ENTREVISTA ESPECIAL

Sábado, 09 de Maio de 2020, 08h:24 | Atualizado: 09/05/2020, 08h:25

Novo presidente da Ager evita falar de antecessor e foca em melhorar serviços

Nome escolhido por Mauro Mendes para a Ager, Luis Alberto Nespolo fala sobre foco de sua gestão

Dayanne Dallicali/Arte/Rdnews

Luis Aberto Nespolo

Gaúcho de Passo Fundo-RS, Luis Alberto Nespolo tem 55 anos e vasta experiência na iniciativa privada. Casado, graduou em Administração na Universidade de Passo Fundo (UFP), MBA Executivo em Gestão Empresarial na Pontifícia Universidade Católica (PUC-RS) e Mestrado Na Universidade Politecnica de Madrid, na Espanha. Atuante na Gestão de Empresas desde 1986 onde se destacam a Brahma/AmBev e a Bimetal, estreitou laços com o chefe da Casa Civil Mauro Carvalho e com o governador Mauro Mendes (DEM). Agora, Nespolo assumiu interinamente a presidência da Ager-MT com a queda de Fábio Calmon, que vinha desagradando e a classe política. A principal tarefa será concluir a licitação do transporte coletivo. Nespolo ainda será sabatinado pela Assembleia  e acredita que neste período fará um bom trabalho.

Confira os principais trechos da entrevista:

 Quando o governador o convidou para o cargo, fez algum apelo especial?

O governador fez o convite pelo nosso passado. Não tenho viés político, não estou filiado a partido nenhum. Acredito que se baseou no critério técnico e no desejo de fazer a Ager dar certo. Só manifestou a importância de assumir e ter o cuidado de fazer a coisa certa.

O setor privado é mais dinâmico, se tem razoabilidade para tomar decisões e se corre maior risco. No setor público, tem que se formalizar mais e cumprir a legislação específica

Luis Alberto Nespolo

Como o senhor vê a diferença entre administrar o setor privado e o setor público?

Temos que ter muito cuidado com a legislação. A preocupação é sempre formalizar tudo. O  setor privado é mais dinâmico, se tem razoabilidade para tomar decisões e se corre maior risco. No setor público, tem que se formalizar mais e cumprir a legislação específica. Para isso, todo o órgão público deve se cercar de boa advocacia, para fazer a análise correta antes da tomada de decisão.

Em sua opinião, qual a importância da Ager?

A Ager tem uma função nobre. Fazer a mediação para que os responsáveis pelos serviços delegados pelo Estado  prestem um atendimento de qualidade ao cidadão com os menores preços possíveis. Essa é a intermediação que a Ager faz. Temos que monitorar o serviço delegado e fazer com que melhore cada vez mais. Isso deve se aplicar para o transporte intermunicipal, energia elétrica, gás canalizado, saneamento e telecomunicações.

O senhor está decidido a fazer concluir a licitação do transporte coletivo?

Essa é uma demanda de sociedade e o Ministério Público está imbuído do objetivo de fazer essa licitação ser concluída. Monitorada pelo Ministério Público, a Ager trabalha para que essa licitação seja concluída o mais rápido possível. Com a conclusão, poderá dar mais atenção aos outros setores. Quem conduz o processo é a Sinfra e não a Ager. Quem regula não pode contratar. A Ager acompanha a licitação para futuro controle e monitoramento das empresas que precisam cumprir requisitos de qualidade. É importante ressaltar que são oito mercados, com dois lotes cada. A fase já é de julgamento de propostas.

O senhor chegou a receber empresários do setor?

Neste momento não é adequado receber empresários. A conversa deve acontecer depois da licitação. Mas se for procurado por representante de alguma empresa, posso atender sem problema.

Assessoria

Luis Aberto Nespolo

O interino da Ager Luis Alberto Nespolo ao lado do secretário-chefe da Casa Civil Mauro Carvalho; empresário ainda deve passar por sabatina na AL

O seu antecessor relatou ameaças. O senhor teme ser ameaçado?

Não quero falar do passado. Não gostaria de entrar neste tema, ameaça. O princípio que me norteia é o seguinte: na dúvida, fazer o certo. Administrador resolve problemas, mas da forma justa, correta e legal.

E em tempos de pandemia de Covid-19, a Ager ajuda a fiscalizar as regras de higienização?

No transporte intermunicipal, cobramos as regras gerais determinadas pelo Governo do Estado como higienização, número limitado de passageiros, uso de máscaras, etc. Mas a fiscalização está a cargo das forças de segurança pública.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Eleitor Atento | Segunda-Feira, 11 de Maio de 2020, 11h31
    1
    0

    So vou acreditar em Ager quando todos os onibus interestaduais partirem e chegarem na Rodoviaria de Cuiaba...rs.

  • O atalaia | Domingo, 10 de Maio de 2020, 13h04
    2
    6

    Toda mudança de comando tem o condão de fazer com que os cidadâos dêem seu voto de confiança e sua expectativa sobre o novo comandante, e, com certeza a expectiva da maioria é a mais auspiciosa possivel....

  • MORO | Sábado, 09 de Maio de 2020, 20h48
    5
    5

    FABIO CAMON VAI RECEBER O PRÊMIO DO PIOR PRESIDENTE DA AGER DE TODOS OS TEMPOS. SÓ SABIA DIZER QUE ESTAVA SENDO PERSEGUIDO, VAI AGORA JUNTA COM AO BISPO VALDEMIRO SANTIGO O OUTRO " PIRSIGUIDO." KKKKKK

  • Fernando de almeida | Sábado, 09 de Maio de 2020, 09h20
    7
    7

    Boa escolha. É um tecnico competente. Desejo ao Nespolo sucesso nessa sua nova missão.

Punição a 2 ex-presidentes da Câmara

haroldo curtinha 400   Apesar de ter julgado regulares as contas de gestão de 2016 da Câmara de Cuiabá, ano em que teve dois presidentes, o já falecido Júlio Pinheiro, entre janeiro e junho e, depois, Haroldo Kuzai (foto), de 20 de junho a 31 de dezembro, o conselheiro interino João Batista Camargo, em...

Guiratinga, frota sucateada e a farra

sinval vilela 400 curtinha   O vereador Sinval Vilela (foto), do DEM, disse que em Guiratinga, administrada por Humberto Domingos, o Bolinha, está havendo farra com dinheiro público. E lista descasos e atos de incompetência do prefeito. Conta que a prefeitura possui um caminhão pipa, mas está encostado no...

Verba a quem não tem litígio à União

emanuel pinheiro 400 curtinha   Apesar do governo estadual anunciar que está recebendo os R$ 359 milhões da União, essa verba oriunda do chamado Orçamento da Guerra (Emenda Constitucional 106) para ajuda no combate ao coronavírus só será liberada a partir do próximo dia 9 e para quem, seja...

Salgadinhos sim; caminhão pipa, não

humberto bolinha 400 curtinha   Em Guiratinga, o prefeito Humberto Domingos, o Bolinha (foto), resolveu homologar na última segunda, 1º de junho, processo licitatório para contratar uma empresa com vistas a fornecer salgadinhos nas 11 secretarias municipais. Vão ser gastos com salgados R$ 21,7 mil. No mesmo dia, Bolinha...

Nepotismo e demissão na gestão Pátio

leandro junqueira 400   Acuado pela notificação recomendatória do Ministério Público Estadual, o prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, não teve outra saída senão exonerar a servidora Renata Castilho Moreno do cargo comissionado de gerente do Departamento de Engenharia e...

Candidatíssima à vereadora em Cuiabá

gisele almeida 400 curtinha   A apresentadora de TV, Gisele Almeida (foto), vai mesmo encarar o teste das urnas como candidata à vereadora em Cuiabá. Irmã do ex-vereador, ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE, Sérgio Ricardo, ela não perde tempo nas articulações. Recentemente, recebeu no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.