Executivo

Segunda-Feira, 15 de Fevereiro de 2010, 14h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

Preocupação

Apesar de chuvas, Defesa Civil "ignora" situação de emergência

  As águas de março, que fecham o verão, se anteciparam em Mato Grosso. Desde janeiro, as chuvas intensas provocam estragos nos municípios. Peixoto de Azevedo e Guiratinga encontram-se em situação de emergência, enquanto em Cáceres e Tangará da Serra já foi decretada calamidade pública. Apesar do clima de tensão entre os moradores, a Defesa Civil estadual ainda não divulgou o panorama de quantas cidades estão com problemas por causa das chuvas ou quantas famílias foram atingidas.

   Procurado na manhã desta segunda (15) pelo RDNews, o coordenador de Resposta a Desastres e Reconstrução do órgão, major Elton Guilherme Crisóstomo, disse que não poderia dar entrevista porque estava saindo em viagem com a família. Indagado sobre quem poderia fornecer as informações, ele foi taxativo. "Apenas eu, mas não posso falar agora", disse, sem cerimônia alguma.

   O atendente do plantão da Defesa Civil também não soube informar os prejuízos decorrentes das chuvas e explicou que a função dele é somente atender emergências com produtos químicos. O secretário-chefe da Casa Militar, órgão ao qual a Defesa Civil é subordinada, coronel Alexander Maia, não foi encontrado para falar sobre o assunto.

   Apesar do descaso dos responsáveis pela Defesa Civil, tudo indica que os problemas devem continuar. Segundo previsões do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), órgão ligado à Casa Civil, da presidência da República, as chuvas devem ser intensas até o fim de março, com precipitações acima da média nas regiões sul e oeste. A alta umidade, de acordo com meteorologistas do Sipam, é normal para o período e só deve diminuir em abril, quando começa a transição para a seca.

   Desde dezembro chove em todo o Estado, principalmente no sul mato-grossense. Já em janeiro, o oeste e extremo norte foram os mais afetados pelas águas, ao contrário do Alto Araguaia, leste e nordeste de Mato Grosso, onde o índice de chuva ficou abaixo da média. Embora Tangará da Serra e Cáceres tenham decretado situação de calamidade pública, as cidades ainda não foram incluídas na lista de alerta do órgão nacional. Em 2009, a Defesa Civil do país registrou cinco ocorrências em Mato Grosso - todas a partir da segunda quinzena de fevereiro e em março. Foram elas: enchentes em Colniza, enxurradas em Cotriguaçu, erosão linear em Gaúcha do Norte e em Itaúba e erosão fluvial em Novo Santo Antônio.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • adao | Segunda-Feira, 22 de Fevereiro de 2010, 06h12
    0
    0

    Essas mesmas pessoas estiveram em BARRA do BUGRES e constataram que lá a enchente não tinha feito todo esse estrago não, os pesqueiros alagads como o proprio nome diz só servem para pescadores que teimam em nao respeitar as normas e constroem seus ranchos na beira d'agua e as casas alagadas na cidade sao as mesmas que todo ano alagam mesmo. os assentamentos foram prejudicados porque o prefeito fez uma "magnifica" obra de eliminar umas pontes antigas (antigas pq funcionavam) e colocou aterro no lugar ai com as chuvas foi td por agua abaixo , mas não é a primeira vez esse ano não. e dissem na cidade que ele decretou estado de emergencia porque abre espaço para licitaçoes emergenciais , verbas sem explicação..... o que ja foi gasto com "socorro"daria para construir todas as casas novamente e todos os pesqueiros, aaaa inclusive o do prefeito mas esse ja esta sendo construido a tempo....

  • Antonio | Quinta-Feira, 18 de Fevereiro de 2010, 10h53
    0
    0

    Dona Adriana, saia de seu escritório e vai para campo pesquisar e se informar pois esta é a função do jornalista. Pesquisar para ter certeza antes de colocar matéria no ar.

  • Antonio | Terça-Feira, 16 de Fevereiro de 2010, 10h33
    0
    0

    essa matéria é coisa de jornalista incompetente, não sabe o que está acontecendo, e fica repassando informação do que ouviu falar. tenho certeza que a pseuda profissional não foi no local pra saber o que está de fato acontecendo. o rdnews está cada vez melhor, só posta o que lhe interessa e do jeito que quer, sem se comprometer com a verdade.

  • josé | Terça-Feira, 16 de Fevereiro de 2010, 09h24
    0
    0

    Tive oportunidade de conversar por suas vezes com este cidadão (Crisóstomo), ele me pareceu muito comprometido com o que faz e muitissimo educado, ....será que não houve equivoco na matéria?

  • Joseane | Segunda-Feira, 15 de Fevereiro de 2010, 20h32
    0
    0

    Boa noite!Esta repórter,Adriana Nascimento deve se informar melhor,pois hoje uma equipe da Defesa Civil estava fazendo atendimentos nos municípios de Sto.Antonio e Barão de Melgaço,e outra,o Maj.Elton Guilherme e o Maj.Pereira vieram até a prefeitura,pois fui eu que os atendi!

  • Marisa | Segunda-Feira, 15 de Fevereiro de 2010, 20h16
    0
    0

    Engraçado,o coordenador da defesa civil,Sr.Elton Guilherme estava aqui no município desde cedo com uma equipe da Defesa Civil,monitorando o avanço das águas...Acho que a sua informação está desencontrada....informe-se melhor!!!

Direitistas encaram pedreira em 2022

gilberto cattani 400   O xadrez político rumo a 2022 se movimenta e a tendência é que os deputados de direita encontrem dificuldade para se reeleleger. Xuxu Dal Molin, Gilberto Cattani (foto), Elizeu Nascimento, Delegado Claudinei e Ulysses Moraes, nem todos defensores fiéis de Bolsonaro, devem buscar novo mandato em meio...

Mauro, desgastes e projeto à reeleição

mauro mendes curtinha   Não há como negar que o governo Mauro Mendes (foto) enfrenta forte desgaste por causa das medidas restritivas de combate à Covid e, principalmente, devido à exigência da sociedade de maior investimento e planejamento na Saúde. Por mais que o Executivo divulgue feitos e liste...

Thiago, respaldo da igreja e reeleição

thiago silva _curtinha_400   O deputado estadual Thiago Silva (foto) começa a labuta pela reeleição e não terá uma tarefa fácil pela frente. Thiago faz parte do grupo da Assembleia de Deus, que sempre prioriza o colega de Parlamento Sebastião Rezende, que vai tentar o sexto mandato. Curiosamente,...

2 suplentes já estreiam em Cuiabá

alex rodrigues 400   Com menos de quatro meses de mandato, dois dos 25 vereadores cuiabanos reeleitos no ano passado já pediram licença para abrir espaço a suplentes. Diego Guimarães (Cidadania) se afastou por 30 dias. Em sua cadeira está Maysa Leão, do mesmo partido. Marcrean Santos (PP) pediu afastamento...

Governista 2 e o desafio da reeleição

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), que conseguiu retornar à Assembleia "sangrando" nas urnas de 2018, impactado pelo desgaste pela defesa intransigente do Governo Pedro Taques, se prepara para atravessar outro purgatório no próximo ano, em busca de mais um mandato. O deputado tucano carrega desgaste...

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...