Executivo

Quinta-Feira, 01 de Janeiro de 2015, 14h:04 | Atualizado: 01/01/2015, 14h:12

Posse do governador

Clima de cordialidade entre Taques e Riva marca posse na AL - confira aqui

Gilberto Leite/Rdnews

posse-pedro-taques-josé-Riva.jpg

Clima entre os adversários governador Pedro Taques e deputado José Riva foi de cordialiadade na AL

A cerimônia de posse do governador Pedro Taques (PDT) e do vice Carlos Fávaro (PP) foi marcada pelo clima de cordialidade com o presidente da Assembleia, José Riva (PSD), principal adversário político do pedetista. O evento ocorreu na manhã de hoje (1º de janeiro), no plenário das Deliberações René Barbour.

Taques chegou à AL acompanhado da esposa Samira Martins e da filha Renata pontualmente às 8h50 e do vice Carlos Fávaro, também ladeado da esposa Claudinéia Fávaro e da filha Beatriz, e foi recebido pelo presidente do Legislativo, na porta, que desejou “sorte” no comando do Palácio Paiaguás. Em seguida, o novo gestor foi encaminhado à sala da presidência, onde foi recebido por outros deputados e já às 9h05 foi dada abertura à sessão solene.

Os deputados Romoaldo Junior (PMDB), 1º vice-presidente da AL, e Zeca Viana (PDT) foram responsáveis por encaminhar Taques e Fávaro ao plenário. O hino nacional brasileiro foi executado pela banda de música da Polícia Militar e logo após foram entregues as prestações de contas do pedetista e do progressista ao 1º secretário da Casa, deputado Mauro Savi (PR), que devem ser encaminhadas ao TRE conforme prevê a Constituição Estadual. Taques e Fávaro, então, oficializaram o compromisso de posse da tribuna e foram declarados empossados.

Após a leitura da ata, Riva foi o primeiro a discursar. Na fala, que durou 12 minutos, destaca feitos de ex-governadores na construção da história do Estado, citando Frederico Campos, Julio e Jayme Campos, Carlos Bezerra, Dante de Oliveira (falecido), Blairo Maggi e Silval Barbosa. “Neste momento, a população pode escolher no momento o modelo de Governo que ela acreditou que pudesse oferecer garantias de um futuro melhor, mais promissor”, disse.

População pode escolher no momento o
modelo de Governo que acreditou que
pudesse oferecer garantias de um futuro
melhor, discursa presidente  José Riva

O social-democrata lembra ainda das lições aprendidas nos 30 anos dedicados à vida pública inclusive os cinco mandatos como deputado estadual em especial referente ao diálogo com a sociedade. “Palavras e ações não têm força isoladamente”, afirma. “Taques terá uma tarefa árdua de transformação deste Estado, que refletirá na vida de cada um de nós. (...) Como cidadão ficarei na torcida para que aconteça somente o melhor e colho os resultados das ações governamentais, positivas ou negativas”, completa. 

O presidente da AL, que também é secretário-geral do PSD, promete ficar distante da política apesar de ter a filha Janaína Riva (PSD) eleita deputada estadual e não criar empecilhos nem fazer uma oposição destrutiva ao Executivo. “Como opositor que fui nas eleições, torço e farei minha parte para que tenha um Governo promissor e parlamentares estarão à vontade para votar livremente os projetos que acharem importantes para Mato Grosso”, garante. 

Feitos à frente da Assembleia foram lembrados por Riva como a construção da nova sede, instalação da TV e rádio AL, fundação da escola do Legislativo e do teatro recém-inaugurado. “E assim, com uma AL forte e independente, desejo sorte ao novo governador. Reitero a disposição deste Poder para cooperar na construção de um Mato Grosso ainda melhor para todos”. 

Fávaro discursou rapidamente na sequência, lembrando da crise vivida pelos produtores rurais em 2006 e a decisão de deixar a inércia e buscar canais representativos para garantir melhorias ao setor, em especial em relação aos incentivos e investimentos em logística. 

Discurso Taques

Gilberto Leite/Rdnews

posse-pedro-taques.jpg

Pedro Taques é empossado governador de Mato Grosso em ato na Assembleia

Antes de começar o discurso, o governador empossado pediu uma espécie de “banco” para ficar mais “visível” diante da tribuna, devid sua baixa estatura. Antes da leitura do discurso, que durou 20 minutos, Taques fez questão de cumprimentar as autoridades presentes e, curiosamente, citou a filha de seu "rival", a deputada diplomada Janaína Riva (PSD), para saudar os deputados estaduais eleitos. Também revelou que o sonho de ser governador é antigo. “Tinha 9, 10 anos. Estava na Praça Clóvis Cardoso, na rua 24 de outubro. Entrei na casa do ex-governador Frederico Campos no dia que ele foi escolhido e lá também chegou Garcia Neto. Participei deste momento histórico”.

Outra fala “fora de protocolo” foi uma resposta a uma declaração do deputado Mauro Savi sobre a idade dos secretários que assumirão o primeiro escalão a partir de hoje. “Ele disse: são todos meninos. Eu: Nem tanto. Quero agradecê-los por aceitar o meu convite”.

Seguindo então o discurso, entre outras palavras, o Papa Francisco foi lembrado pelo novo “comandante” do Palácio Paiaguás. "Aprendi que para ter acesso ao povo brasileiro, é preciso ingressar pelo portal do seu imenso coração: por isso permitam-me que nesta hora eu possa bater delicadamente a esta porta".

Além do permanente diálogo com a sociedade, transparência e efetividade nas ações, Taques cita o relacionamento harmonioso entre os Poderes. “Embora harmonia não queira dizer submissão”, aponta. Garante ainda que pretende conviver com a oposição de maneira democrática. “Não há Estado democrático sem oposição senão viveríamos a tirania e não a democracia”.

Com o Governo Federal, pretende cobrar mais investimentos. “Vamos ter com a presidente Dilma Rousseff a melhor das relações. Vamos continuar trabalhando para orgulhar o país e contribuir com o PIB brasileiro. É por isso também que iremos reivindicar tudo o que Mato Grosso precisa do Governo Federal”.

Governarei para todos e, sobretudo,
aos mais pobres, que mais precisam,
discursa governador Pedro Taques

Taques fez questão de pontuar que o plano de Governo foi apresentado após planejamento na tentativa de melhorar os serviços prestados pela administração pública. “Qualquer caminho serve para quem não sabe onde ir”, afirmou curiosamente citando o líder do Governo Silval na AL, Jota Barreto (PR). “A partir de estudos setoriais e dos dados estatísticos disponíveis, bem como da colaboração de técnicos, empresários e representantes dos diferentes setores da sociedade que nos trouxeram sua visão sobre a realidade mato-grossense. São metas que já perseguimos desde já”, completa.

Para finalizar, o pedetista assegura a governabilidade aos três milhões de mato-grossenses espalhados nos 141 municípios. “Estou pronto para essa mudança. Governarei para todos e, sobretudo, aos mais pobres, que mais precisam”. 

A cerimônia foi encerrada após a execução do Hino de Mato Grosso. Também compuseram a mesa de autoridades, o 1º e o 2º secretários da AL, deputados Mauro Savi (PR) e Dilmar Dal Bosco (DEM); os presidentes dos tribunais de Justiça, Orlando Perri, de Contas, Waldir Teis, Regional Eleitoral, desembargador Juvenal Pereira, e do Trabalho (TRT 23ª Região), desembargador Edson Bueno; o procurador-geral da Justiça, Paulo Prado; o defensor público-geral, Djalma Sabo Mendes; o comandante da 13º Brigada de Infantaria Motorizada, general José Carlos Braga de Avelar; o ex-governador Frederico Campos; assim como o senador Jayme Campos e o deputado federal Júlio Campos, ambos do DEM, representando, respectivamente, os parlamentares mato-grossenses no Senado e na Câmara Federal.

O plenário também contou com a presença de senadores, deputados federais e estaduais eleitos e reeleitos, secretários e ex-secretários, prefeitos e ex-prefeitos, além de outras autoridades e familiares.

Galeria de Fotos

Credito: Gilberto Leite/Rdnews
Credito: Gilberto Leite/Rdnews
Credito: Gilberto Leite/Rdnews
Mauro Savi e Pedro Taques
Credito: Gilberto Leite/Rdnews
Credito: Gilberto Leite/Rdnews
Pedro Taques cumprimenta José Riva
Credito: Gilberto Leite/Rdnews
Credito: Gilberto Leite/Rdnews
Pedro Taques cumprimenta Janaina Riva
Credito: Gilberto Leite/Rdnews
Pedro Taques cumprimenta Frederico Campos

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • marta | Sexta-Feira, 02 de Janeiro de 2015, 19h17
    0
    0

    olhem o rosto do taques conversando a sós com o riva........puts isso é a resposta para tudo rsrsrs

  • joaoderondonopolis | Sexta-Feira, 02 de Janeiro de 2015, 14h52
    0
    0

    joaoderondonopolis, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Cuiabano | Quinta-Feira, 01 de Janeiro de 2015, 17h45
    1
    1

    A foto desmente o título da matéria. O clima foi tenso, isso sim.

Lei em Cuiabá veta cortar luz e telefone

misael galvao 400 curtinha   Seguindo exemplo de outros municípios, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), rejeitou veto do prefeito Emanuel e promulgou uma lei, que proíbe empresas de gás e concessionárias de serviço público de energia elétrica, no caso a Energisa,...

Visita a todos setores e agradecimento

domingos neto tce 400 curtinha   Numa demonstração de humildade e respeito aos servidores, o presidente do TCE Domingos Neto visitou nesta 4ª todo os setores do Tribunal para agradecer pessoalmente o esforço, dedicação e a contribuição de cada colaborador para que sua gestão do...

Equipe, foco e elogios ao governador

mauro carvalho 400 curtinha   Mauro Carvalho (foto), o número 2 do Palácio Paiaguás, faz questão de destacar que o governador Mauro Mendes está fechando o 1º ano de mandato sem promover uma única mudança no quadro dos 16 secretários, incluindo os que comandam a CGE e PGE. Entende isso...

Até Galvan quer o Senado pelo agro

antonio galvan 400 curtinha   A eleição suplementar ao Senado para início de 2020 começa a despertar interesse de diferentes setores. Só dos chamados representantes do agronegócio são pelo menos quatro possíveis candidatos. Até Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja Mato...

Sem elo com a servidora denunciante

abilio 400 curtinha   Sob investigação da Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá por causa de reincidentes casos de quebra de decoro, Abílio Brunini (foto), em nota, contesta o colega Juca do Guaraná, que divulgou imagens e afirmou que o vereador do PSC esteve no Hospital São Benedito e...

Goleada na cassação no TRE e no TSE

edson fachin 400 curtinha   No TRE-MT, em abril, a juíza aposentada e senadora Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, teve o mandato cassado por unanimidade. No julgamento do recurso da parlamentar no TSE, nesta terça, o placar também foi "elástico": 6 a 1. Somente o ministro Edson Fachin (foto) votou acatando o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.