Executivo

Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 14h:32 | Atualizado: 09/10/2019, 14h:38

1ª votação

AL aprova parcelamento de férias que livra Paiaguás de pagamento de indenizações

Rodinei Crescêncio

Otaviano Pivetta

O PLC enviado para a apreciação dos deputados estaduais foi assinado por Otaviano Pivetta

 A Assembleia aprovou, na sessão ordinária da última terça (08), a Lei Complementar   que  prevê o parcelamento das férias dos servidores do Executivo em até três etapas, com período mínimo de 10 dias em cada uma delas. O projeto foi assinado pelo  vice-governador  Otaviano Pivetta (25), em 25 de setembro, quando estava na chefia do Executivo.

A proposta foi lida na sessão de 02 de outubro e recebeu parecer favorável do relator, deputado Dilmar Dal Bosco (DEM). O objetivo, segundo Pivetta, é reduzir os valores pagos em indenizações por férias não usufruídas pelos servidores.

"No tocante à alteração na regra de parcelamento de férias estamos propondo a possibilidade de parcelamento em até três etapas, com período mínimo de 10 dias, de modo que o servidor poderá optar conforme de prouver, fazendo dessa nova hipótese de escolha um incentivo ao gozo do benefício e com isso evitando-se passivos futuros ao Poder Público por meio de indenizações de benefícios não usufruídos", diz a justificativa do projeto.

Pelas regras atuais, os trabalhadores do Executivo têm direito a 30 dias consecutivos de férias, que podem ser acumuladas por até dois anos, “mediante comprovada necessidade do serviço, exceto o que dispuser em lei complementar”.

Além do parcelamento das férias, o Projeto de Lei Complementar (PLC) busca padronizar o prazo para cessão de servidores do Executivo a outros órgãos. Atualmente, profissionais do Sistema Penitenciário, do Serviço de Trânsito e do Sistema Socioeducativo, por exemplo, têm limite de 24 meses, prorrogáveis pelo mesmo período. Professores da Unemat podem ser cedidos por até quatro anos, também prorrogáveis.

A matéria tenta estabelecer o limite de cinco anos para todos os servidores, que podem ser estendidos por mais cinco.  "Importante salientar que tais alterações não provocam aumento de despesas com pessoal, uma vez que se refere tão somente a eliminar os limites de prorrogação no caso de cessão de servidores efetivos", afirma Pivetta. 

Agora, o texto passa pela segunda votação e redação final. Depois, segue para sanção do governador Mauro Mendes (DEM).

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Rondonopolitano | Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 19h58
    3
    0

    Só uma pergunta o Dal Bosco que sempre pregou a moralidade, agora apareceu na lista do Riva recebendo propina, esse é o Mato Grosso.

  • Gladston | Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 15h00
    6
    0

    Publiquem o nome dos canalhas que votaram a favor de mais essa merda desse desgoverno. Na alta remuneração deles os mesmos não mexem, não é pilantras?

Matéria(s) relacionada(s):

Diretor define contratos emergenciais

alexandre beloto 400 curtinha diretor hospital   O diretor-geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública, Alexandre Beloto Magalhães (foto), tem feito compras emergenciais de materiais hospitalares para surprir demandas, especialmente do São Benedito e do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), que detém uma...

Bancada garante R$ 10 mi para IFMT

neri 400 curtinha   O deputado Neri Geller (foto), coordenador da bancada federal mato-grossense, anunciou destinação de R$ 10 milhões em emendas para o Instituto Federal de Mato Grosso no orçamento de 2020. Dirigentes do IFMT promoveram duas reuniões para debater projetos para melhorar a estrutura física...

Juca e aval do prefeito a projeto social

juca do guaran� curtinha 400   Juca do Guaraná Filho (foto), do Avante, conseguiu sensibilizar o prefeito Emanuel Pinheiro a apresentar uma mensagem à Câmara isentando do pagamento de IPTU os portadores de câncer e HIV. O  projeto foi apresentado originalmente na Câmara Municipal da...

Supremo enterra pedido contra Maluf

maluf_400   A 1ª Turma do STF enterrou de vez um pedido do advogado Waldir Caldas (Novo), ex-candidato ao Senado, que tentava revogar os atos que conduziram o ex-deputado Guilherme Maluf (foto) a uma cadeira no Tribunal de Contas. Caldas queria, ele próprio, ter a chance de ser indicado ao cargo, que era de prerrogativa da Assembleia. O...

Rosana reassume Sinop na quinta

gilson de oliveira 400 curtinha sinop   Pela segunda vez, o apresentador de TV Gilson de Oliveira (foto), do MDB, comanda temporariamente Sinop, a chamada capital do Nortão. A prefeita e empresária Rosana Martinelli saiu de licença não remunerada por 12 dias para cuidar de assuntos pessoais. Viajou aos Estados Unidos....

Vereador induzindo as pessoas ao erro

diego guimaraes curtinha 400   O vereador oposicionista pela Capital Diego Guimarães (foto), do PP, está induzindo a erro às pessoas. Mesmo o prefeito Emanuel já tenho anunciado que vetará a proposta da Câmara Municipal de aumentar o seu próprio salário, uma forma de criar o efeito cascata e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.