Executivo

Sexta-Feira, 14 de Junho de 2019, 15h:20 | Atualizado: 14/06/2019, 15h:26

PREVIDÊNCIA

Faltou dinheiro para pagar aposentados, afirma governador ao defender reforma

Reprodução

Mauro Mendes

Mauro Mendes faz vídeo na empresa Rumo, em Rondonópolis

O governador Mauro Mendes (DEM) voltou a lamentar que Estados e municípios foram retirados do texto da reforma da Previdência que tramita no Congresso Nacional. O democrata já havia classificado a decisão como “desserviço para o Brasil”.

Ocorre que  o relator, deputado federal Samuel Moreira (PSDB-SP), e os líderes que representam a maioria na Câmara,  querem que governadores e prefeitos convençam os parlamentares dos seus grupos políticos a votarem a favor da reforma da Previdência. Em troca, prometem a reinclusão dos estados e municípios quando o texto for para o plenário.

Ao lamentar novamente a decisão do deputado, Mauro lembrou que Mato Grosso possui déficit previdenciário anual superior a R$ 1 bilhão. Segundo ele, a situação obriga o Governo a deixar de investir nas áreas essências para pagar aposentadorias.

 “Faltou dinheiro para pagar os aposentados e tivemos que pegar dinheiro que podia estar sendo investido em estradas, saúde, pra comprar remédio e cuidar das escolas, mas usamos esse dinheiro, que é pago pelos cidadãos, para pagar aposentados”, lamentou o governador, que acompanhava o ministro da Infraestrutura Tarcisio Freitas em visita a Rondonópolis nesta sexta (14). 

Mauro também reafirmou que o déficit previdenciário é um dos principais problemas do país. De acordo com o democrata, enquanto o problema não for resolvido pela reforma, a máquina pública continuará inviabilizada.

“Lamento muito porque a previdência é um dos graves problemas do país.  O déficit de R$ 300 bilhões do governo federal inviabiliza investimentos. É vergonhoso ir a Brasília e ouvir o que a gente escuta dos ministros. Os ministérios também estão definhando por falta de capacidade de investir, de tocar os projetos. Eu vi e ouvi essa semana lá, de um representante do TCU, que tem mais de 14 mil obras do governo federal paralisadas por falta de recursos’, completou.

Ao defender a reinclusão dos estados e municípios no texto da reforma, Mauro sinalizou que vai dialogar com a bancada federal de Mato Grosso buscando votos pela aprovação. O Estado contra com oito deputados federais e três senadores, sendo que somente a deputada federal Rosa Neide (PT) declara posição contrária.

“Precisamos fazer com  que essa reforma unifique o Brasil e não permitir que tenhamos 358 tipos de reforma. Cada Estado fazendo de um jeito, cada município fazendo de um jeito e ainda uns não fazendo. Isso é um desserviço para o nosso povo brasileiro. Nós vamos entender bem, aguardar um pouco mais esse trâmite no Congresso Nacional, mas até lá vamos fazer bons debates com parlamentares, líderes e mostrar que o Brasil não aguenta mais ficar sangrando”, concluiu.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Vice do DEM-Cuiabá elogia gestão EP

joao celestino 400 curtinha   O advogado João Celestino (foto), vice-presidente da comissão provisória do DEM de Cuiabá e ligado ao senador Jayme Campos, se mostra simpático à gestão Emanuel Pinheiro, do MDB. Aliás, na segunda, Celestino fez uma visita ao prefeito e elogiou a...

Prefeito Beto faz mistério sobre apoio

beto farias 400 curtinha   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (foto), que está no segundo mandato e com a popularidade em alta, não revela quem apoiará para a disputa à sucessão, nem para aqueles aliados mais próximos. Quando perguntado, o emedebista costuma dizer que não está...

Filho de ex-prefeito, enfim, é cassado

thomaz 400 curtinha   Quase dois anos depois de cassado, enfim, o vereador tucano de Chapada dos Guimarães, Thomas Jefferson Xavier (foto), deixa efetivamente o cargo. O juiz Ramon Fagundes Botelho, da 34ª Zona Eleitoral, determinou, em decisão da última quinta (7), que a presidência da Câmara convoque de...

Bolsonaro, partido, Barbudo e Galli

nelson barbudo 400 curtinha   Da bancada federal de MT, composta por 11 parlamentares, apenas um deve acompanhar o presidente Bolsonaro para outro partido: Nelson Barbudo (foto). Ele vai sair do PSL junto com o capitão. A intenção de Bolsonaro é de se desfiliar e ficar um bom tempo sem partido. Até lá...

Prédio da Câmara receberá decoração

misael 400 curtinha   A Câmara Municipal de Cuiabá vai gastar R$ 41 mil com decoração natalina. E quem executará os serviços para deixar o prédio do Legislativo todo iluminado é a Capriata de Souza Lima & Souza, vencedora do pregão eletrônico. Com seus 25 vereadores, 521...

Avalone aposta em Nigro pra prefeito

carlos avalone 400 curtinha   Carlos Avalone (foto), hoje vice-presidente da Executiva estadual do PSDB, está cheio de planos como futuro presidente tucano. Já anunciou que em fevereiro Paulo Borges renuncia ao comando partidário e, então, passa a tocar a legenda no Estado e com a missão de coordenar os trabalhos...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.