Executivo

Quarta-Feira, 30 de Janeiro de 2019, 09h:11 | Atualizado: 30/01/2019, 09h:17

SERVIDORES PÚBLICOS

Após 20 dias de atraso, Governo Mauro quita salários de dezembro dos servidores

Gcom

Palacio Paiagu�s

Governo já adiantou que folha dos servidores do próximo mês também será escalonada

Com 20 dias de atraso, o governo conclui o pagamento dos salários de dezembro. Vão receber seus salários os 13.063 servidores ativos que ganham acima de R$ 6 mil líquidos por mês. O valor total chega a R$ 133.684.989,22. A ordem de pagamento já foi encaminhada ao Banco do Brasil. A previsão é de que no decorrer do dia os salários já estarão nas respectivas contas.

No dia 10 deste mês, foram pagos os proventos de todos os aposentados e pensionistas. Também naquele dia receberam seus salários aproximadamente 43 mil servidores em atividade que recebem até R$ 4 mil líquidos. No dia 24 receberam salários os servidores que ganham entre R$ 4 e R$ 6 mil.

Nesta quinta (31), será paga a primeira parcela do décimo terceiro salário remanescente de 2018. A parcela do 13º salário será paga aos servidores efetivos nascidos em novembro e dezembro, assim como aos que são somente comissionados.   

“Os servidores, independente de qual seja sua remuneração, receberão um quarto do décimo terceiro salário. Por exemplo, quem tem direito a R$ 6 mil, receberá R$ 1.500,00; um servidor cujo décimo terceiro salário é de 15 mil, receberá R$ 3.750,00”, explica a secretária adjunta do Tesouro, Luciana Rosa.

Em princípio, o pagamento será feito em 4 parcelas, até 30 de abril.  No entanto, se houver incremento na arrecadação, esse prazo poderá ser reduzido.

O salário de janeiro, que deve ser pago até 10 de fevereiro também será escalonado. De acordo com o Executivo, diferente de até então, todos os servidores, ativos, pensionistas e aposentados, receberão nesta data. No entanto, será liberado apenas um valor único, definido a partir da divisão do número de servidores e o montante total do caixa na data (Com Assessoria).

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Armindo de Figueiredo Filho | Quinta-Feira, 31 de Janeiro de 2019, 12h55
    2
    0

    É O DESGOVERNO TOTAL!!!!Sem comentário .... FIM DE PAPO......

  • Servidora | Quarta-Feira, 30 de Janeiro de 2019, 19h15
    6
    0

    mas minhas contas deu 40 dias após o outro salário mas tá bom

  • Souza | Quarta-Feira, 30 de Janeiro de 2019, 15h40
    14
    0

    MM prometeu pagar salários dia 30 e no primeiro mês de governo já está cumprindo. parabéns governador nunca imginei tamanha competência.

  • MGXP | Quarta-Feira, 30 de Janeiro de 2019, 13h54
    14
    2

    O SR EXCELENTÍSSIMO GOVERNADOR DISSE NUMA REPORTAGEM QUE IRIA PAGAR OS SALÁRIOS SE TIVESSE DINHEIRO NA CONTA. LOGICO GOVERNADOR, ATE PORQUE EU ESTOU ESPERANDO MEU SALARIO(QUE FACO JUS A ELE) PARA CUMPRIR AS MINHAS OBRIGAÇÕES, QUE É PAGAR AS CONTAS. MAS, DIFERENTE DO SR EU IREI PAGAR-LAS COM JUROS E MULTAS ÀS EMPRESAS E BANCOS. E OUTRA, É FÁCIL FALAR NA MÍDIA QUE "VOU PAGAR A CONTA COM DINHEIRO NA CONTA", AGORA VAI NOS FALARMOS ISSO PARA A CONCESSIONARIA DE ENERGIA ELÉTRICA, DE ÁGUA , TELEFONIA...SABE O QUE ACONTECE? ELES SIMPLESMENTE VAI DEIXAR DE FORNECER OS SERVIÇOS.

  • alexandre | Quarta-Feira, 30 de Janeiro de 2019, 10h09
    21
    3

    nada na conta, nada na conta....

  • ROBSON JOSÉ | Quarta-Feira, 30 de Janeiro de 2019, 09h54
    18
    3

    Talvez o governo do Mauro Mendes não imagina que existem milhares de servidores que exercem funções de serviços gerais, e que ganham abaixo de R$ 2.000,00 de salario. O que será que esse trabalhador vai fazer com a sua parcela de décimo terceiro? Que pena saber que Mato Grosso é governado por alguém assim. Todos os cálculos que aparecem na notícia foram feitas para quem ganha acima desse valor, assim fica fácil.

Matéria(s) relacionada(s):

Vander forte pela oposição em Tangará

vander masson curtinha   O nome mais forte hoje da oposição em Tangará da Serra, do ponto de vista da densidade eleitoral, é do empresário Vander Masson (foto), que ficou em terceiro lugar para prefeito em 2016 e, no pleito do ano passado, concorreu e perdeu para deputado federal. Filho do ex-prefeito e...

Prefeito de Tangará prepara sucessor

wesley torres curtinha tangara   Em Tangará da Serra, cidade pólo do Médio-Norte, o prefeito emedebista Fábio Junqueira, que está no segundo mandato, quer lançar à sucessão Wesley Torres (foto), diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). Em...

Ex-tucano histórico agora reforça PSB

aparecido alves curtinha   O ex-deputado por alguns meses e ex-presidente do Intermat na época do Governo Dante, Aparecido Alves, o Cido (foto), se filiou neste sábado ao PSB, um mês depois de ter deixado os quadros do PSDB, do qual era considerado militante histórico, inclusive desde a década de 1990. Sua ficha...

França vira Plano B do PSB a prefeito

roberto franca curtinhas   O PSB, comandado no Estado pelo deputado Max Russi, tinha esperanças de lançar a prefeito de Cuiabá o hoje presidente da Câmara Municipal, vereador Misael Galvão. Mas frustrou-se. O próprio Misael, governista de carteirinha e já comprometido com o projeto de...

MM cancela visita para evitar grevistas

mauro mendes curtinha   Precavido, Mauro Mendes cancelou de última hora a presença no encontro do PSB neste sábado, no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá. É que em um outro auditório, mas dentro do mesmo hotel, acontecia, em paralelo, o encontro estadual do PT e com participação de...

TCE livra delator de pagar R$ 412 mil

junior mendon�a curtinha   O delator premiado e encrencado com a Justiça em vários processos Gércio Marcelino Mendonça Júnior, o Júnior Mendonça (foto), da Comercial Amazônia Petróleo, conseguiu perdão do TCE de R$ 412,5 mil, bem como de uma multa proporcional...

MAIS LIDAS

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.