Esportes

Quinta-Feira, 17 de Janeiro de 2019, 12h:23 | Atualizado: 17/01/2019, 12h:41

Colorados recepcionam Caravana do Inter e celebram paixão pelo Clube do Povo veja

Ídolos índio, Fabiano, Pinga, Hiran e o mascote Saci animaram os torcedores de Mato Grosso durante visita

Centenas de torcedores se reuniram ontem (16) à noite para celebrar a paixão pelo Inter e recepcionar a Caravana Colorada 2019, que chegou a Mato Grosso. A confraternização, organizada pelo Consulado de Cuiabá, foi realizada na Churrascaria Boi Bão, em Várzea Grande, com a presença de ídolos colorados e do mascote Saci.

Do ônibus do Inter, que foi recebido com cânticos da torcida e com a fumaça vermelha dos sinalizadores, desembarcaram os ídolos colorados índio, Fabiano, Pinga e o ex-goleiro Hiran. Os ex-jogadores que tiveram passagens vitoriosas pelo Clube carregavam as taças do Mundial, da Libertadores, da Sulamericana e da Recopa, que são as principais conquistas deste século.

Jacques Gosch

Inter jogadores capa

Fabiano fala para torcidores  junto com Saci, Índio, Hiran, Pinga e os membros do Consulado

O mascote Saci encantava a criançada presente no evento e atendia a todos com simpatia. Enquanto isso, os ídolos não paravam de ser requisitados para fazer fotos com torcedores e autografar camisetas.

O ex-zagueiro Índio, campeão do Mundo pelo Inter em 2006, afirmou que a Caravana Colorada comprova que o torcedor é o maior patrimônio do Inter. Além disso, se considera privilegiado em continuar servindo ao Clube mesmo tendo encerrado a carreira.

“Joguei no Inter por 10 anos e junto com um grupo excelente participei das maiores conquistas deste século. Sou privilegiado por ter encerrado a carreira dentro do campo e poder continuar levando o nome do Inter por todo o Brasil. Esse Clube me deu tudo, o torcedor sempre me apoiou. Só estou devolvendo um pouco do que recebi”, disse o ídolo.

Já Fabiano, que passou pelo Inter na década de 1990 e se notabilizou por fazer gols no rival Grêmio, destacou o entusiasmo da torcida no evento. Segundo o ex-atacante, a paixão é a mesma em todo o Brasil.

“Fomos muito bem recebidos como em todas as cidades por onde a Caravana Colorada tem passado. Onde tem gaúcho ou descendente de gaúcho, tem torcedor do Inter. E vamos seguir junto com essa torcida que não abandonou nem no pior momento da nossa história. O Inter é gigante”, completou.

Jacques Gosch

Inter ta�as capa

 Taças das maiores conquistas coloradas deste século foram expostas para a torcida

Para a aposentada Edith Franklin, de 71 anos, o evento foi uma oportunidade de estar junto com o Inter mesmo morando longe de Porto Alegre. Por isso, parabenizou o Consulado pela organização.

“Sou colorada a vida toda e vim junto com meu filho e meu sobrinho. Sou grata pela oportunidade de estar junto com o Inter, que eu tanto amo. O Clube está de parabéns pela iniciativa e o Consulado pela organização”, concluiu a torcedora.

Neste ano, a Caravana Colorada, que é promovida pela Vice-Presidência de Relacionamento Social do Inter, percorreu 15 mil quilômetros e passou por oito capitais no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Além de Cuiabá, o roteiro incluiu João Pessoa-PB, Natal-RN, Fortaleza-CE, São Luiz –MA, Belém-PA, Palmas-TO e vai encerrar em Campo Grande-MS.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

AGEM entra no facão e é 2ª extinta

A Agência de Desenvolvimento Metropolitano da Região do Vale do Rio Cuiabá (AGEM), que teve como última presidente Tânia Mattos, foi extinta pelo Governo Mauro Mendes. A princípio, o MT-Par assumiria as atividades sistêmicas, os cargos, o patrimônio e as funções, mas isso se tornou inviável por questões jurídicas. Mauro então decidiu que todo o escopo da extinta agência permanecerá sob a...

Foto de Bolsonaro na urna e o arquivo

milene curtinha juiza 190   A juíza da 10ª Zona Eleitoral de Rondonópolis, Milene Aparecida Pereira Beltramini (foto), julgou um caso inusitado na última quarta, dia 15. Foi instaurado inquérito para apurar eventual crime de violação do sigilo do voto de Gerlei Batista de Jesus, que, durante o...

Solenidade da posse foi superfaturada

justino malheiros curtinha   O conselheiro do TCE-MT Luiz Henrique Lima determinou que o presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão, suspenda pagamento de R$ 19,9 mil à empresa Capriata de Souza Lima, contratada no ano passado pelo então presidente Justino Malheiros (foto) para organizar a...

Governo vai enterrar de vez o VLT

O VLT vai mesmo morrer sem nunca ter nascido. O Palácio Paiaguás decidiu que não retoma as obras, pois teria que investir mais R$ 1 bilhão, mesmo valor já consumido no projeto, e a manutenção anual chegaria a R$ 50 milhões. Além da problemática financeira de um governo que reclama falta de recursos para investimentos, ainda existe confusão jurídica, um nó muito dificil de desatar. Há três...

Apelo à consciência para evitar greve

mauro mendes curtinha   O governador Mauro Mendes tem grande enfrentamento pela frente, que é o provável indicativo de greve puxado pelo Sintep, categoria que congrega os profissionais da Educação. A categoria apresenta uma extensa lista de reivindicações e a primeira delas é por reajuste salarial e...

Vereador já "colhe" rede de inimizades

abilio 190   Devido à maneira inconsequente como conduz o mandato, gravando conversas e reuniões, invadindo salas, além de manipular dados, dissimular e provocar discussões e brigas, Abílio Júnior (foto) conseguiu, em pouco tempo, ampliar a rede de inimizades em todos os núcleos por onde passa...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.