Estado e seus Servidores

Quinta-Feira, 07 de Fevereiro de 2019, 18h:58 | Atualizado: 08/02/2019, 13h:28

ÚLTIMOS MESES DE 2018

Na Sefaz, 91 servidores recebem acima de R$ 40 mil; maior valor é de R$ 99 mil lista

A categoria com os maiores salários é a dos fiscais de tributos, que podem ganhar mais de R$ 31 mil

Selo Estado e seus Servidores

 

Levantamento realizado pelo constatou que nos últimos três meses de 2018, um total 91 servidores da secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) receberam pagamentos acima de R$ 40 mil brutos, incluindo subsídio e outros benefícios trabalhistas. O maior valor constatado está na folha de pagamento de dezembro: R$ 99 mil.

A reportagem deu continuidade às pesquisas dos salários dos servidores públicos de Mato Grosso baseadas em dados fornecidos pelo Portal da Transparência.

O fiscal de tributos Gonçalo Santana de Souza apareceu na folha de dezembro com o maior valor. Apenas relativo a um abono de contribuição previdenciária foram R$ 55.735,55 mil – este tipo de benefício é isento de contribuições sociais, como imposto de renda.

Outros R$ 3.075,84 mil foram pagos referentes a abono de contribuição previdenciária da gratificação natalina. O salário de R$ 30.663,40 mil e o adicional de férias de R$ 10.221,13 mil se somaram aos demais benefícios para que fossem alcançados os R$ 99 mil brutos.

Apenas os fiscais de tributos José Carlos Emídio e Marina Hilda Peres aparecem mais de uma vez no levantamento feito pela reportagem. Tanto na folha de pagamentos de outubro quanto na folha de dezembro, eles estão com valores acima dos R$ 40 mil.

Segundo o Portal da Transparência, em dezembro, o fiscal José Carlos recebeu R$ 10.534,57 mil referente a férias, além de R$ 31.603,70 mil de subsídios, somando R$ 42.138,27 mil. Já na folha de outubro foram outros R$ 31.603,70 mil relativos ao subsídio e R$ 10.508,18 mil de adicional de férias.

Já a fiscal de tributos Marina Hilda consta na folha de pagamentos da Sefaz de outubro com salário de R$ 30.663,40 mil e mais R$ 10.221,13 mil de adicional de férias. Em dezembro, foram R$ 31.132,26 mil e R$ 10.377,42 mil referentes aos mesmos benefícios.

O secretário da Sefaz Rogério Gallo aparece no grupo de 62 servidores com pagamentos acima de R$ 40 mil em dezembro de 2018. Foram R$ 40.076,92 mil referentes a salário e adicional de férias.

Rodinei Crescêncio/Arte/Rdnews

Quadro sal�rios Sefaz

Os 10 maiores pagamentos feitos a servidores nos últimos 3 meses; Rogério Gallo, em dezembro, ficou entre aqueles que receberam mais de R$ 40 mil

Custo da folha

Em dezembro do ano passado, os salários dos servidores da Sefaz consumiram R$ 56,4 milhões. Em outubro foram R$ 26,6 milhões e em novembro, R$ 25.318.275,14 milhões.

A pasta tem 1.117 efetivos, cerca de 60 comissionados e ainda 44 servidores que tiveram a estabilidade reconhecida pela Constituição Federal. A categoria com os maiores salários é a dos fiscais de tributos. A tabela salarial estabelece que eles recebam entre R$ 25.036,97 e R$ 31.603,70 de subsídios básicos, divididos em cinco níveis e três classes.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Carlos Araújo | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 21h36
    2
    0

    Isso mesmo Heleno, a carreira da educação é a pior de nível superior do Estado, em salários, condições das escolas, etc

  • Amauri | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 14h57
    6
    11

    Vocês querem o quê? Mato Grosso é um Estado rico. Está nivelado entre os cinco com maior orçamento do Brasil, e diga-se de passagem, o seu funcionalismo apresenta altíssima produtividade. Então o resto é blá blá blá

  • patricia | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 13h53
    6
    13

    Um salario de uma autoridade fiscal é em torno de 30.000 (trinta mil reais bruto), restando uns 20.000 liquido ( aquilo que recebe de verdade) , isto apos anos de serviços, com ingresso via concurso publico, sendo um dos concursos mais mais difíceis do Brasil, salario esse que ganha juiz, promotor, Procurador etc, vão estudar para ganhar igual kkkkkk

  • Só olhando | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 11h35
    22
    0

    É NECESSÁRIO QUE TAMBÉM SE VEJAM SALÁRIOS NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA. Inclusive os que recebem e não trabalham

  • alexandre | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 08h52
    17
    9

    Hobin Hood as avessas, tira dos pobres, para dar aos Poderes e manter megas salários nas carreiras de elite do Estado... por isso, não param por nada. verba indenizatoria..

  • Sonia | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 08h18
    26
    7

    Governo de malandros! querem arrebentar os servidores que ganham pouco e manter os privilégios dos marajás do serviço público. E os agentes penitenciários, os policiais militares e professores? até quando o policial militar vai aguentar calado essa perseguição por parte do governo?

  • Servidor indignado | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 08h13
    21
    4

    Uai! por que esse governo hipócrita Mauro Mentiroso são faz valer o teto constitucional? pelo que vejo, o foco dele é causar prejuízos ao servidor, policial militar e professor que ganha até 4 mil reais por mês e, ainda, não terá direito a recomposição do seus salários em decorrência das perdas inflacionárias. Acabar com os super-salários, nem pensar, não é mesmo governador?!!!

  • Ana List worm | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 05h28
    17
    2

    Aí Mauro corta o RGA, tira o curso profuncionario, quer tirar progressão de um vigilante, de uma merendeira, de quem faz limpeza em escola e que ganha 1300reais sem vale alimentação. Evitando essas pessoas tirarem um salário um pouquinho melhor. Greve geral já.

  • Eleitor | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 05h21
    25
    2

    O CONCEITUADO SITE RDNEWS DEVERIA FAZER UMA MATÉRIA E MOSTRAR PARA A SOCIEDADE TODOS OS BENEFICIOS QUE O GOVERNADOR E SUA FAMÍLIA RECEBE PAGO COM DINHEIRO PUBLICO,. E, MOSTRA SE O GOVERNADOR ABRIU MÃO DESTES BENEFICIOSOS. PORQUE AFINAL É PRECISO DAR EXEMPLO PARA COBRAR SACRIFÍCIO DO OUTROS..

  • Pedro | Quinta-Feira, 07 de Fevereiro de 2019, 22h40
    30
    2

    [ Problema e que o governador quer cortar salarios e direitos dos trabalhadores que ganham pouco, e nao desses casos ai qie sim devem ser revistos. Tampouco cortar os beneficios fiscais dos ricos empresarios e agropecuáristas do Estado. Assim, pobre mais pobre e rico mais rico cada dia q passa. E vocês nao.poderiam falar disso nessa reportagem? Esses salarios ai.nao são a regra. Dao a excessão senhor reporter!!!.

Matéria(s) relacionada(s):

Provando competência na direção AL

janaina riva curtinha   Na 1ª semana como presidente da Assembleia, a jovem deputada Janaína Riva, de 30 anos, tem surpreendido colegas parlamentares, secretários de diferentes setores da Casa, assim como servidores, pelo foco em gestão, empenho e dedicação para resolver problemáticas administrativas....

Imagem vazada de jogo não é oficial

A organização SpriMT Marketing Esportivo, juntamente com Perk Soluções Criativas, esclarece que o banner, que circula, não foi feito pela empresa – que tomou conhecimento sobre a existência dele após a publicação na coluna Curtinhas. Revela ainda que a imagem, sem a informação de que seria um clássico Master, foi vazada durante o envio para orçamentos gráficos. As publicidades oficiais...

Fla X Timão e propaganda enganosa

Quem vê um dos banners de publicidade sobre o clássico entre Flamento e Corinthians logo se empolga. A tendência é que haja uma correria por ingressos. Mas, a organização, de propósito, está ocultando uma informação importante. Na verdade, os times principais não vão se enfrentar. Haverá um jogo comemorativo entre os jogadores da equipe master (veteranos) - evento conhecido como “Encontro das...

Pregão é suspenso em Campo Verde

fabio 190 campo verde prefeito   Em Campo Verde, o prefeito Fábio Schroeter (foto) terá de suspender de imediato um pregão presencial programado para esta quinta, por causa de irregularidades. Buscava-se contratar, por R$ 327,9 mil, uma empresa para prestar serviço, junto à secretaria municipal de...

Após chuvas, prefeito pede socorro

moises_curtinha_juscimeira   As fortes chuvas de janeiro, agravadas pelas que castigaram Juscimeira no início deste mês, levaram o prefeito Moisés dos Santos a decretar situação de emergência nas 8 áreas afetadas (assentamentos, povoados e nos distritos de Irenópolis e Fátima de...

Prefeito e decreto para evitar mortes

Raimundo Nonato, prefeito de Barra do Bugres assinou o decreto 029 declarando situação de emergência por causa da suspensão de uma parceria com o Instituto Assistencial de Desenvolvimento (IAD), que prestava serviço de mão de obra na área da saúde. Alega que há um déficit de profissionais tais como enfermeiros, médicos, psicólogos, dentistas e nutricionistas. E que, por conta da suspensão da parceria, pode...

MAIS LIDAS