SERVIDORES E VENCIMENTOS

Somatória de benefícios faz servidor da Metamat ganhar R$ 50 mil no mês - veja

Selo Estado e seus Servidores

 

Os 10 maiores valores pagos a empregados da Companhia Mato-grossense de Mineração (Metamat) dizem respeito a servidores do corpo técnico que ocupam cargos de direção da empresa. Um empregado da empresa pública chegou a receber R$ 50 mil se contabilizados valores de salários e outros benefícios de maio de 2018.

O fez um levantamento com os demonstrativos financeiros dos meses de maio, junho e julho do ano passado, os últimos disponíveis no Portal da Transparência do Governo.

O maior valor foi despendido com o servidor efetivo Wilson Menezes Coutinho, no mês de maio. Além do salário base de R$ 15,8 mil, foram pagos R$ 14,4 mil a título de comissão pela função de diretor técnico ocupada pelo servidor. Outros R$ 10,1 mil referentes a um abono e R$ 10,1 mil referentes a férias também constam no demonstrativo do mês de maio do servidor.

Sem o abono e sem o valor das férias, o servidor se manteve com os maiores valores nos dois meses seguintes com a soma de salário e comissão: R$ 30,3 mil.

Também em maio, Wanderlei Magalhães de Resende teve o segundo maior valor. Servidor efetivo da empresa, ele recebeu o salário base de R$ 15,8 mil mais R$ 7,9 mil de gratificação, R$ 7,9 mil de abono e R$ 7,9 mil de férias, somando R$ 39,6 mil.

O maior salário base – sem descontos de Imposto de Renda e Previdência – no período pesquisado entre os empregados da Metamat pertence ao diretor presidente da empresa, Roberto da Silva Vargas: R$ 18,2 mil.

Em maio, a folha salarial da Metamat custou R$ 765,3 mil. O valor caiu para R$ 709,2 mil em junho e voltou a subir para R$ 747,3 mil em julho. No período, houve mudança no número de servidores – de 103 empregados, para 102 e depois de volta para 103.

A Metamat é vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec). Fundada em 1971, a empresa tem função de pesquisar e fomentar a exploração de minerais em Mato Grosso. Sociedade de economia mista, a Metamat tem um corpo técnico formado por geólogos que prestam apoio à exploração de materiais como calcário, diamante, rochas ornamentais, ouro, pedras coradas, águas termais, quartzo, argilas, minerais para artesanato, entre outros.

Rodinei Crescêncio

Quadro salarios Metamat

Quadro mostra maiores salários recebidos pelos servidores da Metamat em 3 meses; dados estão disponíveis no Portal Transparência do Governo

Proposta de extinção

O governador Mauro Mendes (DEM) enviou à Assembleia projeto de reforma administrativa que inclui a extinção de seis empresas públicas e sociedades de economia mista. Além da Metamat, o democrata pretende extinguir a Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI), a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), a Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás), a Desenvolve MT, e a Central de Abastecimento do Estado de Mato Grosso (Ceasa).

A esmagadora maioria dos trabalhadores destas organizações é de servidores concursados. A extinção, portanto, não implicaria na redução automática das despesas com folha de pagamento. O governo pretende realizar os chamados Planos de Demissão Voluntária (PDV), que devem abarcar principalmente funcionários antigos das empresas.

A primeira a dar início ao PDV foi a MTI. Ao todo, 101 funcionários aderiram ao programa, de acordo com o sindicato dos empregados. Na Empaer, o PDV teve adesão de cerca de 140 servidores. O programa da Metamat ainda está em fase de construção.

 João Figueiredo, presidente do Sindpd, que representa os empregados da Metamat, aponta que os salários são condizentes com a realidade da área e que os problemas da empresa dizem respeito à falta de gestão do Governo. Ele afirma que os salários dos servidores da empresa não têm tido reajustes desde de 2011.

“A grande falha é a falta de diretriz. Outros estados como Goiás e Mato Grosso estão melhorando a atuação na mineração e trazendo recursos. Aqui é um lobby danado e aí fica aquele marasmo. Isso é o que está matando a área de mineração. O governo não deixa acontecer. Os empregados estão conscientes do que tem que fazer, mas o governo tem que dar diretrizes. Se ficar solto, vai contratar aquelas pequenas empresas que só dão dor de cabeça. Ganham dinheiro e vão embora e deixando todo mundo na mão”, disse ao .

Jovem prefeito à reeleição e os Maia

gustavo melo 400 curtinha   Em Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), o mais jovem dos 141 prefeitos mato-grossenses - completa 36 anos no próximo 26 de junho -, está disposto a buscar a reeleição pelo PSB. Mas carrega forte desgaste. O que traz certo conforto para Gustavo é o fato de Maia Neto, que comandou o...

Suposta delação tira sono de Alencar

alencar soares 400 curtinha   A notícia de que o STJ já teria homolagada delação de Sérgio Ricardo caiu como uma bomba. Mesmo depois do ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE vir a público desmenti-la, assegurando não ter motivos para fazer tal colaboração premiada, os efeitos...

SD também deseja Taques ao Senado

pedro taques 400 curtinha   Empolgado com resultado de uma pesquisa interna, na qual estaria bem pontuado, aparecendo entre os preferidos ao Senado, mesmo após deixar o cargo de governador bastante desgastado, Pedro Taques (foto) passou a flertar não só com o Cidadania, conduzido no Estado pelo seu ex-secretário Marco...

Presidente do TJ-MT assume Codepre

carlos alberto tj 400 curtinha   O presidente do TJ-MT Carlos Alberto (foto) foi eleito presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais de Justiça (Codepre) do país. O cargo alça o membro de MT à liderança de discussões nacionais importantes. Dentre as atribuições do colégio...

Brecha pra futuro cassado ir à Justiça

kero kero curtinha 400   Wilson Kero-Kero (foto), ex-SD (socialista) que foi para ex-PSL (direita), anunciou ida para Podemos, mas permanecerá no partido direitista, é o relator do processo de cassação do colega Abílio Júnior, na CCJ da Câmara de Cuiabá. Na Comissão de Ética o...

Filho de Taborelli assume vaga em VG

Willy taborelli _ curtinha400   O pai coronel Taborelli está fora de combate, mas o filho Willy (PSC), suplente de vereador, vai assumir cadeira na Câmara de VG a partir de 2 de março. Vai atuar na vaga do correligionário Miguel Baracat, que se licencia para fazer tratamento de saúde. O filho do polêmico...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.