nos mostrar, vivendo, realizando nossos sonhos e representando toda uma sociedade, que na sua maioria não é de pessoas magras, acho que é um leque a mais de opções que se abre, pois há espaço para todos.  Acho que a maior evolução é a conscientização por parte da sociedade e dos meios da moda em geral, que não há um único padrão de corpo, que um concurso plus size não é um estímulo à obesidade, mas um incentivo ao empoderamento feminino.

Arquivo Pessoal

Eliza Santa

Eliza com a faixa de Miss plus size na categoria Lady, disputada no mês passado na Capital

Já fez dietas e pintou o cabelo? Como era sua vida antes de você se assumir como é hoje?

Já tentei fazer dietas malucas, mas no terceiro dia desistia.  É aconselhável procurar um profissional e fazer uma reeducação alimentar e exercícios do que se aventurar em dietas malucas. Não dão certo. Pintava meu cabelo a cada quinze dias antes de raspá-lo.  Ser grisalha me deu liberdade total, como nunca tinha sido antes.

Qual conselho daria para mulheres mais jovens que gostaria de ter recebido, antes, na vida?

Meu conselho é para que todas vivam intensamente, não se importem com a opinião e críticas de outros.  Se você quer emagrecer, emagreça por sua livre e espontânea vontade. Não por imposição de família, marido, namorado, ou quem quer que seja. Se você está bem gordinha, continue e sempre cuidando da saúde. Não é apenas as magras que são saudáveis e não ficam doentes.  O importante é sempre estar com os exames em dia e se quer ter cabelos grisalhos, que os tenha. O importante é ser e estar feliz, o resto é conseqüência.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Anete | Domingo, 27 de Outubro de 2019, 18h26
    0
    0

    Eliza guerreira, inteligente linda por dentro e por fora, maravilhosa!

  • vladimir palma pinto da fonseca | Sexta-Feira, 25 de Outubro de 2019, 10h54
    3
    0

    A BELEZA DE UMA MULHER CHEINHA SÃO ESPECIAIS INCLUSIVE VC ANGELA

  • Elaine | Quinta-Feira, 24 de Outubro de 2019, 19h51
    2
    0

    Conheço a Eliza, é amiga de uma amiga, portanto, amiga também, lindíssima, por dentro e por fora, parabéns flor!!!

  • Rogério Schafer | Quinta-Feira, 24 de Outubro de 2019, 18h04
    2
    0

    Linda, maravilhosa, admiro vcs mulheres, mais ainda quando são fofinhas. Muito obrigado por existirem

  • Ângela | Quinta-Feira, 24 de Outubro de 2019, 16h47
    3
    0

    Perfeita em suas colocações..digo +++ somos bem resolvidas..sabemos o q queremos e isso nos leva a ter atitudes..(somos diferentes)..e isso chama atenção de quem nos cerca..e outros..

  • vladimir palma pinto da fonseca | Quinta-Feira, 24 de Outubro de 2019, 15h23
    4
    0

    parabens admiro a beleza de vcs sucesso

PSD reforça nome de Flávio em VG

selleman mathias 400 curtinha psd vg   Chamou a atenção a presença do presidente do diretório do PSD, em Várzea Grande, Selleman Mathias (foto), no lançamento da candidatura do empresário Flávio Vargas (PSB) à sucessão da prefeita Lucimar Campos, nesta quarta. Ao que tudo...

Selo Amiga dos Animais pra empresas

misael galvao 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), vai conceder o selo Amiga dos Animais para 20 empresas. Até o final do ano será realizada uma sessão solene para condecorar representantes dessas empresas. E também estão previstos a entrega da Ordem do Mérito...

Fecomércio vai à AL por menos ICMS

jose wenceslau 400 curtinha   O presidente da Fecomércio, José Wenceslau Souza Junior (foto), revelou nesta quarta, numa live ao RDTV, tv web do portal Rdnews, que vai procurar os deputados para reabrir o debate sobre a pesada carga tributária praticada em MT. Ele recorda que no final de 2019, o governo estadual alardeava que...

Gestores multados por irregularidades

arivaldo 400 curtinha   Dezenas de prefeitos e ex-gestores estão sendo multados por não enviar ao TCE prestação de contas periódica, informações e documentos obrigatórios, o que é considerado falha grave. Arivaldo Medeiros de Santana (foto), prefeito de São José do Povo,...

O "pai" da destruição de documentos

jose riva 400 curtinha   Na sua delação premiada, o ex-presidente da AL, José Riva (foto), acusa o presidente do TCE, Guilherme Maluf, de ter sumido com provas que incriminavam deputados quanto ao uso de suprimentos de fundos e verba indenizatória. Só que para o MPE, foi o próprio Riva quem organizou um...

DEM dividido e quase no colo de EP

emanuel pinheiro 400 curtinha   Num almoço na casa do prefeito Emanuel Pinheiro (foto), nesta quarta, lideranças da alta cúpula do DEM de Cuiabá e Várzea Grande discutiram possível apoio à reeleição do emedebista. Essa aproximação fere de morte o Palácio...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.