ENTREVISTA ESPECIAL

Quinta-Feira, 31 de Janeiro de 2019, 08h:22 | Atualizado: 31/01/2019, 10h:58

Virginia rejeita pecha de polêmica e afirma atuar para tirar cidadão da vulnerabilidade

Virginia concede ao Rdnews sua 1ª entrevista como primeira-dama de MT e fala sobre parceria com Mauro

Rodinei Crescêncio/Arte/Rdnews

Virginia Mendes

 

Cuiabana e casada com o governador Mauro Mendes há 24 anos, a economista Virginia Mendes se destacou nos últimos anos por quebrar paradigmas e se mostrar mulher de opinião no meio político. Mesmo que tenha seguido a tradição de, como primeira-dama, atuar na área social, ela também chamou a atenção dos mato-grossenses por emitir sua opinião nas redes sociais, onde tem ganhando muitos seguidores, após comentários considerados, muitas vezes, polêmicos. Religiosa, Virginia ainda se mostra uma parceira de primeira hora do esposo - considerado uma das lideranças em ascensão dos últimos 10 anos em Mato Grosso. De todas as decisões políticas do democrata é possível identificar a marca da cuiabana, que faz questão de destacar a união da família Mendes, proprietária da Bimetal. Em entrevista exclusiva ao , a primeira como primeira-dama do Estado, Virgínia falou da sua relação com o social, a atuação no Palácio Paiaguás, filhos, questões políticas e, até mesmo, sobre o estereótipo atribuído as mulheres de chefes do Executivo. Sobre feminismo e empoderamento, ela afirma que defende “tudo o que for certo dentro dos princípios cristãos para homens e mulheres”.

Confira os melhores trechos da entrevista:

A senhora foi convidada para assumir a Setas, não aceitou, mas indicou o nome da secretária Rosamaria. O que motivou a senhora a não aceitar a função e como será a atuação na assistência social do Estado?

Sempre estive ao lado do Mauro em todos os desafios assumidos e designados. Assim como na Prefeitura de Cuiabá, optei por não assumir a titularidade da Pasta. E a razão de não ter assumido a Setas foi que neste momento minhas atribuições na empresa não permitem com que eu me dedique de forma integral à função pública. Além disto, Maria Luiza, minha filha caçula, ainda é muito pequena e tem a Ana Carolinne e o Luis Antonio. Como mãe, preciso priorizar as necessidades dos meus três filhos também. Contudo, fiz questão de indicar uma pessoa da minha extrema confiança, que é a Rosamaria Ferreira de Carvalho, professora de formação, dedicada, mãe e avó. Além de agregar toda uma experiência de mais de 20 anos na área pública, tenho certeza que ela desempenhará a função de secretária com toda sensibilidade na condução das ações voltadas àqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Independente de não ter assumido o cargo, estarei junto dela nas tratativas das ações e programas sociais que possibilitem avanços e melhoria na qualidade de vida da população, assim como participando também de ações propositivas de outras áreas do governo.

Quais, na sua visão, são os principais problemas do Estado na área social e como o Governo Mauro irá atuar para solucioná-los?

Caroline De Vita

Virg�nia Mendes

Primeira-dama Virginia Mendes em seu gabinete no Paiaguás

Quando Mauro foi prefeito da capital, fui responsável, junto com toda nossa equipe, por reestruturar o Siminina e implantar novas atividades para atender meninas e adolescentes em situação de vulnerabilidade e risco social. Realizamos a expansão do programa, ampliando os atendimentos de 198 crianças para 1.418 crianças - dados referentes a dezembro de 2016.  Acredito que essa é uma iniciativa que deve ser expandida aos 141 municípios, pois desde a campanha eleitoral tenho recebido manifestações de primeiras-damas e gestores municipais nesse sentido, de desenvolver ações com foco nas crianças e jovens. Também atuei ativamente na implantação de 3 Casas Lares, que são casas para crianças que estão sob tutela do Estado, encaminhadas pelo Poder Judiciário, em razão de vários fatores: negligência familiar, maus tratos, violência, abandono. Inclusive, o tema adoção e acolhimento de crianças também será um dos meus focos no Governo. Quero atuar intensamente nesta área, auxiliando os municípios neste assunto. Ainda dentro do público infanto-juvenil, há hoje em Mato Grosso uma geração de adolescentes que não possuem nem escolarização, nem qualificação profissional, ficando, muitas vezes à margem da sociedade e sendo assediados para o mundo do crime. A geração de emprego e renda e a oferta de cursos de qualificação profissional é outra área em que pretendo contribuir. Temos muito trabalho pela frente e muitas ações que ainda estão sendo formuladas. O olhar será voltado para as pessoas carentes e que necessitam de atendimento imediato.

Formada em Economia, a senhora chega a tratar sobre a questão econômica do Estado com o governador e sua equipe?

O governador e o próprio Poder Executivo como um todo contam com uma equipe extremamente qualificada na área econômica. Sabemos que os problemas enfrentados hoje nas finanças públicas do governo são fruto de uma série de medidas tomadas, especialmente, nos últimos 10 anos, e que fizeram com que as despesas crescessem mais do que a receita. E, a muito custo, está sendo corrigido já neste início do novo governo. Tenho plena confiança nesta equipe de trabalho e mesmo com conhecimento econômico faço minhas avaliações apenas de maneira informal. Aplico hoje mais especificamente meus conhecimentos econômicos na empresa, para que ela continue sua retomada de crescimento, após sair do processo de recuperação judicial, graças a muito trabalho e dedicação de toda nossa equipe de colaboradores e também agora dos meus filhos, Ana e Luis que estão trabalhando conosco na empresa e isso muito nos orgulha.

A senhora é casada com Mauro há 24 anos. No início do relacionamento a senhora imaginou que um dia poderia estar na função de primeira-dama e Mauro ter percorrido toda essa trajetória política?

Nunca imaginei que Mauro entraria para a política. Ainda quando era estudante de Engenharia Elétrica, ele sempre teve muita determinação e um espírito de liderança nato. O que o levou a se posicionar como líder estudantil e, posteriormente, líder no setor empresarial. O modelo empresarial que ele implementou na Bimetal chegou a ser destaque no país, com matérias veiculadas em veículos com abrangência nacional. O sucesso nos negócios impulsionou e ele chegou à presidência da FIEMT e durante o período em que esteve à frente da entidade promoveu uma verdadeira transformação. Toda essa bagagem acumulada o capacitou ainda mais a se tornar prefeito de Cuiabá e hoje governador. Sabia de todo seu potencial, mas não imaginava que chegaríamos tão longe, principalmente, por todo trabalho que estávamos desenvolvendo no segmento empresarial. É com muita honra e comprometimento que assisto e participo ativamente de todo esse crescimento do Mauro na vida política, incentivado por grandes lideranças. Fico muito feliz e orgulhosa vendo hoje o político que Mauro se tornou e pretendo continuar lado a lado em todos os momentos, sejam eles de dificuldades ou de glórias, que não tenho dúvidas que em breve teremos, com a casa arrumada e muito serviço de qualidade prestado.

A senhora apoiou de pronto a candidatura de Mauro ao governo ou temeu por algo?

Sabia de todo seu potencial, mas não imaginava que chegaríamos tão longe

Virginia Mendes

Mesmo sem nunca ter ocupado cargo político, analisei junto com ele todos os cenários, pois somos uma família muito unida e ativa tanto nas ações como nas decisões. Se, por um lado, em 2016 foi o momento de recuar da reeleição à Prefeitura de Cuiabá para que pudéssemos retomar o controle e o crescimento dos nossos negócios e nos dedicar mais à nossa família, ano passado, aliado à necessidade de se apresentar um projeto alternativo ao governo que até ali se apresentava como inviável para o desenvolvimento de Mato Grosso, sentimos toda segurança para apresentar o nome e o trabalho do Mauro como candidato. Foi uma decisão conjunta e o apoiei em todos os sentidos, tanto no aspecto familiar, pois sei da dedicação do meu marido à nossa família mesmo nos dias mais corridos, como no controle empresarial, pois me sinto apta a conduzir os trabalhos na Bimetal, junto com meus dois filhos mais velhos e com nossa qualificada equipe de trabalho.

Como lida com as críticas e ataques a Mauro, principalmente neste período conturbado de crise financeira e embate com os servidores?

Críticas construtivas sempre serão bem aceitas e fazem parte de todo processo de mudança, mas não aceito e não concordo com qualquer tipo de ataque de ordem pessoal. Estamos completando apenas o primeiro mês de governo, primeiro mês de muito trabalho e focado em resultados e ajustes da máquina pública. Ponderações sobre as ações tomadas até aqui são aceitáveis e até necessárias, mas não se justificam ataques à honra ou à vida privada. Em hipótese alguma, deixarei de me posicionar sobre tudo aquilo que julgar necessário, tanto nas tratativas de ordem pessoal como profissional. E Mauro sempre valorizou muito os colaboradores da nossa empresa, sempre o tivemos como parceiros e com o servidor público não será diferente. Com equilíbrio no caixa vai melhorar para o servidor e melhorar os serviços públicos que o Estado tem o dever de prestar ao cidadão.

Em 2016, Mauro desistiu de concorrer à reeleição na Capital e, além da questão empresarial, um dos motivos colocados pela desistência foi a senhora. O que de fato ocorreu na época?

Foi uma decisão muito difícil, porém necessária naquele momento. E é importante deixar claro que eu não fui o motivo da desistência. Precisávamos nos dedicar à nossa família e aos nossos negócios. O compromisso do Mauro de honrar os 4 anos como Prefeito foi cumprido e na hora de avaliar a reeleição pesou muito os aspectos familiares. Naquele momento, o Brasil atravessou uma grave crise econômica e isso nos impactou também. Toda atividade empresarial está sujeita a isso. Mas graças a Deus estamos superando este momento de dificuldade. Foi preciso recuar naquele momento. Como sempre digo, somos uma família unida, um casal que olha para a mesma direção. Sem isso não conseguiríamos estar aqui agora. Aquele momento nossa família e nossos negócios precisavam mais dele e foi isso que ocorreu.

Como analisa esse discurso nos bastidores de que Mauro não concorreu à reeleição por uma interferência da senhora? Há algum tipo de machismo/preconceito nesse tipo de opinião?

Particularmente, eu até acho engraçado quando buscam através da mídia colocar como se quem decidisse fosse eu, num sentido até pejorativo, algumas vezes. Meu maior bem é ter uma família muito unida que constrói, de forma conjunta, o que for melhor para ela. Talvez a palavra não seja nem machismo, mas falta de sensibilidade e valor à família. Deus sempre esteve e estará no centro das nossas vidas e valorizar a família, dando voz aqueles que estão nela faz parte desse processo. A decisão do Mauro foi essencialmente dele, pontuando todo os aspectos empresariais, políticos e familiares. Acredito muito mais que somos um o complemento do outro, jamais em nível de hierarquia, mas sim como parceiros de vida, de uma caminhada juntos.

Muito se fala do papel da primeira-dama e até tentam ditar o perfil que as mulheres de governadores, prefeitos e presidente devem ter. Aquele discurso do “bela, recatada e do lar”. Como a senhora analisa este estereótipo? Se incomoda com isso?

Somos muito mais do que isso, podemos ser o que quisermos, mas na minha vida particular eu busco trabalhar muito, sempre fui assim, mas respeito muito as mulheres que optam por não trabalhar fora. Sei o tamanho e a responsabilidade que é gerenciar e cuidar de uma casa. Eu, assim como milhares de outras mulheres, também administro minha casa e quando estou no lar, dedicada à minha família e a estas questões, também considero um momento extremamente prazeroso. É com muita leveza que busco associar os cuidados pessoais, profissionais e familiares. Temos que ter um tempo para tudo, mas não me agrada nenhum tipo de estereótipo, ainda mais quando nos limitam ou tentam nos diminuir perante a sociedade.

Como analisa o feminismo e o discurso do empoderamento feminino, tão presente na nossa sociedade atualmente? A senhora se considera feminista?

Defendo tudo que for certo dentro dos princípios cristãos para homens e mulheres

Virginia Mendes

Defendo a igualdade entre homens e mulheres e todas as práticas de valorização e empoderamento feminino, mas não vejo isso como uma competição entre gêneros. Defendo tudo que for certo dentro dos princípios cristãos para homens e mulheres. Somos um complemento. Romper a barreira da baixa representatividade das mulheres em praticamente todas as áreas e cargos de liderança é um desafio histórico e necessário. Acredito que é importante o incentivo da participação feminina em todos os segmentos, no político não é diferente. Mesmo não tendo ainda um número expressivo de representantes mulheres no meio político, seja por falta de incentivo, oportunidade, ou, às vezes, de interesse por parte das mulheres, é preciso considerar o relevante papel daquelas que já se dispuseram a enfrentar esse desafio e motivar as demais para que possamos conquistar cada vez mais espaços.

Já foi possível estabelecer uma rotina com as novas funções? Como a senhora e o governador estão se organizando para que a família também tenha a atenção necessária?

Procuramos sim manter velhos e importantes hábitos, como os almoços em família e o tempo aos finais de semana reservado e dedicado aos nossos filhos. Claro que agora os compromissos institucionais e políticos tomaram uma proporção maior, mas não deixamos de lado a nossa vida pessoal. Fazemos questão de ter esse equilíbrio, porque isso é vital e é o que nos energiza para enfrentar os desafios. Temos consciência que estamos na vida pública e cargos públicos são passageiros, por isso valorizamos e cuidamos da nossa família, mantemos e cultivamos relacionamentos com amigos antigos, cuidamos da nossa empresa, pois isso sim é para sempre.

A senhora é mãe de três filhos, algum deles já demonstrou vocação para seguir a trajetória do pai e entrar na política? A senhora incentiva?

Nossos filhos mais velhos cresceram vendo o pai dedicado à nossa empresa e já na adolescência acompanharam de perto sua ascensão e trajetória política, acompanhando as boas práticas políticas, que fez com que Mauro saísse da Prefeitura de Cuiabá com mais de 80% de aprovação popular. Independente da área em que escolham atuar desejo que sigam o exemplo do pai trabalhador, dedicado e honesto. No caso do Luis, nosso filho do meio, já identificamos nele o interesse e engajamento de cuidar da empresa, dos negócios. Nossa Ana, a mais velha, tem uma visão de mundo que poucos jovens na mesma idade que ela possuem. Ana já morou e trabalhou fora, em outros países, e isso agrega uma bagagem de vida excepcional. Sempre digo a ela: tenha asas para voar e raízes para voltar. Já nossa Maria, luz das nossas vidas, é nossa caçulinha e tem uma vida inteira ainda para decidir o que ser no futuro. Uma coisa é certa, o que mais queremos é que tenham saúde e sejam felizes e realizados em todos os aspectos.

A senhora também se tornou uma pessoa polêmica nas redes sociais, com posts de críticas a diversos políticos. Tais comentários são planejados?

Sem citar nenhum post em específico, pois cada um deles retratou, de forma espontânea, algum sentimento ou alguma situação vivenciada por mim ao longo dos últimos anos. Como já disse anteriormente eu sou uma pessoa de opinião, não me considero polêmica, e faço e utilizo os espaços que tenho para me expressar dentro da democracia e da liberdade que todos temos de fazê-lo, não é mesmo?! O que eu percebo é que em algumas ocasiões minhas opiniões tomaram uma proporção pelo fato de eu ser uma figura pública atualmente, mas eu estou nas redes sociais há muito tempo, antes mesmo de ser primeira-dama. E considero as redes sociais uma ferramenta em potencial tanto para utilização de ordem pessoal como profissional. Gosto de estar conectada, mas isso não é minha prioridade. Temos uma vida real que na maior parte do tempo está fora dessa ‘timeline’. Esta é uma ferramenta que inicialmente eu utilizava para interagir com amigos e pessoas mais próximas e hoje, devido ao aumento de seguidores, tenho me dedicado também a compartilhar informações de interesse público, no sentido de colaborar com a comunicação oficial, na transparência e até mesmo na prestação de contas do que tem sido feito dentro da gestão pública.

Caroline De Vita

Virg�nia Mendes

Virginia Mendes, apesar de não assumir o comando da Setas lidera e acompanha as ações do Executivo na área social e tem gabinete no Paiaguás

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • cuiabano | Sábado, 02 de Fevereiro de 2019, 07h25
    2
    0

    tem que ir junto com a assistencia social da prefeitura de cuiaba e tirar os mendigos e drogados do centro, morro da luz, por que ate agora a prefeitura não deu conta.

  • Paulo | Sexta-Feira, 01 de Fevereiro de 2019, 15h28
    6
    0

    kkkkk essa senhora não sabe o que quer.

  • Tukinha Netto de Cuiabá-MT | Sexta-Feira, 01 de Fevereiro de 2019, 11h37
    3
    10

    Uma guerreira , como outras mulheres espalhada neste planeta com visão e uma enorme paciência DISCRETA . Uma empresária sem medo de desafios . Uma pessoa que como poucos OUVE muito e sempre os 2 lados antes de tomar atitudes . Não aceita conversa fiada e é parceira de bons projetos e de amigos e amigas leais . Aonde passa sempre deixa saudades ! Alias em um relacionamento de casal um completa o outro e assim são a PRIMEIRA DAMA E O GOVERNADOR . Eu desejo SAÚDE , PROTEÇÃO , MAIS AINDA PACIÊNCIA , VISÃO E DESEJO COMO DE COSTUME DE TER AÇÕES PELO CERTO POSITIVAMENTE . Mas como não é fácil agradar a todos em especial na área publica , AI colocamos nas mãos de Deus e ele como sempre resolve tudo . Hoje o estado esta enfrentando uma crise , que será resolvida com TRABALHO E TRABALHO E TRABALHO como de costume . Hoje é fácil ver a PRIMEIRA DAMA assumido funções exercidas pelo Governador EM SUAS EMPRESAS pois todos nós sabemos como tiveram problemas quando assumiram a PREFEITURA DE CUIABÁ-MT . A Primeira Dama é uma líder , e as pessoas não imaginam como é dificil ser esposa de um politico ... Também nesta oportunidade eu desejo SUCESSO E PROTEÇÃO A SECRETÁRIA ROSA MARIA E TODA VALOROSA EQUIPE DA SETAS ... Rosa Maria ama desafios e Deus é com todos , outra guerreira . Eu Sou Tukinha Netto De Cuiabá-MT

  • Dulce Maria | Sexta-Feira, 01 de Fevereiro de 2019, 11h33
    3
    8

    Mato Grosso estava orfão de primeira-dama e ganhou muito com a chegada da Virginia Mendes que já tem serviços prestados e sensibilidade. Mauro está muito bem com a presença dela em todos os sentidos.

  • xuxu | Sexta-Feira, 01 de Fevereiro de 2019, 10h21
    12
    1

    cuiabana do coité, que moro em Poconé hoje mora no Alphaville, fala muito e nada faz, só nhe-nhe-nhe, sorvete de jaca com xuxu comágua de pote, fresca.

  • elton moreira | Quinta-Feira, 31 de Janeiro de 2019, 17h38
    3
    11

    olha tenho certeza que dona Virginia Mendes sera a primeira dama que ficara na historia por ser uma pessoa humana de coração nobre e sensível eu so desejo boa sorte dona Virginia mendes vc nos orgulha de ser cuiabana orgulha de ser mato grossense

  • bofe | Quinta-Feira, 31 de Janeiro de 2019, 17h24
    14
    3

    será outra samira ex de taques, fala muito e nada faz, só mentira e falcidade.

Matéria(s) relacionada(s):

Recado do governador e a carapuça

junior fecomercio curtinha   Em comunicado oficial, o governador Mauro Mendes manda recado a alguns empresários, quando destaca que incentivos fiscais foram concedidos no passado a determinados setores de forma irregular, em troca de propina, confessada, inclusive, em delação premiada. O recado tem endereço certo:...

Elogios ao prefeito e à primeira-dama

julio campos curtinha   O ex-governador, ex-senador, ex-deputado e ex-prefeito várzea-grandense Júlio Campos (foto), um dos líderes do DEM, partido do governador Mauro, disse nesta quarta, em visita à sede do Rdnews, que é preciso reconhecer que o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro está fazendo uma...

Oposição tenta vencer pelo cansaço

L�dio Cabral curtinha   A oposição formada pelos deputados Lúdio Cabral (foto), Valdir Barranco - ambos do PT - e Wilson Santos (PT), que decidiu obstruir a pauta da Assembleia enquanto o Executivo não apresentar uma prosposta aos trabalhadores da educação, tentam vencer o presidente...

Boicote à audiência sobre Fethab Milho

Conduzida pelo deputado Ulysses Moraes, a audiência pública na Assembleia para debater a questão do Fethab Milho e a possibilidade de exclui-lo da taxação não aconteceu conforme o planejado por causa de boicote dentro da própria AL. A TV Assembleia, que costuma transmitir ao vivo esse tipo de debate, não o fez. Alegou que uma peça de transmissão estragou. De última hora, mudaram a sessão de local, de um...

UFMT e incompetência administrativa

myrian ufmt curtinha   A considerar as explicações do ministro da Educação Abraham Weintraub sobre corte de energia elétrica da UFMT, a reitora Myrian Serra demonstrou incompetência administrativa em todo processo. São seis faturas em atraso, quatro do exercício de 2018 e duas deste ano. A...

Judiciário destina R$ 3 mi para Bope

carlos alberto 190 curtinha tj   O Poder Judiciário, sob Carlos Alberto (foto), autorizou a remessa de R$ 3,1 milhões para a secretaria de Segurança. Os recursos, arrecadados em ações da 7ª Vara Criminal, vão ser usados na compra fuzis, rifles de alta precisão, submetralhadoras, coletes...

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.