Executivo

Domingo, 26 de Janeiro de 2014, 11h:22 | Atualizado: 27/01/2014, 12h:38

Bandeirantes lidera reforma

Mário Okamura

Reforma_agraria

 Ao total, são 21 áreas, no Estado, que serão entregues à reforma agrária

Das 21 novas áreas destinadas para o programa de reforma agrária em Mato Grosso, decretadas pela presidente Dilma Rousseff (PT), 17 são localizadas em Nova Bandeirantes, onde mais de 500 famílias serão assentadas. Elas aguardavam pela regularização há mais de 15 anos. As outras ficam em Água Boa, Barra do Garças, Juscimeira e Juruena. Ao todo mais de mil famílias serão assentadas ainda este ano. Outros 15 Estados também tiveram novas áreas decretadas pela petista. O Incra investirá R$ 267,1 milhões na indenização dos imóveis aos proprietários das terras.

De acordo com a prefeita de Nova Bandeirantes, Solange Souza (PSD), com a regularização, além de revigorar a autoestima das famílias assentadas, haverá melhoria na economia do município. Isso porque elas passarão a contar com financiamentos do governo federal. Dados da Diretoria de Desenvolvimento de Assentamentos da autarquia apontam que em até cinco anos as famílias poderão gerar um valor da produção equivalente a dois salários mínimos mensais, uma vez que na região onde se localizam as áreas desapropriadas, a média do valor da produção da agricultura familiar chega a 3,7 salários mínimos mensais.

O decreto de Dilma foi publicado no Diário Oficial da União. Além da Medida Provisória nº 636, que dispõe sobre a liquidação de créditos disponibilizados a assentados e concede remissões. As famílias de Mato Grosso, bem como a dos outros Estados, atendidas pelo Programa Nacional de Reforma Agrária (PNRA), deverão estar no CadÚnico.

Os assentamentos serão regularizados por meio do Cadastro Ambiental Rural. Junto com a terra, o governo federal garantirá assistência técnica e iniciará os investimentos das demais políticas públicas, como os programas Minha Casa, Minha Vida, Água para Todos e Luz para Todos, em cronograma previsto já nas portarias de criação dos assentamentos.

Para o superintendente regional do Incra-MT, Valdir Mendes Barranco, a publicação dos decretos mostra a importância dada ao acesso à terra e a inovação da reforma agrária brasileira. “Dilma tem descentralizado as ações e está envolvendo todo o governo, modernizando a reforma agrária e viabilizando novas políticas públicas que dão condições de permanência dessas famílias em suas parcelas”, disse Barranco. 

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, avalia que com a nova metodologia para obtenção de área, a reforma agrária ganha agilidade e segurança na implantação dos assentamentos.

Novo Crédito Instalação

Para garantir a segurança alimentar, gerar excedentes e aumentar o valor da produção, a Medida Provisória (MP) institui o novo Crédito Instalação, a ser regulamentado com condições mais favoráveis que as atuais formas de operação e aplicado ainda em 2014. O depósito do crédito será feito diretamente na conta do beneficiário e não mais na conta de uma associação de assentados, como ocorria.

Historicamente, o Incra realizava entre 30 mil e 40 mil operações do Crédito Instalação anualmente. A expectativa da autarquia é a de triplicar esse número, chegando a 100 mil operações no próximo ano. 

A MP também apresenta solução definitiva para o endividamento nas diferentes linhas de crédito para a reforma agrária e agricultura familiar. Estimativas do Incra apontam que, aproximadamente 10 milhões de hectares de áreas reformadas poderão aumentar produção e produtividade com as novas condições de negociação, e acesso a novos créditos.

21 áreas em Mato Grosso vão para reforma agrária

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Câmara cassará 3º eleito em 11 anos

ricardo saad 400   O emblemático e inconsequente Abílio Júnior (PSC) caminha para entrar para os anais da Câmara de Cuiabá como o terceiro vereador a ter o mandato cassado nos últimos 11 anos. Parecer da Comissão de Ética, sob relatoria de Ricardo Saad (foto), é pela perda da cadeira...

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

Vereadores, Tapurah, reajuste e férias

odair tapurah vereador curtinha 400   Em Tapurah, no Nortão, com menos de 15 mil habitantes, seus nove vereadores iniciam o 2020 com salário reajustado em 4,48%, seguindo a tabela do INPC. Mesmo ainda em férias, eles vão receber já na folha de janeiro R$ 5,8 mil cada. No caso do presidente Odair César Nunes...

Vereador, reunião e apoio a músicos

diego guimaraes curtinha 400   Músicos e representantes da Prefeitura de Cuiabá sentaram à mesa nesta quinta, na Câmara Municipal, para tentar resolver impasse sobre horário de funcionamento e volume do som nos estabelecimentos e também estudar ajustes na lei do Disk-Silêncio. O presidente da...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.