Estado e seus Servidores

Sábado, 19 de Janeiro de 2019, 08h:28 | Atualizado: 28/01/2019, 10h:59

LEVANTAMENTO

Salários da elite da Empaer crescem 25% em 3 meses e chegam a até R$ 33 mil

Diante da possibilidade de extinção, sidicalistas defendem que empresa seja reformulada, mas mantida, por conta do trabalho feito pela agricultura familiar

Selo Estado e seus Servidores

 

Os valores gastos pela Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) com salários acima de R$ 20 mil teve crescimento de 25% entre os meses de agosto e outubro de 2018. Alguns dos salários dos servidores concursados da empresa pública passaram dos R$ 30 mil, se contabilizadas todas as verbas e benefícios a que tinham direito.

O fez um levantamento com os demonstrativos financeiros de agosto, setembro e outubro, disponíveis no Portal da Transparência do Governo. Em agosto, o gasto com a faixa salarial acima de R$ 20 mil era de R$ 1,4 milhão. O valor saltou para R$ 1,8 milhão em outubro.

O governador Mauro Mendes (DEM) enviou uma proposta de reforma administrativa à Assembleia Legislativa que inclui a extinção da Empaer e outras cinco empresas públicas de Mato Grosso.

No total, a folha salarial de outubro da Empaer teve um custo de R$ 8,1 milhões com os 662 empregados. Naquele mês, o maior valor pago foi de R$ 33,7 mil ao pesquisador em Biologia de microrganismos e parasitas Napoleão Silvino de Souza. Foram R$ 24,9 mil referentes ao salário bruto, sem descontos de Imposto de Renda e Previdência, mais R$ 8,4 mil de férias e R$ 381 contabilizados como “outras vantagens”.

A folha de setembro teve um custo de R$ 7,8 milhões. O maior valor foi pago ao extensionista rural Antonio Romulo Fava, num total de R$ 32,2 mil, incluindo férias. Já em agosto, o primeiro mês do levantamento feito pela reportagem, o maior pagamento de benefícios como salário bruto, férias e outras vantagens foi de R$ 31,8 mil à pesquisadora Nara Regina Gervini Souza.

Sem contabilizar pagamentos por férias, que são esporádicos, os maiores valores foram despendidos com a chefe de gabinete Eliane Maria Forte Daltro nos três meses pesquisados. Os valores destinados à servidora, entre salários e comissão/gratificação, foram de R$ 26,1 mil em agosto, R$ 26,6 mil em setembro e R$ 27,4 mil em outubro - sem descontos de Imposto de Renda e Previdência.

A Empaer é vinculada à Secretaria de Agricultura Familiar (Seaf). Após ser eleito, Mauro Mendes chegou a cogitar a possibilidade de extinção da pasta. Ele, porém, voltou atrás atendendo a pedido do MDB do deputado federal Carlos Bezerra. Para comandar a pasta foi nomeado o deputado estadual derrotado Silvano Amaral (MDB). Se for levada a cabo a extinção da empresa, os servidores ficarão lotados na pasta controlada pela sigla.

Rodinei Crescêncio/Arte/Rdnews

Quadro salarios Empaer

Quadro mostra lista dos servidores concursados na Empaer que ganharam mais de R$ 20 mil em 3 meses em 2018; Napoleão Silvino recebeu maior salário

PDV e mudança de CNPJ

Ao , o Sinterp, sindicato que representa os empregados da Empaer, defendeu que a melhor solução seria não a extinção da empresa, mas sua refundação como um instituto. O salto salarial observado no levantamento, segundo o sindicato, diz respeito à Revisão Geral Anual (RGA) de 2018.

“Nós concordamos que tem que haver mudanças. Mas a empresa tem 54 anos de serviço prestados. Nós queremos levar para o governo uma solução, que não é a extinção. Que seja boa para todos, que venha de encontro com as necessidades do Governo e com as necessidades dos funcionários”, disse o presidente do sindicato, Pedro Carlos Carlotto.

Ronaldo Mazza

Pedro Carlos Carlotto

Pedro Carlotto, presidente do Sinterp, que representa servidores da Empaer, fala em audiência na AL sobre extinção

O sindicalista aponta que os maiores salários da Empaer são destinados a funcionários em final de carreira e que já aderiram ao Plano de Demissão Voluntária (PDV). Segundo Carlotto, 140 empregados sinalizaram por entrar no plano, o que representaria economia de 40% com a folha salarial nos próximos anos.

O governador chegou a citar casos de motoristas e funcionários de serviços gerais que recebem mais de R$ 10 mil. Carlotto afirmou que os cargos não foram renovados no último concurso e os atuais empregados estariam inclusos no PDV.

A refundação como instituto possibilitaria a criação de um novo CNPJ. O atual tem dívidas de mais de R$ 100 milhões que foram herdadas, em parte, de empresas como a Companhia de Desenvolvimento Agrícola (Codeagri) e a Companhia de Armazéns e Silos de Mato Grosso (Casemat), que foram incorporadas à Empaer ao longo do tempo.

O novo CNPJ também daria a possibilidade de a Empaer firmar convênios com o Governo Federal e empresas internacionais para o desenvolvimento de tecnologia para a agricultura no Estado, trazendo recursos par ao custeio do futuro instituto.

“Nós temos solução, nós queremos ajudar o Estado. O Estado tem uma agricultura pujante hoje porque os técnicos da Empaer começaram a fazer o trabalho de campo lá atrás. Os primeiros cultivares de soja e milho foram desenvolvidos por eles”, lembrou o presidente do sindicato.

Postar um novo comentário

Comentários (39)

  • Armindo de Figueiredo Filho | Segunda-Feira, 21 de Janeiro de 2019, 12h05
    0
    4

    APENAS VOU TRANSCREVER O QUE JÁ ESCREVI >>>>>>>>>>NÃO HÁ O QUE COMENTAR!!!SIMPLESMENTE>>>>>>UMA ABERRAÇÃO, UM DISPARATE, UMA VERGONHA, UM CONTRA SENSO, UM AFRONTA, UM ESCARNIO, UM DEBOCHE aos demais Trabalhadores Assalariados deste Estado e do País.. Fim de Papo .....

  • Nara Regina | Segunda-Feira, 21 de Janeiro de 2019, 01h09
    5
    2

    A caneta na mão de um mal jornalista pode causar tanto mal quanto um bisturi na mão de um mal cirurgião! (Enéas)

  • Leonardo Dias | Domingo, 20 de Janeiro de 2019, 11h01
    5
    2

    Sr. Mikhail Favalessa e demais responsáveis por este veículo de informação, é lamentável matérias como está, na verdade pode-se dizer que é um desserviço ao estado. Se os senhores (a) tivessem ao menos comparado os tais "supersalarios" destas pessoas com o mês anterior ou posterior, veriam que na verdade isso não é salário, sao 13° ou terço de férias que entram na folha de pagamento junto ao salário. Como vocês sabem, ou pelo menos deveriam saber, 13° é terço de férias e direito garantido pelas leis trabalhistas a todos os funcionários do país, inclusive aos ai da RDNEWS. Não é verdade? Então vocês também devem saber que o o montante não é salário, e sim o resultado deste somatório. Eu não sei se vocês ganham algo com este tipo de matéria. Mas é revoltante, lamentável um veículo de comunicação com até certo prestígio agir desta forma. Lembrem -se do juramento que fizeram ao formarem como jornalistas, do compromisso com a verdade de forma imparcial. Ou não são jornalistas???

  • Maria | Domingo, 20 de Janeiro de 2019, 10h02
    5
    2

    E se esquecem que esses servidores citados são de carreira e possuem mais de 30/40 anos de empresa, que a maioria possuem DOUTORADO, usam seu título para trazer dinheiro e recursos para a empres. Estão sendo são expostos, como se fossem políticos corruptos que ganham altos salários! Se querem fazer jornalismo, façam com qualidade e respeito, se querem divulgar os salários para colocar a população contra esses servidores, DETALHEM os mesmos e incluam todos os descontos retidos na fonte do servidor e mostrem quanto eles ganham realmente e o porque desses salários. Se querem fazer jornalismo façam com qualidade e respeito ao servidor e à população. Se querem expor, mostrem os corruptos, safados, não pessoas trabalhadoras, dignas que honram com seu dever, e trabalham muito mais do que sua jornada de trabalho, e não são pagos horas extras. Tenham responsabilidade naquilo que estão publicando.

  • o besta!!!! | Sábado, 19 de Janeiro de 2019, 22h01
    5
    1

    quero vet quem vai fazer as daps (declarações de aptidão ao pronaf) que vencem todas dia 28 de fevereiro a nivel nacional se caso a tal da empaer for extinta. vcs que criticam a empaer pelo menos vcs sabem o que e isso. nunca falou do indea e tal q e orgao arrecadador, salários os mesmo da empaer apartir d março sem a empaer nao tiver sem pronaf kkkkkkk

  • J Silva | Sábado, 19 de Janeiro de 2019, 21h59
    4
    1

    A única coisa que não é falsa na matéria são as fotos !!!!

  • Geferson | Sábado, 19 de Janeiro de 2019, 21h40
    6
    1

    É uma vergonha ver uma página de notícias que deveria levar informação correta a população estar sendo submetido a uma situação como essa. Primeiramente a RDnews selecionou somente os servidores que estão em final de carreira, e não falou de servidores que ganham 4 mil por mês, que trabalham até 12 horas por dias em situações precária , além do mais esses servidores na maioria possuem graduação , mestrado , doutorado e até pós doutorado totalizando mais de 15 anos de sua vida em estudo para o bem de nosso estado, agora vem um jornalista desinformado e com mal intenção, querendo jogar a população contra esse pessoal. Vocês RDNews, devem publicar notícias reais e não manipuladas.

  • Paulo Lemmos | Sábado, 19 de Janeiro de 2019, 18h11
    7
    3

    Obrigado ao internauta,Servidor do Indea pelo apoio. Gente!! Os salarios da Empaer,comparados aos outros orgãos,das diretas,não são tão altos assim,basta dizer,que na grande maioria que estão nessa lista(Mostrada). Tem mas de 30 anos de serviços,e outra metade,já estão só no aguardo do PDV. Esses colégas,possuem muitas horas de cursos,treinamentos,cursos superiores,com especializações,mestrados,doutorados,e até phds. Mt estará em breve perdendo esses profissionais. Voce falando de um salario de 30 mil.Mas sobre ele vem os descontos,como exemplo, só para o IRRf ficam 27% INSS 12% Plano de saúde. etc. no final,deve sair mais ou menos 19 0u 20 mil(chute). Portanto não é tanto assim. A Idéia de se criar um Instituto,para absorver os trabalho da Empaer.Que com um CNPJ novo, é uma solução aceita por todos. E logo em seguida, a aplicação do PDV,que vem sendo aguardado,por mais de 100 servidores,aptos a aderir.

  • João costa | Sábado, 19 de Janeiro de 2019, 18h07
    9
    2

    Infelizmente os que roubam o estado estão todos com seus nomes nas mãos da justiça mas continuam repassando pra imprensa infornacoes denigrindo os servidores efetivos que a décadas vem trabalhando pelo desenvolvimento deste estado trazendo riquezas e alimentos para o país e o mundo, salvos alguns apadrinhados os demais a maioria estão aí a mas de 30 anos. Imaginem MT a 30 anos atrás para se conseguir trabalhar no interior.

  • Acorda MT | Sábado, 19 de Janeiro de 2019, 17h29
    15
    2

    Discutir viabilidade de Empresa cuja função é SOCIAL e não lucrativa é um tanto quanto ridículo. Acorda meu povo, problema financeiro não é culpa dos trabalhadores, é culpa da MÁ GESTÃO dos escolhidos que estiveram e estão no poder. Tristeza ver a sociedade de servidores sendo colocada em cheque devido à corrupção que vem acontecendo a algum tempo no Estado. ACORDA POVO, ESTÃO SENDO MANIPULADOS E NÃO ESTÃO PERCEBENDO!!

Matéria(s) relacionada(s):

Xuxu recusa diárias e cala Wilson

xuxu curtinha   Na tribuna da AL, o tucano Wilson Santos tentou ironizar o colega Xuxu Dal Molin (foto), que retornou de missão oficial à Ásia nesta semana, mas acabou se dando mal. Considerando que Xuxu é membro de uma das famílias mais abastadas de Sorriso, Wilson sugeriu que ele poderia ter custeado a viagem e...

TCE já suspende licitação na Câmara

misael galvao curtinha   O TCE determinou que a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), suspenda de imediato um pregão para contratar empresa para fornecimento de material de informática e de equipamentos de áudio e vídeo. Técnicos de Controle Externo de Contratações...

Janaina, MDB e o Palácio Alencastro

janaina riva curtinha   A presidente interina da Assembleia Janaina Riva não assume publicamente mas, nos bastidores, alimenta a esperança de ser prefeita de Cuiabá. Para que isso ocorra, em 2020, teria que deixar o seu MDB o prefeito Emanuel que, aliás, já está com um pé no PTB. Na cúpula...

Respaldo jurídico para barrar grevistas

mauro mendes curtinha   O Governo Mauro Mendes, de forma estratégica, está se respaldando de forma técnica e juridicamente, para enfrentar setores do funcionalismo que caminham para a deflagração de greve geral. Primeiro, recebeu do MPE uma notificação para não conceder reajuste salarial,...

Bolsonaro veta algoz de Selma no TRE

ulisses curtinhas   Fatores políticos-partidários podem ter pesado na escolha do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao definir o novo membro do TRE. Ele optou por Sebastião Monteiro e não por Ulisses Rabaneda, que tentava ser reconduzido. Os presidentes costumam escolher o mais votado ou manter quem já está no...

Prefeitura de Barra garante legalidade

joaojakson   Procurador-geral de Barra do Garças João Jackson Vieira Gomes (foto) esclarece, em resposta à curtinha Contrato de R$ 4 mi pra limpeza, que a dispensa de licitação por 6 meses obedeceu todos os tramites legais, sendo que a empresa contratada ofertou o menor orçamento. A...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.