Estado e seus Servidores

Quinta-Feira, 14 de Fevereiro de 2019, 07h:10 | Atualizado: 15/02/2019, 13h:32

SUBSÍDIOS E BENEFÍCIOS

No TCE, 10 maiores salários brutos são superiores a R$ 44 mil - lista de valores

Série em que o #rdnews revela super salários na "máquina" pública chega ao Tribunal de Contas de MT

Selo Estado e seus Servidores

 

Os vencimentos de servidores do Tribunal de Contas (TCE) chegaram a até R$ 61 mil brutos em 2018. Levantamento feito pelo constatou que os gastos com servidores que possuem vencimentos acima de R$ 40 mil brutos somaram mais de R$ 1,3 milhão por mês entre outubro e dezembro do ano passado.

Os vencimentos incluem pagamentos dos salários efetivamente e também aqueles referentes a cargos comissionados, direitos de incorporação por cargos referentes a leis de carreira e, em alguns casos, adicional de férias. Destes, apenas o pagamento relativo a férias é esporádico. Todos os valores constam no Portal da Transparência do TCE.

Em outubro, o maior vencimento foi da auditora pública externa Risodalva Beata de Castro com R$ 50,6 mil brutos. Servidora efetiva do TCE, ela consta na folha de pagamentos com R$ 33,5 mil de salário e mais R$ 6,3 mil pelo cargo de secretária-geral da Presidência, ocupado naquele mês. Outros R$ 10,7 mil são referentes ao cargo de secretária-chefe da Consultoria Técnica do TCE, ocupado anteriormente e que foi incorporado ao subsídio. Com descontos de Previdência, Imposto de Renda e ainda a retenção pelo teto constitucional, o salário efetivamente pago à auditora naquele mês foi de R$ 22,7 mil.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Tribunal de Contas de Mato Grosso (Sinttcontas), Vander Melo, afirmou ao que o acúmulo de vencimentos referentes a cargos atuais e outros incorporados é uma discussão antiga na Corte de Contas.

Rodinei Crescêncio/Arte/Rdnews

Quadro sal�rios TCE

Quadro com os 10 maiores pagamentos feitos a servidores do TCE nos últimos meses de 2018; valores apresentados não levam em consideração descontos

“Todas as carreiras têm isso. Era permitido a um pessoal mais antigo incorporar os cargos aos rendimentos. Passou o tempo e essas pessoas foram nomeadas em outros cargos. Quando vai para a ativa, ele consegue receber um valor diferente daquilo, a mais, pela função em comissão. Nós já discutimos, mas não teve como mudar”, disse. Decisões administrativas, segundo o representante da categoria, permitiram a incorporação dos valores aos salários.

No mês de novembro, o auditor Clarismar Negrisoli Couto Garcia teve o maior rendimento, calculado em R$ 53.453,14 mil se somados todos os benefícios brutos. Além dos R$ 33,5 mil referentes ao salário bruto de auditor efetivo do TCE, também consta a incorporação do cargo de subsecretário de controle de órgãos estaduais, em R$ 8,9 mil, e mais R$ 11,2 mil de adicional de férias. Líquido, o salário do servidor, porém, foi de R$ 31 mil.

Nos três meses pesquisados, o maior vencimento consta na folha de dezembro destinado ao secretário de controle externo de atos de pessoal, Osiel Mendes de Oliveira. No total, foram R$ 61,2 mil brutos. Como auditor efetivo, foram destinados R$ 33,5 mil de salário bruto e R$ 5,7 mil pelo cargo ocupado atualmente. Osiel também acumula a incorporação do cargo de secretário de atos de pessoal e Previdência Social, em R$ 10,7 mil. Em dezembro ele ainda recebeu R$ 11,2 mil de adicional de férias. O total líquido foi de R$ 30,9 mil.

Vander Melo, do Sinttcontas, explicou ainda que os auditores são a carreira de nível mais alto entre os servidores do TCE, abaixo apenas dos conselheiros e de membros do Ministério Público de Contas. Os menores salários correspondem a cargos para a prestação de serviços de apoio, que vêm sendo substituídos por terceirizados.

Salários dos conselheiros

Os seis conselheiros substitutos e o presidente do TCE, conselheiro Domingos Neto, receberam R$ 33.763,00 mil brutos nos meses pesquisados pela reportagem. Presidente, vice-presidente, corregedor-geral, ouvidor-geral e presidentes de câmaras recebem R$ 3,2 mil, valor que está incluso no total bruto dos salários acima.

quadro - salário dos conselheiros

Confira, acima, quanto receberam os 13 conselheiros, que atuam no TCE e/ou estão afastados devido investigação judicial, nos últimos meses de 2018 

Além dos salários, os conselheiros substitutos têm direito a R$ 4,3 mil mensais de auxílio-moradia, R$ 503,03 de auxílio-alimentação, R$ 19,2 mil de verba indenizatória, e ainda R$ 28,9 a cada semestre para aquisição de obras técnicas. A verba indenizatória pode ser utilizada para diárias de viagens, passagens, veículos, combustíveis e suprimentos de fundos. Todos estes valores constam como de direito dos conselheiros entre os meses de outubro e dezembro, abarcados pelo levantamento.

Único titular da vaga entre os que ocupam cadeiras no Pleno do TCE, Domingos Neto recebe salário de R$ 33,7 mil brutos, outros R$ 30,4 mil e por semestre para a aquisição de obras técnicas, além das demais verbas indenizáveis nos mesmos valores dos conselheiros substitutos.

Os seis conselheiros que foram afastados pela Justiça na deflagração da Operação Malebolge em setembro de 2017, seguem recebendo salários - R$ 33.7 mil brutos, cada.

Postar um novo comentário

Comentários (40)

  • Marcos da Silva | Sábado, 23 de Fevereiro de 2019, 09h34
    4
    0

    Esqueceram das verbas indenizatórias dos servidores que não aparecem no portal da transparência. Kkkkkkkkkkkkk Até nisso, pelo menos a CGE é mais transparente. Os auditores do TCE ganham 11 mil , analistas do MP 8500 e as outras carreiras de nível médio também recebem. Os fiscais de estado e agentes de tributo também ganham VI E NAO CONSTAM DOS PORTAIS DE TRANSPARÊNCIA. Então, observem somente a CGE mostra o salário com verba no portal da transparência. O restante, inclusive os procuradores do estado, a Pge, não disponibilizam as indenizações nos portais.

  • Sonia | Domingo, 17 de Fevereiro de 2019, 08h57
    2
    0

    Cabe à sociedade, principalmente ao mercado, impor um limite ao Estado. Se as organizações humanas refletem a atitude dos seres humanos (questão de lógica!), e os seres humanos que compõem o mercado saem da mesma fonte que compõe o Estado – a sociedade é uma ingenuidade supor que o Estado também não esteja sujeito a distorções (FIOR, BARBOSA e RIBAS, 2005).

  • Sonia P. S. Pedroso | Domingo, 17 de Fevereiro de 2019, 08h46
    2
    1

    Gostaria que os Órgãos divulgassem os benefícios que os gastos trazem para a população. Que a transparência seja mostrar o que é gasto e com o que? Prestação de contas mensal gastos x serviços prestados. Contribuíram com o que para justificar a despesa mensal.

  • Gaeta | Sexta-Feira, 15 de Fevereiro de 2019, 17h34
    6
    0

    Duvido que alguém tenha coragem de ENVIAR ESTA MATÉRIA PARA O SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA- STJ, que é o órgão competente para julgar os CONSELHEIROS? TEM QUE CHAMAR O JORNAL NACIONAL E O FANTÁSTICO para fazerem uma matéria. Isso é um escândalo nacional, caso esta matéria seja verdadeira. SOU A FAVOR DA EXTINÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MATO GROSSO.

  • Luiz Campos | Sexta-Feira, 15 de Fevereiro de 2019, 17h04
    1
    4

    A IRMÃ DO PRESIDENTE DO TCE, Doutora Naíse, que falaram que ganha SÓ 51 MIL REAIS, é concursada. Por isso, ela ganha mais do que o próprio IRMÃO, que é o atual Presidente do TCE, Doutor Campos Neto/Domingos Neto.

  • Bruno SILVEIRA | Sexta-Feira, 15 de Fevereiro de 2019, 13h18
    3
    2

    Caro just você está equivocado não são tudo farinha do mesmo saco não...a CGE graças a Deus me ajudou a resolver e encontrar solução para muitos problemas q tive aqui no meu órgão...eles atendem telefone, respondem as consultas e estão presente no órgão para ajudar, dão vários treinamentos, fiz o curso de fiscal de contrato e aprendi muito, a auditora Sônia q deu o curso é super competente tirou todas as minhas duvidas e o melhor ainda o curso é de graça...a CGE FICA NO ESTADO E O TCE PRECISA APRENDER COM A CGE PARA FICAR...E O TCE TEM QUE TER MAIS HUMILDADE...FALO COM CONHECIMENTO DO QUE EU VIVO NO MEU DIA DIA NA EXECUÇÃO..

  • Tatu | Sexta-Feira, 15 de Fevereiro de 2019, 10h46
    5
    5

    Pra mim é a CGE que deveria ser extinta.. o TCE julga, aplica multas, condena a ressarcir, etc. A CGE, cheia de supersalarios, só serve para recomendar, sugerir.. e faz parte do executivo. Vcs acham mesmo que é um trabalho isento??? Só tem idoso sentado em cima de subsidio de 30mil e VI gorda .

  • Jésus Barra do Garças | Sexta-Feira, 15 de Fevereiro de 2019, 10h15
    6
    1

    revoltante

  • marta | Sexta-Feira, 15 de Fevereiro de 2019, 09h54
    7
    2

    são os servidores do executivo que levam esse pessoal nas costas, alias do tj também.... são gordos salarios todos mais que o governador, vamos parar de ipocresia....

  • Elen | Sexta-Feira, 15 de Fevereiro de 2019, 08h33
    4
    1

    A mídia em parte (meia mídia), só agora começa realmente indiretamente a mostrar como uma classe de servidores privilegiados exploram os demais. Especialmente os mais necessitados, porque esse dinheiro deveria ir para a saúde, educação, transporte público. Saúde: 70% da população não tem plano. Educação: embora maquiada, as pesquisas apontam MT como o 13º da federação. Transporte: pegar o bus em MT é uma aventura além do preço do transporte. Sem contar segurança, preço da energia e dos alimentos. Mas, o povão não tem para onde correr, e nossos políticos são insensíveis a essa realidade.

Matéria(s) relacionada(s):

Licitações serão gravadas em Tangará

rogerio silva curtinha   Mesmo o prefeito Fabinho Junqueira se manifestando contra, a Prefeitura de Tangará da Serra e suas autarquias e também a Câmara Municipal terão agora que gravar e transmitir em áudio e vídeo todas as sessões de licitações. O projeto partiu do vereador emedebista...

Pleno escolhe novo desembargador

carlos alberto 190 curtinha tj   Nesta 5ª (27) o Pleno do Tribunal de Justiça, sob Carlos Alberto Alves, define quem vai assumir a vaga deixada pela desembargadora aposentada Cleuci Terezinha Chagas, que deixou o Pleno em janeiro. Ao total, 24 magistrados, da primeira quinta parte dos mais antigos lotados na Entrância Especial,...

Retorno e convidados de Rondonópolis

adilton sachetti curtinha   Apesar de ter se casado com Lidiane Campos longe de Rondonópolis, onde foi prefeito e pretende concorrer de novo ao mesmo posto, Adilton Sachetti fez questão de prestigiar dezenas de rondonopolitanos entre os 250 que receberam convite especial à festa matrimonial, realizada sábado, na pousada...

Prefeitos e dinheiro público com shows

marquinhos do dede curtinha   Algumas prefeitos estão aproveitando datas comemorativas, como o aniversário de seus municípios, para promover farra artística com dinheiro público. Em Paranatinga, por exemplo, o prefeito Marquinhos do Dedé (foto) autorizou gastar R$ 115 mil em dois shows dentro da...

Possível duelo entre Pátio e Sachetti

Em 2008, Adilton Sachetti (foto) era prefeito de Rondonópolis e, com a máquina a seu favor, tentou a reeleição e, mesmo assim, foi derrotado por Zé do Pátio. No próximo ano, 12 anos depois, os dois devem se enfrentar de novo nas urnas. Agora em posições inversas. Pátio, com o controle da máquina, buscará novo mandato. E Sachetti, pela oposição, pretende reconquistar a prefeitura para resgatar...

Situação de emergência na MT-100

As péssimas condições de trafegabilidade da MT-100, agravadas por ingerências e irresponsabilidade de empreiteiras que fizeram obras pela metade, levaram o governo estadual a decretar situação de emergência no trecho entre Torixoréu e Pontal do Araguaia e sob interferência da Defesa Civil. Com isso, está sendo possível executar obras paliativas sem licitação, uma forma de amenizar o transtorno,...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.