Estado e seus Servidores

Segunda-Feira, 28 de Janeiro de 2019, 09h:51 | Atualizado: 28/01/2019, 17h:59

SOMA DE BENEFÍCIOS

Folha da PGE tem pagamentos de até R$ 62 mil e inclui ex-secretários da pasta veja

Dezembro registrou os maiores salários em razão do pagamento de benefícios como gratificação de Natal

Selo Estado e seus Servidores

 

A folha salarial da Procuradoria Geral do Estado (PGE) teve pagamentos de até R$ 62 mil entre os meses de setembro e novembro de 2018. Levantamento feito pelo selecionou os 10 maiores valores despendidos a procuradores no período.

Entre os maiores salários constam ex-procuradores-gerais como Jenz Prochnow Júnior, Gabriela Novis Neves e Luís Otávio Trovo Marques de Souza.

Em dezembro, a folha de pessoal da PGE custou R$ 8.285.882,79 milhões. Deste total, apenas R$ 235.361,02 mil foram para a folha de servidores exclusivamente comissionados. Todos os R$ 8.050.521,77 milhões restantes foram destinados a servidores efetivos da pasta, incluindo os procuradores.

O valor de dezembro foi consideravelmente mais alto que nos meses anteriores em razão de benefícios como a gratificação de Natal paga aos procuradores do Estado. Em novembro, por exemplo, a folha da PGE custou R$ 3.437.658,24 milhões e no mês anterior, R$ 3.582.871,90 milhões. Em setembro haviam sido R$ 3.512.096,54 milhões.

Os procuradores tiveram duas folhas salariais em dezembro: uma para salários e outra para a gratificação natalina. A título de exemplo, a então procuradora-geral do Estado, Gabriela Novis Neves, recebe o salário normal de dezembro, com valor bruto de R$ 40 mil e também outros R$ 11 mil da gratificação. Outros procuradores praticamente dobraram sua remuneração no mês. Fernando Cruz Moreira teve R$ R$ 49.918,81 mil na folha normal – incluindo adicional de férias e comissão – e outros R$ 37.439,11 mil da gratificação natalina. Os salários dos servidores, no entanto, só serão pagos nesta semana, devido ao escalonamento aplicado pelo Governo.

O maior valor da folha salarial normal de dezembro foi destinado à procuradora Elizabete Ferreira Zilio: R$ 62.216,49 mil brutos. Do valor total, a procuradora recebeu R$ 35.462,22 de subsídios, R$ 22.853,43 de adicional de férias e R$ 3.900,84 de abono da contribuição previdenciária.

Os subsídios dos procuradores do Estado têm o limite de 90,25% do salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Valores permanentes que ultrapassem esse percentual devem ser retidos pelo Governo do Estado.

Rodinei Crescêncio/Arte/Rdnews

Quadro sal�rios PGE

Quadro mostra maiores salários pagos nos últimos meses de 2018 na Procuradoria; Elisabete Ferreira acumula R$ 62 mil, soma do salário, férias e abono

Custo x benefício

A procuradora Glaucia Amaral, ex-presidente e atual membro da comissão de contas da Associação dos Procuradores de Mato Grosso (Apromat), defendeu a relação entre o custo da PGE ao Estado e os benefícios trazidos pela atuação dos procuradores na defesa do patrimônio público e na recuperação de dívidas.

“Desde 2016, a PGE passou a ter uma sub-procuradoria de contratos e licitações. Isso é preventivo. É aí que a gente pode fechar a torneira [dos gastos públicos]. É um trabalho de combate à corrupção. E também, nós fazemos a análise de todos os demais atos administrativos do Estado”, elencou a procuradora.

O governador Mauro Mendes (DEM) vem defendendo o corte de gastos em meio à crise financeira vivida pelo Executivo. Os gastos com empresas públicas, por exemplo, foram atacados pelo democrata, que incluiu a possilidade de extinção de quatro delas na reforma administrativa aprovada pela Assembleia Legislativa na quinta (24).

Gilberto Leite

Glaucia Amaral

Procuradora Glaucia Amaral em entrevista na sede do Rdnews; ela justifica altos salários

“Nós atuamos na demissão de servidor faltoso, que comete ilícito. Emitimos pareceres sobre leis que podem ser prejudiciais aos cofres públicos e diretamente ao cidadão. A gente fala dos interesses financeiros, mas tem os valores primários, como são saúde, educação, transporte, e outros, que não se pode perder de vista. E a atuação da procuradoria serve para preservá-los também”, continuou.

Glaucia Amaral citou valores arrecadados pela PGE entre cobranças administrativas e causas ganhas na Justiça. Em 2018, foram cerca de R$ 230 milhões.

“Esse número vem crescendo nos últimos anos. Hoje a procuradoria de Mato Grosso está entre as 10 que mais arrecadam, mas nós tivemos um salto de R$ 60 milhões em 2015 para R$ 210 milhões em 2017. Nós tivemos cerca de 30 anos no Estado em que o IPVA [Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores] nunca foi cobrado para além do Detran [Departamento Estadual de Trânsito]. Esse é um dinheiro que falta, porque ele entra em números, em projeções do orçamento e precisa ser recuperado”, declarou a procuradora.

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • Souzinha | Terça-Feira, 29 de Janeiro de 2019, 12h18
    0
    0

    Há muita falta de conhecimento ou tem servidor marajá confundindo as coisas. Em licitação, já vi terceirizada não levar mais do que 2.6 salários sobre o terceirizado, e muitas outras não ultrapassar 3sm. Mas acontece que a terceirização assusta o judiciário, a AL, o TCE, e etc, pois custará em torno de 30% do custo desses servidores. Ah, tem problema de sigilo. pois bem, as forças armadas dos EUA, terceirizam até 35% dos seus projetos super-secretos, o mesmo percentual do Canadá. França e Inglaterra ficam em torno de 30%. Isso não acontece com o número do montante de pessoas, mais sim do total de investimento.

  • NOE MONTEIRO DE BARROS | Terça-Feira, 29 de Janeiro de 2019, 09h37
    3
    1

    O Brasil precisa nascer de novo, não como descrever essa barbárie. Resta comprovado que o ser humano é o pior dos animais.

  • Gerson | Terça-Feira, 29 de Janeiro de 2019, 07h57
    4
    0

    Depende da empresa que terceiriza, não vamos fazer cortesia com chapéu alheio. Mas que a Justiça brasileira é uma das mais caras do mundo, isso é incontestável. E não adianta fabricar índices de produtividade para justificar, e nem mandar a custo do próprio erário público o servidor fazer doutorado.

  • antonio prado | Segunda-Feira, 28 de Janeiro de 2019, 18h15
    9
    0

    Altos salários dos procuradores, trabalham em um hotel, e uns 4 comissionados pra cada um escolher!! resultado: isso ai.

  • Rubens | Segunda-Feira, 28 de Janeiro de 2019, 17h57
    10
    1

    Se a empresa terceirizada receber 5 salários mínimos por funcionário, o contribuinte está no lucro. Cada Procurador custa 50 salários mínimos por mês incluídos o 13º salário. Estamos vivendo em pais que o salário minimo não chega a 1.000,00.

  • walter liz | Segunda-Feira, 28 de Janeiro de 2019, 16h30
    16
    0

    explica mas não justifica, salarios exorbitantes , se servem do dinheiro publico a bel prazer, inventam todo tipo de maracutaia para inflar os ganhos, coitado do trabalhador comum, imagine folha suplementar de gratificação natalina ?? é outro mundo e nós pagando esse absurdo

  • Teka Almeida | Segunda-Feira, 28 de Janeiro de 2019, 15h50
    13
    1

    Com toda essa dinheirama para a alta casta do estado, dava para pagar os profissionais da educação ou até mesmo os da saúde. Como todos podem ver, não são os meros funcionários que oneram o estado e sim a alta cúpula, judiciário, legislativo e as empresas que o governador jurou acabar, mas agora deu prá trás. Acredito que com todas as demonstrações que a mídia está fazendo, e é muito válido, a população veja qual área que onera o estado. Mato Grosso tem bilhões para receber e a PGE simplesmente, entra ano e sai ano, cruza os braços e assiste de camarote, ops, de suíte, o estado afundar. Vão atrás dos devedores, dos sonegadores e logo MT sai da crise.

  • jose serafini | Segunda-Feira, 28 de Janeiro de 2019, 13h47
    3
    0

    Chamem o Arcanjo que ele resolve tudo isso......

  • Carlos | Segunda-Feira, 28 de Janeiro de 2019, 13h29
    6
    2

    De acordo com os comentários, toda notícia é tendênciosa, para um lado ou para outro, estamos jogados em uma lama tóxica como aquela de Brumadinho todos os dias.

  • JORGE LUIZ | Segunda-Feira, 28 de Janeiro de 2019, 12h27
    26
    3

    E O NOME DO SECRETÁRIO DE ESTADO DE FAZENDA ROGÉRIO GALLO POR QUE NÃO ESTÁ NESSA LISTA? É OMISSÃO OU E´PROTECIONISMO EM RELAÇÃO AO CAMARADA QUE É SERVIDOR DA PGE TAMBÉM

Matéria(s) relacionada(s):

Ulysses, ideologia e clima amistoso

Ulysses Moraes curtinha   Entre os 14 deputados novatos, Ulysses Moraes (foto), do DC, é quem assumiu cadeira na Assembleia fazendo o maior barulho. Polêmico líder do MBL em Mato Grosso, ganhou fama devido aos vídeos no Youtube, em que faz críticas ao petismo e a corrupção no Estado. Antes mesmo de...

Max ou Maluf será conselheiro do TCE

max russi curtinha   Até 5ª (21) a Assembleia deve aprovar tanto no colégio de líderes quanto em plenário o nome de Max (foto) ou de Maluf para o cargo vitalício do TCE. Curiosamente, os dois estão nivelados em termos de “problemas”. Maluf se tornou réu. Max responde também a...

Guiratinga dá R$ 900 pra paciente SUS

humberto domingues bolinha curtinha guiratinga   Em Guiratinga, o prefeito Humberto Domingues Ferreira, o Bolinha (foto), do PSDB, transformou em lei uma medida considerada rara no Estado, garantindo auxílio de R$ 900 reais a cada paciente do SUS que necessite se deslocar a outra cidade para fins de tratamento médico. Essa...

O retorno e como apresentador de TV

eder moraes curtinha   E ele ressurge depois de ir do céu ao inferno. Eder Moraes, que foi supersecretário dos governos Blairo e Silval, se envolveu em escândalos, ficou preso por alguns meses e carrega condenações, processos e ações sobre os ombros, volta ao noticiário, agora como apresentador...

Condenada por fraudes na equipe de JC

chica nunes curtinha   Jayme Campos (DEM), de volta à cadeira de senador para mais oito anos de mandato, emprega no gabinete não apenas Baiano Filho, que foi vereador por Sinop e deputado estadual. Na lista de 22 nomeados nos últimos 15 dias está outra pessoa que passou pelos mesmos cargos, a ex-deputada e...

Reação do agro por causa da taxação

mauro mendes curtinha   Em solo onde brotam culturas que sustentam Sorriso no ranking de capital nacional do agronegócio e dentro de um círculo tomado por um grupo de produtores rurais, o governador Mauro Mendes (foto), que teve a coragem de taxar o agronegócio, não poderia encontrar um ambiente favorável. Ali, ao...

Selma usa Dilma para ficar no Senado

selma arruda curtinha   Na tentativa de escapar de uma cassação pela Justiça Eleitoral, a senadora Selma Arruda (PSL) invocou, quem diria, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Conhecida por bradar contra o Partido dos Trabalhadores, a senadora traz em suas alegações finais a decisão do TSE que inocentou a...

Deputado presta homenagem a pastor

thiago silva curtinha   Da tribuna da AL, em sessão na quinta, o deputado estreante Thiago Silva (foto) prestou homenagem ao pastor da Assembleia de Deus, Rubens Siro de Souza, que faz aniversário neste sábado (16). Membro da mesma Igreja, Thiago rasgou elogios a Rubens, vice-presidente da Convenção dos Ministros...

Janaina confirma bloco dos 10 na AL

A deputada Janaina Riva (MDB) confirma a construção de um bloco formado por 10 parlamentares. Ela pondera que Ullysses e Xuxu foram convidados, mas que não integram o grupo. Garante que a ideia é atuar na defesa dos direitos dos servidores e que, por enquanto, pautas como as eleições de 2022 ou a presidência da AL em 2020 ainda não são tema de discussão. Sobre o TCE, confirma que o bloco pretende votar unido em um candidato. A...

MAIS LIDAS