Executivo

Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 12h:52 | Atualizado: 11/03/2014, 13h:02

Concessão da BR-163 vai ser assinada

O governo federal assina amanhã (12) o contrato de concessão da BR-163, situada na divisa de entre Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná. A concessionária vencedora do leilão, Companhia de Participações em Concessões (CCR), vai investir cerca de R$ 333 milhões em melhorias imediatas no trecho que liga os municípios sul-mato-grossenses de Novo Mundo e Sonora e R$ 6 bilhões no prazo de 30 anos nos 847,2 quilômetros concedidos à empresa. Além disso, instalará nove pedágios com tarifas entre R$ 3,20 e R$ 4,90.

O trecho é um dos corredores da escoação da produção de Mato Grosso e do Estado vizinho com destino ao Porto de Santos, em Santos (SP), por meio de carretas. Já a parte da rodovia que passa por 19 municípios mato-grossenses foi arrematada pela empresa Odebrecht S/A. São 850,9 quilômetros que vão do Distrito de Ouro Branco do Sul/Itiquira a Sinop. A rodovia é a principal via de escoamento do setor produtivo e também a mais perigosa, já que registro o maior número de mortes, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O deputado federal Wellington Fagundes (PR), presidente da Frente Parlamentar de Logística de Transportes e Armazenagem (Frenlog), afirma que a concessão a CCR atende à demanda urgente pela melhoria da condição das estradas. “Ainda que tenhamos bons investimentos em agricultura e trabalhadores competentes, com material e tecnologia, nossa produção continua concorrendo com a do exterior. São péssimas as condições de trafegabilidade nas rodovias, com buracos e a falta de sinalização e duplicações, o que gera intenso engarrafamento e inseguranças aos próprios motoristas”, explicou.

Assegura ainda que haverá, em longo prazo, economia de combustível, pneus e melhoria real do escoamento das produções dos estados, apesar da duplicação e das obras gerais na pista representarem aumento de 20% no pagamento de pedágios, em relação ao que era gasto anteriormente. 

Assim como o parlamentar, a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), estará na solenidade de assinatura e concederá, ainda, a BR-040, que liga o Distrito Federal a Goiás e Minas Gerais. O trecho é conhecido pelo alto número de acidentes, principalmente em períodos de chuva. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

Muitos cuiabanos votam em Chapada

thelma de oliveira 400 curtinha   A ex-deputada federal Thelma de Oliveira (PSDB), que em 2016 transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para Chapada dos Guimaráes, já está trabalhando nos bastidores o projeto de reeleição. E, agindo nos bastidores e de forma estratégica, ela conseguiu um...

Câmara cassará 4º eleito em 11 anos

ricardo saad 400   O emblemático e inconsequente Abílio Júnior (PSC) caminha para entrar para os anais da Câmara de Cuiabá como o quarto vereador a ter o mandato cassado nos últimos 11 anos. Parecer da Comissão de Ética, sob relatoria de Ricardo Saad (foto), é pela perda da cadeira...

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.