Executivo

Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 07h:20 | Atualizado: 07/11/2019, 17h:11

ARAGUAINHA

Bolsonarista, prefeito diz que extinção de municípios é proposta maluca e ilógica

Rodinei Crescêncio

Especial Araguainha, a cidade do meteoro

Vista panorâmica das casas que abrigam os apenas mil habitantes da pequena Araguainha, a cidade menos populosa de Mato Grosso e a terceira do país

Rodinei Crescêncio

Silvinho

Prefeito Silvinho diz que pediu votoS para o presidente Jair Bolsonaro nas últimas eleições

 O prefeito de Araguainha (a 467 km de Cuiabá), considerado o  município menos populoso de  Mato Grosso e o terceiro  do Brasil, Sílvio José de Moraes Filho, o Silvinho (PSD),  está decepcionado com o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) que teve seu apoio e voto nas eleições de 2018. O motivo é a proposta apresentada ao Congresso Nacional que pretende extinguir os municípios com menos de cinco mil habitantes e arrecadação menor que 10% da receita total. Outras 33 cidades mato-grossenses podem ser atingidas.

Segundo afirma a aprovação da proposta pode transformar Araguainha em “cidade fantasma”. Isso porque acredita que grande parte dos pouco mais de 1 mil habitantes optariam por deixar o município caso voltasse a ser distrito de  Alto Araguaia.

Vamos tentar sensibilizar o presidente Bolsonaro, o ministro Paulo Guedes e a equipe do Palácio do Planalto para que essa PEC seja retirada

“Araguainha hoje, entre efetivos e contratados, tem cerca de 200 servidores. Se a gente voltar a ser distrito de Alto Araguaia, tenho certeza que o prefeito não vai manter todo esse pessoal. Não temos comércio para absorver toda essa gente. O pessoal vai caçar outro rumo. Esse projeto do presidente Bolsonaro é maluco, sem lógica. Para nós, é desastroso. Temos 55 anos de emancipação. É uma história que não pode terminar”, disse Silvinho em entrevista ao .

Historicamente, o PT venceu as eleições no município. Entretanto, acabou derrotado no ano passado quando  Bolsonaro que obteve 52,64% totalizando 329 votos e o petista Fernando Haddad alcançou 47,36, o que somou a ele 296 votos.

O resultado favorável a Bolsonaro pode ser atribuído ao empenho de Silvinho, que pediu votos para o candidato conservador e de direita. Agora, o prefeito evita dizer que está arrependido, mas admite que está sendo cobrado pelos munícipes.

Rodinei Crescêncio

Quadro pol�tica

“Em Araguainha, toda vida o PT ganhou no primeiro e segundo turno. Pela primeira vez, conseguimos fazer a oposição ganhar. Agora, ganhamos esse presente de grego do presidente. É triste. O bem mais precioso que temos na família  é a mãe. A sensação que tenho é que alguém chegou e disse: sua mãe está na UTI e não adianta fazer mais nada”, completou.

Apesar da decepção, Silvinho conta que já entrou em contato com os prefeitos de Serra da Saudade (MG) e Borá (SP), que são o primeiro e segundo municípios menos populosos do Brasil, respectivamente, para tentar reverter à situação. Na próximo semana, gestores dos pequenos municípios devem se reunir com a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e com as entidades municipalistas dos estados, incluindo a Associação Mato-Grossenses dos Municípios (AMM), para buscar uma audiência com o presidente Bolsonaro.

“Vamos tentar sensibilizar o presidente Bolsonaro, o ministro Paulo Guedes e a equipe do Palácio do Planalto para que essa PEC seja retirada. Esse projeto não pode nem ser apreciado. Os pequenos municípios já estão sendo prejudicados. Um empresário queria abrir um hotel em Araguainha e desistiu diante da possibilidade de voltar a ser distrito. Me comunicou que não vai mais investir aqui”, lamentou.

Postar um novo comentário

Comentários (23)

  • JOSÉ MARQUES BRAGA | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 12h17
    2
    1

    TEM RECEITA PARA TODOS OS GOSTOS. Nunca tinha visto tanta gente entendida de gestão pública como agora nas redes sociais. Só tem milagreiros. ATÉ SE TORNAR empreendedor por Decreto já é possível: " O presidente decreta que todos agora serão empresários". Ponto final. Eita Brasil veio sem porteira.

  • Povo de Mato Grosso. | Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 23h06
    10
    3

    Esse é o melhor exemplo que Bolsonaro esta certo. Pela visão técnica o município é totalmente inviável. Insustentável!

  • Valter | Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 16h32
    22
    5

    "Exatamente por isso o município tem que virar distrito, tem 900 habitantes e 200 funcionários públicos... ou seja, é INVIÁVEL!!!" Temos aí mais de 22% da polução ocupando cargo público. Com certeza tem pessoas de outras cidades e vários apadrinhados. Insustentável. Os políticos estão preocupados com seus futuros e não com a população. Povo de Araguainha, não se iluda.

  • joaoderondonopolis | Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 15h22
    4
    8

    Eu não acho que nos pequenos municípios estão os grandes problemas. O problema maior está lá próximo do presidente em Brasília. Os gastos mensais com deputados, senadores, stf, stj e etc. Uma humilhação aos pagadores de impostos que recebem 1 salário mínimo = R$ 998,00 e vê seu dinheiro sendo mal gasto. Eu ainda não vi nem ouvi Bolsonaro falar em combater estas gastanças. A TV lula a união gasta R$ 1 bilhão por ano, na campanha falava de acabar e agora esqueceu com medo do lula. Um deputado custar aos cofres da União a bagatela de R$ 300 mil reais/mês. Um senador a bagatela de R$ 500 mil/mês e por ai se vai.

  • . | Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 15h11
    8
    5

    Sabe, o Biroliro jamais teria o meu voto. Entretanto, em algumas coisas ele é brilhante. Extinguiu o horário de verão e agora acabará com os municípios "pela-jegues". Eu sinto até um frenesi quando vejo tais matérias... Para este prefeito, tenho uma prescrição, diante de tanta indignação: FAZ ARMINHA QUE PASSA!!!!

  • Juca | Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 15h08
    13
    2

    isso demostra que o governo Bolsonaro não esta aqui pra passar a mão na cabeça de ninguém, se da prejuízo não importa se é bolsonarista ou petista, tem que acabar com esta farra com o dinheiro publico. Ao contrario dos governos passados que fazia vista grossa desta mamata de gente vivendo as custas do dinheiro publico em locais que não produzem, ou seja, vivem exclusivamente do dinheiro do funcionalismo publico. Tem muita gente que não quer ser empreendedor neste país, prefere mamar nas tetas do governo e do dinheiro do contribuinte.

  • RAMILDO GOMES DE LIMA | Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 15h06
    2
    11

    Faz arminha; que passa!

  • Nho Belo | Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 14h20
    11
    1

    Pq? Se um município não se sustenta, ou acaba com o município ou com o salário de todos os políticos e cargos políticos, todos honoríficos sem auxílios e jetons.

  • Luciano | Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 13h29
    11
    1

    Exatamente por isso o município tem que virar distrito, tem 900 habitantes e 200 funcionários públicos... ou seja, é INVIÁVEL!!!

  • ronaldo araujo | Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 13h20
    9
    7

    Faz arminha agora, se veste de verde amarelo e sai batendo panela

Matéria(s) relacionada(s):

"Choque" de agenda de EP e de MM

mauro mendes 400 curtinha   Prefeitos e primeiras-damas estão sendo convidados para dois eventos programados para o mesmo dia e horário, em Cuiabá. Um partiu do prefeito Emanuel Pinheiro, que entrega 100% do Hospital Municipal de Cuiabá em 18 de novembro, às 20h, e espalhou convites para tanto gestores municipais,...

Mutirão já negociou quase R$ 40 mi

O Mutirão Fiscal Fecha Acordo do Governo de Mato Grosso, em parceria com o Judiciário, já negociou, na primeira semana, R$ 22.430 contratos, somando brutos R$ 37,7 milhões. E, com os descontos, ficaram em R$ 20,8 milhões, sendo R$ 12 milhões à vista. As negociações são feitas por meio da PGE e da Sefaz. O mutirão começou em 1º de novembro e segue até o próximo dia 29. Funciona no segundo...

Parceiros pra eventos de final de ano

emanuel pinheiro marcia 400 curtinha   Esta semana o prefeito da Capital Emanuel Pinheiro e a primeira-dama Márcia, que faz trabalho social voluntário, iniciam a maratona de reuniões com empresários em busca de apoio e parcerias para realização de festas natalinas e do réveillon. A ideia é,...

Fora da disputa e elogios à prefeita

toninho domingos 400 curtinha   Irmão do ex-prefeito Murilo Domingos (já falecido), o empresário Toninho Domingos (foto), que foi vice-prefeito por duas vezes, das gestões Nereu Botelho (94/98) e Jayme Campos (2001/2004), disse neste domingo que não está animado para concorrer à sucessão em...

Troca da Secretaria-Geral por gabinete

jairo rocha 400 curtinha   Jairo Rocha (foto), que teve atuação marcante em Cuiabá nos 22 anos de militância no PT e hoje filiado ao PSB, pediu exoneração do cobiçado cargo de secretário-geral da Câmara de Cuiabá para voltar a atuar como chefe de Gabinete do vereador Marcelo...

Relator, o silêncio e Abílio na forca

marcrean santos 400   O vereador Marcrean Santos (foto), relator na Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá da representação contra o colega Abílio Brunini (PV), optou pelo silêncio. Evita revelar até o cronograma de atuação dos trabalhos. Sabe o tamanho da responsabilidade...