SERVIDORES E VENCIMENTOS

Somatória de benefícios faz servidor da Metamat ganhar R$ 50 mil no mês - veja

Selo Estado e seus Servidores

 

Os 10 maiores valores pagos a empregados da Companhia Mato-grossense de Mineração (Metamat) dizem respeito a servidores do corpo técnico que ocupam cargos de direção da empresa. Um empregado da empresa pública chegou a receber R$ 50 mil se contabilizados valores de salários e outros benefícios de maio de 2018.

O fez um levantamento com os demonstrativos financeiros dos meses de maio, junho e julho do ano passado, os últimos disponíveis no Portal da Transparência do Governo.

O maior valor foi despendido com o servidor efetivo Wilson Menezes Coutinho, no mês de maio. Além do salário base de R$ 15,8 mil, foram pagos R$ 14,4 mil a título de comissão pela função de diretor técnico ocupada pelo servidor. Outros R$ 10,1 mil referentes a um abono e R$ 10,1 mil referentes a férias também constam no demonstrativo do mês de maio do servidor.

Sem o abono e sem o valor das férias, o servidor se manteve com os maiores valores nos dois meses seguintes com a soma de salário e comissão: R$ 30,3 mil.

Também em maio, Wanderlei Magalhães de Resende teve o segundo maior valor. Servidor efetivo da empresa, ele recebeu o salário base de R$ 15,8 mil mais R$ 7,9 mil de gratificação, R$ 7,9 mil de abono e R$ 7,9 mil de férias, somando R$ 39,6 mil.

O maior salário base – sem descontos de Imposto de Renda e Previdência – no período pesquisado entre os empregados da Metamat pertence ao diretor presidente da empresa, Roberto da Silva Vargas: R$ 18,2 mil.

Em maio, a folha salarial da Metamat custou R$ 765,3 mil. O valor caiu para R$ 709,2 mil em junho e voltou a subir para R$ 747,3 mil em julho. No período, houve mudança no número de servidores – de 103 empregados, para 102 e depois de volta para 103.

A Metamat é vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec). Fundada em 1971, a empresa tem função de pesquisar e fomentar a exploração de minerais em Mato Grosso. Sociedade de economia mista, a Metamat tem um corpo técnico formado por geólogos que prestam apoio à exploração de materiais como calcário, diamante, rochas ornamentais, ouro, pedras coradas, águas termais, quartzo, argilas, minerais para artesanato, entre outros.

Rodinei Crescêncio

Quadro salarios Metamat

Quadro mostra maiores salários recebidos pelos servidores da Metamat em 3 meses; dados estão disponíveis no Portal Transparência do Governo

Proposta de extinção

O governador Mauro Mendes (DEM) enviou à Assembleia projeto de reforma administrativa que inclui a extinção de seis empresas públicas e sociedades de economia mista. Além da Metamat, o democrata pretende extinguir a Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI), a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), a Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás), a Desenvolve MT, e a Central de Abastecimento do Estado de Mato Grosso (Ceasa).

A esmagadora maioria dos trabalhadores destas organizações é de servidores concursados. A extinção, portanto, não implicaria na redução automática das despesas com folha de pagamento. O governo pretende realizar os chamados Planos de Demissão Voluntária (PDV), que devem abarcar principalmente funcionários antigos das empresas.

A primeira a dar início ao PDV foi a MTI. Ao todo, 101 funcionários aderiram ao programa, de acordo com o sindicato dos empregados. Na Empaer, o PDV teve adesão de cerca de 140 servidores. O programa da Metamat ainda está em fase de construção.

 João Figueiredo, presidente do Sindpd, que representa os empregados da Metamat, aponta que os salários são condizentes com a realidade da área e que os problemas da empresa dizem respeito à falta de gestão do Governo. Ele afirma que os salários dos servidores da empresa não têm tido reajustes desde de 2011.

“A grande falha é a falta de diretriz. Outros estados como Goiás e Mato Grosso estão melhorando a atuação na mineração e trazendo recursos. Aqui é um lobby danado e aí fica aquele marasmo. Isso é o que está matando a área de mineração. O governo não deixa acontecer. Os empregados estão conscientes do que tem que fazer, mas o governo tem que dar diretrizes. Se ficar solto, vai contratar aquelas pequenas empresas que só dão dor de cabeça. Ganham dinheiro e vão embora e deixando todo mundo na mão”, disse ao .

Fábio tenta tirar aliados do prefeito EP

fabio garcia 400 curtinha   Fábio Garcia (foto), presidente do DEM-MT, começou um movimento forte de bastidores para tentar tirar partidos que hoje estão no arco de alianças do prefeito Emanuel (MDB), mesmo o futuro do Democratas na disputa majoritária em Cuiabá ainda sendo uma incógnita. De forma...

Licitação irregular em Alto Araguaia

gustavo de melo 400 curtinha   O conselheiro-subtituto do TCE, Luiz Carlos Pereira, determinou que o prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), suspenda de imediato, devido a apontamento de irregularidades, uma licitação para contratar por R$ 2,9 milhões uma empresa com vistas a executar obras de asfaltamento tipo TSD...

Mutirão fiscal prorrogado na Capital

Emanuel Pinheiro curtinha   Levando em consideração o grande número de contribuintes interessados em negociar dívidas com o município, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) decidiu prorrogar o Mutirão de Conciliação Fiscal até 30 de agosto. Os atendimentos foram retomados na terça...

6 deputados podem tentar prefeitura

silvio favero curtinha   Pelo menos seis deputados estaduais ensaiam candidatura à prefeitura. Eles nada têm a perder, pois a legislação não exige renúncia do mandato no Legislativo para disputar vaga no Executivo.  Sílvio Fávero (foto) deve concorrer em Lucas do Rio Verde, numa...

Munhoz agora é adjunto na Sinfra

 Mauricio Munhoz-curtinha-400   O governador Mauro Mendes nomeou o economista e escritor Maurício Munhoz (foto) como secretário adjunto de Gestão e Planejamento da Sinfra, pasta comandada por Marcelo Padeiro. Filiado ao PSD, é representante da Fundação Espaço Democrático em MT, que...

Contribuição com óculos às crianças

virginia mendes 400   Após lançamento de campanhas sociais, como o Aconchego, com distribuição de 100 mil cobertores a famílias em situação de extrema vulnerabilidade, de festas para angariar fundos e ajudar entidades, e do empenho pela reabertura do Hospital Estadual Santa Casa, a primeira-dama do...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.