Executivo

Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 07h:20 | Atualizado: 11/11/2019, 17h:09

PLANO MAIS BRASIL

Bolsonaro teve mais votos em 27 dos 34 municípios em risco de extinção - quadro

Agência Brasil

Bolsonaro

Presidente Jair Bolsonaro (PSL) batendo continência: venceu na maioria das cidades alvo

O presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) venceu o segundo turno das eleições de 2018 em 27 dos 34 municípios de Mato Grosso que correm o risco de serem extintos pelo novo Pacto Federativo proposto pelo governo federal. Adversário dele no 2º turno, Fernando Haddad (PT) conseguiu derrotá-lo em apenas sete.

Pela proposta entregue  ao Congresso Nacional por Bolsonaro e pelo ministro da Economia Paulo Guedes serão extintos os municípios com menos de cinco mil habitantes e com arrecadação própria menor que 10% da receita total. Com a extinção, essas cidades voltariam à condição de distritos dos municípios mais próximos.

Rovena Rosa/Agência

Fernando Haddad

Fernando Haddad´, do PT, conseguiu maioria dos votos em 7 municípios

 Entre as cidades que correm o risco de serem extintas, Bolsonaro obteve a maior votação em Figueirópolis D’Oeste. Segundo estimativa do IBGE lá existem 3.494 habitantes, e o presidente da República conquistou 78,19%  dos votos válidos, o que significa o apoio de 1.581 votos eleitores.

Já Haddad conseguiu seu maior percentual em Porto Estrela. No município, cuja  estimativa chega a 2.963 habitantes, o petista Porto Estrela fez  67,60%, o que representa 1.456 votos.

 A  proposta  integra  o pacote de reformas denominada Plano mais Brasil. Com o pacote de PECs, o Governo Federal tenta mudar a gestão das contas públicas nas três esferas de governo às vésperas dos 20 anos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).  

Embora os debates ainda não tenham iniciado, a extinção dos municípios já enfrenta forte resistência em Mato Grosso. Para o presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM), a medida é um retrocesso.

O presidente da Associação Mato-Grossense dos Municípios, Neurilan Fraga (PSD), também se declarou contrário. Para  o prefeito de Araguainha Silvinho (PSD), que administra a cidade menos populosa de Mato Grosso e a terceira do país, a extinção dos pequenos municípios é um projeto “maluco e sem lógica”.

Rodinei Crescêncio

Quadro municípios a serem extintos

 

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Eleitor | Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019, 04h00
    2
    2

    ISTO POUCO IMPORTA PARA ESTE BOLSONARO QUE CONSEGUIU ATINGIR O OBJETIVO DELE QUE FOI VENCER AS ELEIÇÕES.. POIS OS SERVIDORES PÚBLICOS PRATICAMENTE VOTARAM EM MASSA NESTE CIDADÃO E AGORA O QUE ELE E O TAL DE PAULO GUEDES FAZ É SÓ FERRAR SERVIDORES. ASSIM COMO O GOVERNADOR MAURO MENDES QUE DISSE QUE IRIA VALORIZAR OS SERVIDORES E SÓ PERSEGUE SERVIDOR E HUMILHA..

  • Air Francisco Costa | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 16h12
    5
    6

    Em menos de 1 ano, o seu governo autorizou a venda de vários produtos químicos para pulverização de lavouras que estão em desuso em países europeus e norte-americanos. Pesquisa realizada na UFMT mostra que a água de vários municípios está contaminada pelos defensivos agrícolas. Será que ele quer exterminar a saúde da população e depois a extinção do município? Que belo presente para seus eleitores. Pense melhor quando for votar.

  • rogie | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 08h59
    5
    6

    to nem ai lado nenhum porem foi eleito a gora ageunta quieto laraga mão se besta e esperar HEROI povo mente pobre

  • alexandre | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 08h45
    11
    5

    Tem que extinguir, o que vereador faz alem de gastar dinheiro publico ? o dinheiro gasto com vereadores pode ser investido em saude e educação nos municipios..

  • joaoderondonopolis | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 08h16
    11
    6

    Não vai extinguir município nenhum, o que falta é de mais investimentos do governo federal e estadual. O Presidente deveria mexer com os altos salários e mordomias do senado, da câmara, do stf, do stj e etc. Mas para isto deve ter vontade e coragem.

  • Claudio | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 08h06
    14
    9

    Imagino como esta, a consciência daqueles que votarão no Bozo.

  • sebastião | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 08h06
    14
    8

    Isso é bom p aprenderem a votar.

Matéria(s) relacionada(s):

Denúncia, psiquiatria e agora atestado

elizabeth 400 curtinha   Lotada como técnico-administrativo do RH do Hospital Metropolitano da Capital, Elizabete Maria de Almeida (foto), recorreu a um psiquiatra uma semana depois de registrar um BO e, sem apresentar provas, acusar o prefeito Emanuel de negociata, inclusive com dinheiro vivo para vereadores, com vistas a...

Título de Cidadã para senadora goiana

janaina riva 400 curtinha   A Assembleia fará sessão solene nestes últimos dias de 2019 para prestar homenagem a várias personalidades de diferentes segmentos e profissões. Uma das que serão condecoradas com o Título de Cidadã Mato-Grossense é a goiana Kátia Regina de Abreu,...

Francis sem os vereadores do partido

cesare 400 curtinha vereador caceres   A administração Francis Maris em Cáceres se tornou tão emblemática que perdeu apoio dos dois únicos vereadores do seu partido, o PSDB, na Câmara Municipal. Os tucanos Valdeniria Dutra e Claudio Henrique integram hoje o bloco de oposição ao prefeito,...

Gilberto prestigia sobrinho na Câmara

marcelo oliveira 400 curtinha   Depois de 11 meses sem pisar os pés na Câmara Municipal de Cuiabá, o vereador licenciado Gilberto Figueiredo, secretário estadual de Saúde e um dos pré-candidatos a prefeito do grupo do governador Mauro, apareceu neste sábado na sede do Legislativo, no ato que marcou a...

Suplente que terá 2 anos de mandato

adilton da levante 400 curtinha   Derrotado à reeleição em 2016, Adilson da Levante (foto) reassumiu cadeira de vereador pela Capital desde janeiro deste ano e deve prosseguir no cargo até o final do mandato, em dezembro de 2020. É que o titular Gilberto Figueiredo, que se elegeu pelo PSB e vai migrar para o DEM,...

PSDB veta Taques e vai priorizar Leitão

paulo borges 400 curtinha   O comando regional do PSDB não vai dar chance para Pedro Taques, caso este ensaie concorrer ao Senado com a provável suplementar, já no início de 2020 com a iminente cassação do mandato de Selma. Embora tenha dito que hoje se dedica à advocacia e à vida de professor...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.