Executivo

Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 16h:12 | Atualizado: 14/10/2019, 16h:19

sefaz

Após medidas, Gallo crê que reequilíbrio fiscal de MT vai se consolidar só em 2021

Rodinei Crescêncio

Secret�rio de Fazenda Rog�rio Gallo

Secretário de Fazenda Rogério Gallo durante coletiva na PJC; ele fala sobre expectativa positiva para próximos anos

O secretário estadual de Fazenda Rogério Gallo, que chefia a equipe econômica do governador Mauro Mendes (DEM), acredita que o reequilíbrio fiscal de  Mato Grosso deve se consolidar somente em 2021. Em sua avaliação, o cenário econômico apresentará melhoras a partir do final do ano que vem, com resultado das medidas adotadas pelo Governo do Estado para redução do custeio da máquina pública.

“Nós devemos chegar ao final de 2020 com todas as premissas ocorrendo, o País voltando a crescer, assim como o PIB, e com a economia de fato ativada. Assim, teremos no final de 2020, entrando em 2021, um cenário de equilíbrio econômico”, disse Gallo após a apresentação dos resultados da Operação Fake Paper, contra a sonegação fiscal no setor do agronegócio.

Gallo também pontua que Mauro iniciou a gestão com déficit orçamentário de R$ 1,7 bilhão. Para reduzir, adotou medidas como o decreto de calamidade financeira, o pacote de ajuste fiscal e a reinstituição dos incentivos fiscais que reduziram o valor.

 A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) serve como diretriz para a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) e previa, para 2020, uma receita total estimada em R$ 19,155 bilhões e uma despesa estimada em R$ 19,863 bilhões. Com isso, o déficit chegava a R$ 708 milhões para o próximo exercício.

Entretanto, a reinstituição dos incentivos fiscais, aprovada pela Assembleia em julho, trouxe um incremento de mais de R$ 800 milhões à receita do Estado. Assim, o Paiaguás enviou anexos à LDO prevendo superávit de R$ 122 milhões.

 “Isso já faz com que ao fim do ano, a gente não chegue com dívidas para o ano seguinte na ordem de R$ 1,5 bilhão como estava previsto. Vamos terminar em uma condição muito melhor. Em torno de R$ 1 bilhão a menos”, completou Gallo.

 Conforme Gallo, o Executivo trabalhou com responsabilidade para manter o controle das contas públicas. Apesar dos enfrentamentos, como a greve na educação, avalia o resultado das medidas como positivo.

“Foi feito um trabalho para melhoria da receita. Cortamos alguns incentivos fiscais que não tinham o menor sentido, que eram, de fato, privilégios. Mantemos os que tinham sentido para o desenvolvimento do Estado. De outro lado,  trabalhando fortemente no corte e no controle da despesa. Não deixamos crescer a despesa com pessoal, porque nós não podíamos, em função do estouro da Lei de Responsabilidade Fiscal. Tivemos inclusive uma greve”, concluiu.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • alexandre | Terça-Feira, 15 de Outubro de 2019, 08h20
    3
    0

    não vai reequilibra nunca, enquanto não se reduzir os super duodecimos....

Matéria(s) relacionada(s):

Beto decide em maio quem vai apoiar

beto farias 400 curtinha   O prefeito barra-garcense e empresário Beto Farias (foto), que conclui neste ano o segundo mandato consecutivo, não sabe ainda quem apoiar à sucessão municipal. E só tomará uma decisão em maio, já faltando dois meses para as convenções. Até...

Lucas impõe regras pra cortar energia

luiz binotti 400 curtinha   Em Lucas do Rio Verde, a Energisa está proibida de interromper o fornecimento de energia elétrica, mesmo por inadimplência, sem informar ao consumidor, por escrito e com antecedência de 15 dias, sobre a suspensão dos serviços. O projeto aprovado pelos vereadores se transformou na...

Cidinho declina do convite à suplência

cidinho 400 curtinha   O ex-senador e empresário Cidinho Santos (foto), do PL, declinou do convite para compor uma das suplências da chapa ao Senado de Otaviano Pivetta (PDT). Em princípio, ele havia aceitado ser o primeiro-suplente. Mas questões empresariais não permitem que neste ano Cidinho concorra a cargo...

Conselhos, o populismo e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio (foto), bastante conhecido pelo perfil populista, busca se apegar cada vez mais às massas. Até para inaugurar um posto de saúde, Pátio, estrategicamente, aproveita para criar, ali na comunidade, os chamados conselhos. Busca debater...

Educação Inclusiva no Nilo Póvoas

marioneide 400 curtinha   A Seduc, sob Marioneide Kliemaschewsk (foto), decidiu desativar a tradicional escola estadual Nilo Póvoas, que funcionava há 50 anos no bairro Bandeirantes, em Cuiabá, o que acabou gerando protesto de pais e alunos. O prédio agora vai abrigar o Centro de Referência em...

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.