Executivo

Segunda-Feira, 15 de Fevereiro de 2010, 12h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

CAOS

Chuva intensa inunda Praeirinho e Atalaia; situação já é de alerta



Após chuvas intensas, o Córrego do Barbado transborda e a água invade as ruas e prejudica o trânsito
Fotos: Josinei Moreira   
 

  As chuvas intensas castigam a cidade de Cuiabá e alagam pontos, principalmente da região do Coxipó. Uma casa está inundada no bairro Praeirinho. Os veículos não têm como trafegar. O prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), junto com os secretários de Meio Ambiente e Infraestrutura, Archimedes Pereira e Euclides Santos, respectivamente, o diretor da Defesa Civil de Cuiabá José Zanette, percorrem as áreas alagadas. A previsão é de que, no início da tarde, famílias do bairro Praerinho vão ser removidas para o ginásio Dom Aquino. “Trata-se de uma medida de precaução. Já estamos providenciando alimentos, remédios, tudo o que for necessário para estas famílias”, garante o prefeito tucano.

  O último levantamento da Defesa Civil aponta que o nível do rio Cuiabá está em 7,82 metros, sendo que a cota de alerta é de 8,50 metros. Por enquanto, a preocupação é com os bairros Praerinho e Atalaia. “Se continuar chovendo assim, teremos problemas também na Cohab São Gonçalo, Parque Geórgia (os dois da região sul) e Santa Izabel (zona oeste)”, alerta Wilson. Por outro lado, ele garante que não haverá mais problemas. "A cidade  está longe de decretar estado de calamidade pública", pondera.

   Ele também frisa que a prefeitura está preparada para minimizar os transtornos com os alagamentos por meio de um plano estratégico de atendimento à população. Ele revela que a principal preocupação é com a elevação do nível do rio Cuiabá. Por isso, há um monitoramento intenso nos afluentes, principalmente no Manso e Acorizal, além da cabeceira do rio que fica em Rosário Oeste. “De hora em hora estamos recebendo boletins para sabermos qual será a influencia no rio Cuiabá”.

  O monitoramento é importante porque os reflexos das chuvas em Rosário Oeste, por exemplo, demoram cerca de 40 horas para chegar em Cuiabá. Além da Capital, sofre com as chuvas as cidades de Tangará da Serra e Cáceres.
 


Água invade residências na Capital. Nível do rio Cuiabá chega a 7,82 metros e prefeitura monitora os afluentes

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Carla | Sábado, 21 de Maio de 2011, 19h01
    0
    0

    Nossa pessoal é muito feio querer justificar algo que de fato acontece, por meios de nosso próprios atos, infelizmente. Independente da localização ou não houve alagamento, deveríamos sim em preocuparmos com o nosso meio ambiente isso é só um pequeno resultado do andamos fazendo com ele. Ao invés de ficar discutinho informações comecem a agir fazendo algo pelo nosso ambiente que ele sim, agradecerá e muito. Obrigada pela atenção.

  • Gustavo Oliveira | Quarta-Feira, 17 de Fevereiro de 2010, 02h08
    0
    0

    Gustavo Oliveira, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Eduardo | Terça-Feira, 16 de Fevereiro de 2010, 23h19
    0
    0

    E isso que da jogar lixo no barbado, espero que os moradores aprendam desta vez e parem de fazer do barbado um deposito de lixo. obs: Moro na Av. Tancredo Neves.

  • PAULO | Segunda-Feira, 15 de Fevereiro de 2010, 14h33
    0
    0

    BOA TARDE, SÓ PRA ESCLARECER A INFORMAÇÃO E INDICAR A LOCALIZÃÇÃO CERTA ESTAS FOTOS SÃO DO BAIRRO PRAEIRO E CAMPOS ELISEOS PORTANDO ANTES DE DIVUGAREM MANCHETES ALARMANTES VCS DEVERIAM SE INFORMAR MELHOR SOBRE O ASSUNTO E PRINCIPALMENTE SOBRE OS BAIRROS DOS QUAIS VCS MENCIONAM . O BAIRRO PRAERIRNHO FICA AS MARGENS DO RIO CUIABA E DO LADO DIREITO DA AV BEIRA RIO (SENTIDO PORTO-COXIPO)

Túlio, inabilidade política e frustração

tulio fontes 400 curtinha   Túlio Fontes (foto), que ainda faz mistério sobre disputa à sucessão em Cáceres, ficará mesmo fora do embate das urnas. Ex-prefeito e derrotado duas vezes para deputado estadual, ele não moveu uma palha para fortalecer o seu nanico PV. Conclusão: o partido só...

Pátio, vice, o MDB e ex-secretário

adonias fernandes 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio não desistiu de vez do seu antigo partido, o MDB, no qual militou por mais de duas décadas. Embora em rota de colisão com alguns líderes emedebistas, Pátio ainda tem bom contato com o ex-padrinho político, o...

Prefeito de Sapezal e aditivo com 15%

valdecir casagrande 400 curtinha sapezal prefeito   O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (foto), autorizou o quarto aditivo de um contrato sem licitação, firmado em 2019 entre o município e a Casa de Saúde Santa Marcelina. Chamam atenção o valor e o aumento. A continuidade do atendimento aos...

Partidos acirram disputa a vice de Léo

leonardo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito emedebista Léo Bortolin (foto), um dos mais bem avaliados gestores mato-grossenses, convive com uma disputa acirrada de pretendentes ao cargo de vice-prefeito de sua chapa. A corrida por novo mandato está tão confortável que Léo praticamente não tem...

MDB e PRB devem se juntar em ROO

luizao 400 curtinha   Ao menos dois blocos de oposição em Rondonópolis estão levando a sério a observação do ex-governador e ex-senador Blairo Maggi, para quem Zé do Pátio ganharia a reeleição numa boa se o município tiver várias candidaturas. Ou seja, quanto...

Parlamentares numa disputa cômoda

thiago silva 400 curtinha   Parlamentares que estão se aventurando na disputa a prefeito nada têm a perder. Não precisam nem se afastar dos mandatos para concorrer ao pleito. Em caso de derrota nas urnas de novembro, continuam com suas cadeiras garantidas até 2022 (situação de estadual e federal) e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.