VALOR BRUTO

Delegados receberam acima de R$ 40 mil

Selo Estado e seus Servidores

 

Delegados aparecem na folha de pagamentos da Polícia Judiciária Civil (PJC) nos três últimos meses de 2018 com valores brutos acima dos R$ 40 mil. Em um dos casos, houve o pagamento de R$ 19 mil em ajuda de custo para mudança a um delegado que teve de ser remanejado por ser investigado por crimes de tortura.

O dá continuidade à série de levantamentos dos salários dos servidores públicos em Mato Grosso. Os dados foram obtidos por meio do Portal da Transparência.

Foram analisadas as folhas de pagamento de outubro, novembro e dezembro do ano passado. O delegado Luiz Felipe Nascimento de Leoni aparece com R$ 57.171,14 mil na folha de outubro – o maior valor no mês. Na ocasião, constam ao delegado lotado em Guarantã do Norte subsídios de R$ 52.689,69 mil. Além disso, também foram pagos R$ 3.595,36 mil de adicional noturno e mais R$ 886,09 de adicional de férias. Com deduções de Imposto de Renda e contribuição previdenciária, foram pagos R$ 37.829,71 mil líquidos.

Marcelo Fernandes Jardim é delegado da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), em Cuiabá. Ele teve o maior valor na folha de pagamento de novembro, com R$ 57.506,90 mil – é o maior valor bruto no período pesquisado. Os subsídios do delegado naquele mês foram de R$ 53.510,90 mil. A única outra vantagem paga a Jardim foi o adicional noturno, de R$ 3.996,00 mil. Foram descontados o Imposto de Renda e a Previdência, e ainda R$ 17.876,38 mil foram retidos em razão do teto do funcionalismo público. No final das contas, foram pagos efetivamente R$ 26.440,95 mil.

No mês de dezembro, o delegado Carlos Fernando da Cunha Costa teve o maior valor da folha de pagamentos. Constam subsídios de R$ 33.540,59 mil, comissão de R$ 2.250,00 mil, adicional de férias em R$ 11.930,20 mil e ainda um abono de contribuição previdenciária de R$ 3.900,84 mil. Com as deduções de Imposto de Renda, Previdência e retenção em razão do teto, foi pago um salário de R$ 36.212,33 mil ao delegado.

De acordo com a tabela salarial disponível no Portal da Transparência, os delegados da PJC estão divididos em quatro classes com salários-base entre R$ 24.451,11 mil e R$ 33.540,59 mil.

Rodinei Crescêncio/Arte/Rdnews

Quadro PJC

Quadro mostra 10 maiores pagamentos feitos nos últimos 3 meses aos servidores lotados na Polícia Civil; Estado chegou a desembolsar mais de R$ 57 mil

Auxílio mudança

Entre os pagamentos acima de R$ 40 mil em novembro constam R$ 43,5 mil ao delegado Edson Pick, sem contabilizar os descontos de Previdência e Imposto de Renda. Ele é investigado na Operação Cruciatus, realizada contra policias civis acusados de crimes de tortura contra suspeitos durante investigações na região de Colniza.

O delegado foi preso pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) na deflagração da operação, em 19 de outubro, e solto três dias depois. No mês seguinte, Pick foi remanejado para a Delegacia Regional de Juína. Na folha de pagamentos constam R$ 19.080,00 mil de auxílio para a mudança.

Segundo a assessoria de imprensa da PJC, o valor da ajuda de custo é calculado de acordo com a distância em quilômetros entre os municípios com base na menor remuneração paga no serviço público no mês anterior. O valor é multiplicado por cinco vezes até 300 km, por 10 até 600 km, por 15 até 900 km e por 20 quando são mais de 900 km quilômetros de distância. Colniza e Juína estão 333 km distantes uma da outra.

Às 16h27 - PJC emite nota em nome do delegado Pick

Veja a íntegra da nota

A Polícia Judiciária Civil vem a público esclarecer que o delegado Edison Ricardo Pick recebeu ajuda de custo por ter sido removido para a Delegacia de São Félix do Araguaia, que fica a 1.156 km de Cuiabá. A portaria nº 78/2018/DPJCI, de 26 de outubro de 2018, foi entregue ao delegado no mesmo dia.  Em 12 de dezembro, o delegado entrou com pedido de reconsideração de sua transferência junto ao Conselho Superior de Polícia (CSP/PJC), para permanência na Regional de Juína, justificando, inclusive, o alto valor da ajuda custo que o Estado deveria pagar, em razão da distância entre os municípios de Colniza (onde era lotado) e São Félix do Araguaia. O delegado também abriu mão da ajuda de custo entre as cidades de Colniza e Juína.  No dia 18 de dezembro, o Conselho de Polícia deliberou favoravelmente pela remoção do delegado da Delegacia de São Félix do Araguaia e decidiu mantê-lo na Regional de Juína, sendo ele lotado na Delegacia de Polícia de Cotriguaçú, sem ônus ao Estado. A ajuda de custo, a qual o delegado recebeu pela transferência a São Félix do Araguaia foi paga na folha do mês de novembro e a devolução ocorreu na folha do mês seguinte, dezembro de 2018. Nos últimos 30 dias o delegado respondeu pelas Delegacias de Cotriguaçú, Juruena e Juína.

Recuo do DEM e agora no Republicano

gabriel guilherme 400 curtinha   O DEM terá de excluir da lista de pré-candidatos a vereador pela Capital o nome do jovem Gabriel Guilherme (foto), de 22 anos. Ele optou por se filiar ao Republicano. Lotado na Assembleia como assistente da Secretaria de Orçamento e Finanças e filho do ortopedista Paulo Fonseca...

Galvan vai deixar PDT e ir pra o PRTB

antonio galvan 400 curtinha   Embora não tenha perdido de vistas o Aliança pelo Brasil, partido que está sendo criado por Bolsonaro, Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja e que acabou levado à frigideira dentro do PDT em meio ao embate por tentativa de candidatura ao Senado, se mostra disposto a ingressar no...

"Pátio igual gato, comendo e miando"

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (Podemos), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, disse que o prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, está parecendo gato, comendo e miando, pois recebe recursos federais, inclusive de programas habitacionais e, mesmo assim, ainda alardeia nos...

Adair lançará ex-vice em Alto Paraguai

adair 400 curtinha   O ex-prefeito de Alto Paraguai, advogado emedebista Adair José Alves Moreira (foto), não vai disputar novamente, apesar da insistência do seu grupo. A tendência é de apoiar o seu ex-vice Luiz Figueiredo, com quem administrou a cidade de 2013 a 2016. Luiz também é do MDB e...

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.