Estado e seus Servidores

Quinta-Feira, 07 de Fevereiro de 2019, 18h:58 | Atualizado: 08/02/2019, 13h:28

ÚLTIMOS MESES DE 2018

Na Sefaz, 91 servidores recebem acima de R$ 40 mil; maior valor é de R$ 99 mil lista

A categoria com os maiores salários é a dos fiscais de tributos, que podem ganhar mais de R$ 31 mil

Selo Estado e seus Servidores

 

Levantamento realizado pelo constatou que nos últimos três meses de 2018, um total 91 servidores da secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) receberam pagamentos acima de R$ 40 mil brutos, incluindo subsídio e outros benefícios trabalhistas. O maior valor constatado está na folha de pagamento de dezembro: R$ 99 mil.

A reportagem deu continuidade às pesquisas dos salários dos servidores públicos de Mato Grosso baseadas em dados fornecidos pelo Portal da Transparência.

O fiscal de tributos Gonçalo Santana de Souza apareceu na folha de dezembro com o maior valor. Apenas relativo a um abono de contribuição previdenciária foram R$ 55.735,55 mil – este tipo de benefício é isento de contribuições sociais, como imposto de renda.

Outros R$ 3.075,84 mil foram pagos referentes a abono de contribuição previdenciária da gratificação natalina. O salário de R$ 30.663,40 mil e o adicional de férias de R$ 10.221,13 mil se somaram aos demais benefícios para que fossem alcançados os R$ 99 mil brutos.

Apenas os fiscais de tributos José Carlos Emídio e Marina Hilda Peres aparecem mais de uma vez no levantamento feito pela reportagem. Tanto na folha de pagamentos de outubro quanto na folha de dezembro, eles estão com valores acima dos R$ 40 mil.

Segundo o Portal da Transparência, em dezembro, o fiscal José Carlos recebeu R$ 10.534,57 mil referente a férias, além de R$ 31.603,70 mil de subsídios, somando R$ 42.138,27 mil. Já na folha de outubro foram outros R$ 31.603,70 mil relativos ao subsídio e R$ 10.508,18 mil de adicional de férias.

Já a fiscal de tributos Marina Hilda consta na folha de pagamentos da Sefaz de outubro com salário de R$ 30.663,40 mil e mais R$ 10.221,13 mil de adicional de férias. Em dezembro, foram R$ 31.132,26 mil e R$ 10.377,42 mil referentes aos mesmos benefícios.

O secretário da Sefaz Rogério Gallo aparece no grupo de 62 servidores com pagamentos acima de R$ 40 mil em dezembro de 2018. Foram R$ 40.076,92 mil referentes a salário e adicional de férias.

Rodinei Crescêncio/Arte/Rdnews

Quadro sal�rios Sefaz

Os 10 maiores pagamentos feitos a servidores nos últimos 3 meses; Rogério Gallo, em dezembro, ficou entre aqueles que receberam mais de R$ 40 mil

Custo da folha

Em dezembro do ano passado, os salários dos servidores da Sefaz consumiram R$ 56,4 milhões. Em outubro foram R$ 26,6 milhões e em novembro, R$ 25.318.275,14 milhões.

A pasta tem 1.117 efetivos, cerca de 60 comissionados e ainda 44 servidores que tiveram a estabilidade reconhecida pela Constituição Federal. A categoria com os maiores salários é a dos fiscais de tributos. A tabela salarial estabelece que eles recebam entre R$ 25.036,97 e R$ 31.603,70 de subsídios básicos, divididos em cinco níveis e três classes.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Carlos Araújo | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 21h36
    3
    0

    Isso mesmo Heleno, a carreira da educação é a pior de nível superior do Estado, em salários, condições das escolas, etc

  • Amauri | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 14h57
    7
    11

    Vocês querem o quê? Mato Grosso é um Estado rico. Está nivelado entre os cinco com maior orçamento do Brasil, e diga-se de passagem, o seu funcionalismo apresenta altíssima produtividade. Então o resto é blá blá blá

  • patricia | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 13h53
    7
    13

    Um salario de uma autoridade fiscal é em torno de 30.000 (trinta mil reais bruto), restando uns 20.000 liquido ( aquilo que recebe de verdade) , isto apos anos de serviços, com ingresso via concurso publico, sendo um dos concursos mais mais difíceis do Brasil, salario esse que ganha juiz, promotor, Procurador etc, vão estudar para ganhar igual kkkkkk

  • Só olhando | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 11h35
    22
    0

    É NECESSÁRIO QUE TAMBÉM SE VEJAM SALÁRIOS NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA. Inclusive os que recebem e não trabalham

  • alexandre | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 08h52
    17
    9

    Hobin Hood as avessas, tira dos pobres, para dar aos Poderes e manter megas salários nas carreiras de elite do Estado... por isso, não param por nada. verba indenizatoria..

  • Sonia | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 08h18
    26
    7

    Governo de malandros! querem arrebentar os servidores que ganham pouco e manter os privilégios dos marajás do serviço público. E os agentes penitenciários, os policiais militares e professores? até quando o policial militar vai aguentar calado essa perseguição por parte do governo?

  • Servidor indignado | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 08h13
    21
    4

    Uai! por que esse governo hipócrita Mauro Mentiroso são faz valer o teto constitucional? pelo que vejo, o foco dele é causar prejuízos ao servidor, policial militar e professor que ganha até 4 mil reais por mês e, ainda, não terá direito a recomposição do seus salários em decorrência das perdas inflacionárias. Acabar com os super-salários, nem pensar, não é mesmo governador?!!!

  • Ana List worm | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 05h28
    17
    2

    Aí Mauro corta o RGA, tira o curso profuncionario, quer tirar progressão de um vigilante, de uma merendeira, de quem faz limpeza em escola e que ganha 1300reais sem vale alimentação. Evitando essas pessoas tirarem um salário um pouquinho melhor. Greve geral já.

  • Eleitor | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 05h21
    25
    2

    O CONCEITUADO SITE RDNEWS DEVERIA FAZER UMA MATÉRIA E MOSTRAR PARA A SOCIEDADE TODOS OS BENEFICIOS QUE O GOVERNADOR E SUA FAMÍLIA RECEBE PAGO COM DINHEIRO PUBLICO,. E, MOSTRA SE O GOVERNADOR ABRIU MÃO DESTES BENEFICIOSOS. PORQUE AFINAL É PRECISO DAR EXEMPLO PARA COBRAR SACRIFÍCIO DO OUTROS..

  • Pedro | Quinta-Feira, 07 de Fevereiro de 2019, 22h40
    30
    2

    [ Problema e que o governador quer cortar salarios e direitos dos trabalhadores que ganham pouco, e nao desses casos ai qie sim devem ser revistos. Tampouco cortar os beneficios fiscais dos ricos empresarios e agropecuáristas do Estado. Assim, pobre mais pobre e rico mais rico cada dia q passa. E vocês nao.poderiam falar disso nessa reportagem? Esses salarios ai.nao são a regra. Dao a excessão senhor reporter!!!.

Matéria(s) relacionada(s):

5 ensaiam em Cáceres pela oposição

tulio fontes curtinha   Enquanto três tucanos da base do prefeito Francis vivem expectativa por candidatura pelo palanque situacionista em Cáceres, grupos de oposição se movimentam para lançar nomes competitivos. O advogado e ex-prefeito por dois mandatos Túlio Fontes (foto), do PV, demonstra certo...

Base de Francis, Júnior e divergências

eliene liberado curtinha   O prefeito de Cáceres Francis Maris, no segundo mandato e, portanto, fora do projeto majoritário de 2020, não esconde mais de ninguém que o nome preferencial para a disputa à sucessão é do seu secretário de Turismo, Júnior Trindade. E isso não tem...

Prefeito é ovacionado em solenidade

emanuel pinheiro curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) foi ovacionado nesta segunda (17), durante a solenidade que marcou entrega das chaves das unidades do Residencial Nico Baracat I,  no Jardim Liberdade, região da Grande Osmar Cabral. No geral, 360 famílias receberam as chaves dos imóveis, programa do Minha...

Governador, Nota MT e provocação

mauro mendes curtinha   Ao lançar a Nota MT, programa que estimula e incentiva o contribuinte a pedir nota em toda compra de mercadoria, o que ajuda na cultura do combate à sonegação fiscal, o governador Mauro Mendes (foto) copia para o Estado a mesma proposta implantada em Cuiabá na época em que foi...

Cândida Farias troca MDB pelo DEM

candida farias curtinha   Aos 68 anos, completados nesta segunda (17), a empresária Cândida Farias (foto), segunda-suplente do senador Jayme Campos, está desembarcando do MDB e vai se filiar ao DEM. Apesar da mudança de legenda, ela não tem pretensões de concorrer a cargo eletivo nas urnas de 2020....

Vander forte pela oposição em Tangará

vander masson curtinha   O nome mais forte hoje da oposição em Tangará da Serra, do ponto de vista da densidade eleitoral, é do empresário Vander Masson (foto), que ficou em terceiro lugar para prefeito em 2016 e, no pleito do ano passado, concorreu e perdeu para deputado federal. Filho do ex-prefeito e...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.