Estado e seus Servidores

Sábado, 26 de Janeiro de 2019, 12h:10 | Atualizado: 28/01/2019, 10h:18

POSSÍVEL EXTINÇÃO

Ceasa pagou R$ 128 mil de salário e diária em 4 meses a ex-presidente - veja valores

Selo Estado e seus Servidores

 

Entre as estruturas da administração indireta que devem ser extintas pelo governador Mauro Mendes (DEM), a Central de Abastecimento de Mato Grosso (Ceasa) pagou, de setembro a dezembro do ano passado, R$ 128.033,64 mil de salários e diárias ao então presidente da sociedade de economia mista, Baltazar Ulrich.

Na noite de quinta (24), a Assembleia aprovou a reforma administrativa que dá permissão a Mauro para extinguir a empresa, que terá seis meses para apresentar dados e tentar justificar a necessidade de continuar existindo.

De acordo com dados do Portal da Transparência, o ex-presidente da Ceasa recebeu dois salários em cada uma das folhas de pagamento de setembro, outubro, novembro e dezembro. Pelo cargo de presidente foram pagos R$ 18.450,39 mil em cada um dos meses. Além disso, Ulrich também ocupou uma cadeira no conselho da empresa e recebeu mais R$ 5.535,12 mil por mês pela função.

Arquivo

presidente da sociedade de economia mista, Baltazar Ulrich

Ex-presidente da Central de Abastecimento de MT, sociedade de economia mista, Baltazar Ulrich recebeu R$ 30 mil de diárias em uma única viagem

Como presidente da sociedade de economia mista, ele viajou no período e recebeu diárias do Governo. Em uma única viagem, feita em outubro à Ásia, a Ceasa pagou R$ 30.341,60 mil ao servidor. Foram 16 diárias pela missão ao evento “Ásia Investor Road Show Agribusiness-AIRSA”, com saída em 26 de outubro e retorno em 11 de novembro. A viagem passou por São Paulo, Dubai (Emirados Árabes Unidos), Singapura, Xangai (China) e Tóquio (Japão).

No mesmo mês, também foram pagas cinco diárias por viagem feita a Brasília para a posse do presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Sebastião Barbosa, em 10 de outubro. Antes disso, uma viagem a Chapecó, em Santa Catarina, para visitar a Ceasa do município, rendeu mais R$ 1.575,00 mil ao então presidente da empresa mato-grossense.

Rodinei Crescêncio/Arte/Rdnews

Quadro sal�rios Ceasa

Quadro mostra o maiores salários pagos nos últimos meses; Baltazar Ulrich, que presidiu a empresa, recebeu R$ 23 mil apenas de vencimentos e benefícios

Folha salarial

Apenas dois pagamentos de salários e outros benefícios superam os feitos ao ex-presidente na folha de pagamento da Ceasa. Em dezembro, a diretora administrativa e de finanças da empresa, Gabriela Fabris Maia Duarte, recebeu R$ 47.036,70 mil brutos. Foram R$ 15.157,06 mkil referentes a “outras vantagens” e R$ 24.194,37 de férias, além de R$ 7.685,27 mil de salário sem descontos de Imposto de Renda e Previdência.

No mês de setembro, a assessora da presidência Miriam Gonçalves Barbosa recebeu um total de R$ 24.271,78 mil. Apenas R$ 1.035,78 mil foram referentes ao salário bruto. Os demais valores foram de R$ 11.497,16 mil como “outras vantagens” e R$ 11.738,84 mil de férias.

Em média, a folha salarial da Ceasa custou R$ 175,1 mil no período pesquisado pelo . Em setembro, foram R$ 185.994,2 mil para 31 empregados, R$ 160.338,87 mil para 30 empregados em outubro, R$ 174.882,73 mil para 29 empregados em novembro, e R$ 179.354,37 mil a 28 empregados em dezembro.

A Ceasa foi fundada em 2003 com lei assinada pelo ex-governador Silval Barbosa (sem partido) e é vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf). A empresa tinha capital inicial de R$ 20 milhões e foi criada com objetivo de organizar a distribuição de alimentos em Mato Grosso.

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • Ademir | Segunda-Feira, 28 de Janeiro de 2019, 23h57
    0
    0

    Mas bhá tchê , tu és liso em gaudélio Baltazar!!! Mamou bem hemm!! E CEASA nunca saiu do papel, só histórinha que tinha amigos investidores da Itália todos querendo fazer acontecer e vc passando o tempo dando uma enriquecida nestes anos todos, bagual na lida véia gaúchão!!!

  • Carlos dom Aquino | Segunda-Feira, 28 de Janeiro de 2019, 13h55
    4
    0

    falso moralista , sua hora chegou e esperamos que a justiça faça o trabalho sem ter partido .... Este cara já mentiu de mais e enrolou muita gente em campanhas passadas , junto com seu ASSESSOR mentiroso TAFAREL que nem o nome dele é kkkkk . PF , MPF , MP , PC faça um busca em toda a gestão dele e teremos mais surpresas com outros nomes conhecido ..... Impressa parabéns pela matéria e porque um presidente de um CEASA deveria ir a CHINA já que temos um BRASIL rico na agricultura ...

  • Marilda | Domingo, 27 de Janeiro de 2019, 22h06
    12
    2

    Fiz essa denúncia em setembro ao MP .pois essa brincadeira vem desde 2013. Não é só salário aluguel de carro .segurança outros mais .A onde a CENTRAL DE ABASTECIMENTO DE CUIABÁ. A única que fornece o estado de MT. Nunca viu um real.Os produtor vive na chuva e sol com sua mercadoria para vender .A onde nem asfalto tem em outubro tem um saldo de 2.000.000.00 que até agora não foi feito o balanço no portal de transparência. Será a onde foi gasto esse dimdim. Ou está lá. Fico me perguntando porque não prestou conta ainda.com tanta gente precisando de remédio é o dimdim fazendo festa com um CEASA DE PAPEL.

  • TAIGS | Domingo, 27 de Janeiro de 2019, 17h56
    16
    1

    Esse aí gosta de uma TETA. Parece até bezerro gaxo

  • Empresário | Domingo, 27 de Janeiro de 2019, 15h47
    13
    0

    MAS É AÍ? O POVO QUE SABER OS DIRETORES E PRESIDENTES IRÃO RESTOTUIR OS COFRES DO ESTADO OU VAI PASSAR A MAI NA CABRCA DESSES SAFADOS E FICAR EM PIZZA?

  • Lucas Silva | Domingo, 27 de Janeiro de 2019, 15h41
    12
    0

    VAI FUNDO MPE !! TEM MAIS CAROÇO NESTE ANGU. A CASA DO PAPAI NOEL ERA LOCAL DE UM COMITÊ ELEITORAL DE UM CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL LIGADO A EDUCAÇÃO. SERVIDOR PÚBLICO PODE FAZER CONTRATO COM O ESTADO ?

  • Rubens | Sábado, 26 de Janeiro de 2019, 21h29
    15
    4

    O correto é acabar com todas as 20 empresas públicas que o Estado de Mato Grosso mantém. É um Ralo aberto que suga o dinheiro público. O Plano de Carreira do Estado é Generoso, nem o Governo Federal que é o ente que mais arrecada paga salários tão generosos aos seus funcionários. Mato Grosso Paga os salários mais altos do Pais ao funcionalismo público. Planos de Carreira aprovadas na maioria por um cidadão Chamado José Riva e sua Trupe na era Sinval. Certo O Mauro Mendes, O estado tem que atender os três milhões e trezentos mil habitantes e não apenas os 100 mil

  • Servidor de carreira sem RGA | Sábado, 26 de Janeiro de 2019, 20h29
    14
    2

    Isso é um escárnio com o povo de Mato Grosso. Seja firme governador fecha essa pocilga logo

  • Moiséis | Sábado, 26 de Janeiro de 2019, 20h00
    6
    3

    Acontece que devido aos altos salários predominantes no alto escalão dos órgãos de MT, ninguém quer receber de remuneração 7,8 ou 10 mil reais, o que seria mais do que condizente com a arrecadação do Estado. Como disse um deles ao ser interpelado: "Se um funcionário do Judiciário ou do legislativo pode ganhar mais do que 10 mil, por que eu não posso? Afinal de contas, eu também faço parte da hierarquia superior deste órgão".

  • Servidora TAIGs | Sábado, 26 de Janeiro de 2019, 19h16
    14
    0

    O Blairo Maggi ia almoçar esse estava presente o MAGGI ia no banheiro estava esse em Brasília Taques ia visitar uma ponte esse ia atrás na caravana da saúde ou seja essas diária pagas ainda é pouco de consultar quanto esse papai Noel recebeu de diárias daria pra pagar a RGA dos servidores. Fora que perseguia servidores. A CEASA TEM QUE SER EXTINTA E OS QUE SE APROVEITARAM TEREM SEUS BENS BLOQUEADOS

Matéria(s) relacionada(s):

5 ensaiam em Cáceres pela oposição

tulio fontes curtinha   Enquanto três tucanos da base do prefeito Francis vivem expectativa por candidatura pelo palanque situacionista em Cáceres, grupos de oposição se movimentam para lançar nomes competitivos. O advogado e ex-prefeito por dois mandatos Túlio Fontes (foto), do PV, demonstra certo...

Base de Francis, Júnior e divergências

eliene liberado curtinha   O prefeito de Cáceres Francis Maris, no segundo mandato e, portanto, fora do projeto majoritário de 2020, não esconde mais de ninguém que o nome preferencial para a disputa à sucessão é do seu secretário de Turismo, Júnior Trindade. E isso não tem...

Prefeito é ovacionado em solenidade

emanuel pinheiro curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) foi ovacionado nesta segunda (17), durante a solenidade que marcou entrega das chaves das unidades do Residencial Nico Baracat I,  no Jardim Liberdade, região da Grande Osmar Cabral. No geral, 360 famílias receberam as chaves dos imóveis, programa do Minha...

Governador, Nota MT e provocação

mauro mendes curtinha   Ao lançar a Nota MT, programa que estimula e incentiva o contribuinte a pedir nota em toda compra de mercadoria, o que ajuda na cultura do combate à sonegação fiscal, o governador Mauro Mendes (foto) copia para o Estado a mesma proposta implantada em Cuiabá na época em que foi...

Cândida Farias troca MDB pelo DEM

candida farias curtinha   Aos 68 anos, completados nesta segunda (17), a empresária Cândida Farias (foto), segunda-suplente do senador Jayme Campos, está desembarcando do MDB e vai se filiar ao DEM. Apesar da mudança de legenda, ela não tem pretensões de concorrer a cargo eletivo nas urnas de 2020....

Vander forte pela oposição em Tangará

vander masson curtinha   O nome mais forte hoje da oposição em Tangará da Serra, do ponto de vista da densidade eleitoral, é do empresário Vander Masson (foto), que ficou em terceiro lugar para prefeito em 2016 e, no pleito do ano passado, concorreu e perdeu para deputado federal. Filho do ex-prefeito e...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.