Executivo

Quarta-Feira, 03 de Novembro de 2010, 14h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:27

MÁFIA DA SECA

Comissão realiza as últimas audiências, afirma vereador

Comissão realiza últimas audiências e oitivas vão começar

Toninho de Souza  Termina nesta semana a rodada de 14 audiências públicas realizadas pela comissão especial da Câmara de Cuiabá que acompanha a sindicância da Sanecap sobre a “Máfia da Seca”. Conforme o presidente da comissão, vereador Toninho de Souza (PDT), a população apresentou uma série de denúncias contra a gestão da Sanecap, mas todas podem ser sanadas se houver uma reestruturação do modelo de administração. “No bairro Altos da Serra, por exemplo, não há sequer ligação de água, entretanto a população recebe conta com o valor da taxa mínima, que gira em torno de R$ 18”, revela o pedetista.

  Ele pontua ainda que já no Jardim Real, onde o abastecimento também é precário, há famílias que recebem contas de até R$ 700. “Essa semana ainda vamos ouvir os moradores dos bairros CPA IV e Altos da Boa Vista e depois vamos iniciar as oitivas”, afirmou o parlamentar, autor da denúncia que culminou na abertura de sindicância na Sanecap. No dia 30 de setembro, Toninho usou a tribuna da Câmara para falar sobre a existência de uma suposta “máfia da seca”, que por meio da ajuda de servidores e até de um diretor da Sanecap, lesaria a população ao manipular o controle de distribuição de água, que hoje é manual. Desde então, a Sanecap foi bombardeada por inúmeras críticas e acusações.

  Diante da crise, o prefeito de Cuiabá Chico Galindo, que já planejava fazer uma série de alterações no seu staff, remanejou Antônio Ventura, que estava na pasta de Esportes e Cidadania para a presidência da Companhia. Ele é tido como um homem de confiança de Galindo e substitui Carlos Roberto da Costa, o Nezinho, que assumiu o comando da diretoria da Copatur. Tentando “oxigenar” a gestão, o petebista também exonerou os diretores Cilbene Cristina Santos Rocha de Oliveira (administrativa), Álvaro Luiz Gonçalves (técnico), Dejair Souza Soares (comercial), mantendo apenas o diretor financeiro Frederico Campos.

  Há muita especulação sobre quem serão os substitutos, mas até agora não se sabe. Galindo estaria analisando currículos e as posses serão ainda nesta semana. Além dos principais diretores, a pedido dos vereadores, que cobram uma postura firme de Galindo, também devem ser exonerados o gerente da Divisão Operacional Noé Rafael e o gerente de atendimento institucional Édio Ferraz Ribeiro. Diante do emaranhado de problemas, Ventura terá um grande “abacaxi” para descascar, resolvendo problemas gerenciais e buscando melhorar o abastecimento de água e coleta do esgoto da Capital, que hoje é bastante deficitária.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • leo | Quinta-Feira, 04 de Novembro de 2010, 13h27
    0
    0

    é facil atirar em servidores de carreira, decentes, com mais de trinta anos de dedicação ao trabalho e a comunidadde, escondido atras da lei de imprensa e imunidade parlamentar, portanto não pode ser processado, pois nunca acontece nada, apenas para aparecer como paladino da defesa do povo, as custas da honra das pessoas decentes.que vergonha, vereador.

  • Laura | Quinta-Feira, 04 de Novembro de 2010, 12h47
    0
    0

    Nossa.. Pela reportagem aí é que se vê o grau de seriedade do Jornal Gente que coisa feia, envolvendo e citando nomes de engenheiros que nada tem com isso... é aquela velha historia... joga merda no ventilador.. não são em vcs que vai espirrar falam do q não sabem citam nomes de quem não esta envolvido e fica por isso mesmo se não ficasse por isso mesmo pensariam duas vezes antes de citar QUE VERGONHA!

  • Jucelino | Quarta-Feira, 03 de Novembro de 2010, 15h35
    0
    0

    E um vergonha o que estamos passado aqui no bairro Jardim Vitória, com a falta d água n/ aguento mais tanta seca, E Toninho de Souza por que n/ lê nosso e-mail no seus pragramas da gazeta quando e reclamação de vereadores em relação a água, lixo e essas obras do PAC que nunca sai, quero dizer que montamos um grupo e vamos começar a protestar, quero que vcs lembram da época que fomos ai com lata d água e fizemos um panelaço ai queremos solução pois n/ temos culpa. Queremos água.

Câmara chama secretária para vaga

chico 2000 curtinha   Após a destituição de Ralf Leite (MDB) da vaga de Chico 2000 (foto), licenciado, por força de decisão judicial, a Câmara de Cuiabá convocou a primeira suplente Luciana Zamproni (MDB) para assumir mandato temporário no Legislativo, menos de 30 dias. Ela atua como...

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.