Executivo

Quinta-Feira, 05 de Fevereiro de 2015, 19h:05 | Atualizado: 06/02/2015, 09h:13

Após desgaste de cassação, prefeito de Reserva do Cabaçal deixa o cargo

Reprodução

Jairo_manfroi

Prefeito de Reserva do Cabaçal Jairo Manfroi (PMDB) deixa o cargo após dois anos de mandato

O prefeito de Reserva do Cabaçal Jairo Manfroi (PMDB) renuncia ao cargo após sofrer processo de cassação junto ao vice Tarcísio Ferrari (PSD). O anúncio será feito, nesta quinta (5),  às 19h30, no Centro de Eventos Cio da Terra, no município. Nos bastidores, a informação é de que a atitude é uma manobra jurídica em função do desgaste enfrentado pelo peemedebista ao longo do mandato.

Na prática, apesar de Jairo ter recorrido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), caso o órgão decida manter a cassação, Reserva do Cabaçal passará por eleição suplementar, como já determinou o TRE de Mato Grosso. De todo modo, o prefeito alega que a renúncia acontece no momento certo e que a partir de agora dará atenção especial à família. “Nada é mais importante que a família. Deixei todos no Estado do Paraná, meu pai já faleceu, minha mãe e irmã estão doentes. Não preciso disso. Agora almejo uma vida tranquila”, explica.

Acontece que, em outubro de 2014, o TRE manteve a sentença proferida pelo Juízo da 41ª Zona Eleitoral, que cassou os mandatos de Jairo e Tarcísio. Além disso, o Tribunal determinou que sejam realizadas novas eleições no município a fim de que sejam eleitos um novo prefeito e vice. Ambos são alvo de ação do Ministério Público Eleitoral que aponta o suposto envolvimento do peemedebista e do social-democrata na prática de captação ilícita de sufrágio durante a campanha nas eleições de 2012, na qual ofereceram material de construção em troca de votos e apoio.

Conforme Jairo, ao deixar a prefeitura o vice dará continuidade no trabalho já desenvolvido por ele. Entre as demandas, o prefeito destaca o término de obras iniciadas. “Já deixei tudo encaminhado. Sempre tivemos um bom relacionamento e até a próxima eleição são apenas dois anos. Por isso, acredito que tudo ocorrerá bem”, pondera.

Mandato

Eleito com 959 votos, equivalentes a 53,79% da preferência do eleitorado, Jairo Manfroi diz que os dois anos de mandato foram positivos. Destaca que conseguiu levar bom atendimento à população do distrito Ypê Roxo, bem como reformar os prédios da prefeitura, da antiga creche do município e do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). 

Além disso, o prefeito afirma que terminou a obra de iluminação pública da cidade, adquiriu motoniveladora, retroescavadeira e caminhão, por meio do PAC. “Pedirei perdão aos cidadãos de Reserva do Cabaçal, mas hoje a família é mais importante. Quem votou em mim queria mudança. Por isso, asseguro que o vice Tarcísio manterá o ritmo de trabalho iniciado por mim”, conclui.

TRE mantém decisão e eleitores de Reserva do Cabaçal voltarão às urnas

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • ivan nunes | Sexta-Feira, 06 de Fevereiro de 2015, 08h09
    0
    0

    é Prefeito agora não precisa disso....porque será que renúciou?...ai tem!!!!

  • josué | Sexta-Feira, 06 de Fevereiro de 2015, 07h55
    0
    0

    Há quem diga nos bastidores que na verdade o infeliz renunciou porque colocaram ele contra a parede, tipo: Ou você renuncia ou colocamos você na cadeia!!!!!!

Cidinho é o que mais agrega ao Senado

cidinho 400 curtinha   Depois de Blairo Maggi, o nome do empresário e ex-senador Cidinho Santos (foto) seria hoje o que mais agregaria a classe política e o agronegócio em torno de uma candidatura ao Senado numa eventual eleição suplementar. Conta com simpatia do senador Jayme Campos e do governador Mauro Mendes,...

Prova da lisura de membros do Gaeco

paulo prado 400 curtinha   O resultado da auditoria do TCE-MT sobre a prestação de contas do Gaeco das verbas secretas, entre 2012 e 2017, assegurando a sua legalidade, resgata a credibilidade, lisura e reputação ilibada dos membros que atuaram na época nesse braço investigativo do MPE, como o procurador e...

Posse 2 dias antes do possível retorno

maluf 400 curtinha   Guilherme Maluf (foto), que nem esquentou direito a cadeira de conselheiro, vai tomar posse na presidência do TCE-MT dois dias antes do STJ julgar um recurso que tende a suspender as medidas cautelares e definir pelo retorno ao Pleno dos cinco conselheiros afastados há dois anos. A solenidade acontece no...

Alerta sobre hanseníase nos presídios

alexandre bustamante curtinha 400   Duas secretarias do TCE ingressaram com representação contra duas secretarias de Estado. As de Controle Externo de Educação e Segurança Pública e de Saúde e Meio Ambiente acionaram no próprio Tribunal as pastas de Segurança Pública,...

Reunião pra complô desmoraliza Abílio

abilio 400 curtinha   A considerar as imagens de circuito interno de vídeo do hospital privado São Benedito, exibidas nesta quinta, durante sessão na Câmara de Cuiabá, a situação de Abílio Brunini (foto) se complica mais ainda. Investigado pela Comissão de Ética por reincidentes...

Contra mudar multas do Fundecontas

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro (foto) vetou a inclusão de um dispositivo no artigo 2º da lei de 2005 que criou o Fundo de Reaparelhamento e Modernização do TCE. Essa alteração foi aprovada pela Assembleia na sessão de 29 de outubro e, na prática, iria retirar e dar outro...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.