Executivo

Segunda-Feira, 16 de Dezembro de 2019, 08h:45 | Atualizado: 16/12/2019, 09h:02

DE OLHO EM 2020

Secretário dispara que Emanuel endivida Cuiabá "brutalmente" e não vê resultados

O secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo (PSB) criticou a administração do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), pelos empréstimos consecutivos que vem fazendo. Gilberto avalia que um próximo gestor, seja em 2021 ou em 2025, deve encontrar uma situação semelhante àquela encontrada pelo governador Mauro Mendes (DEM) neste ano no Estado.

Cotado para disputar a prefeitura em 2020, com apoio de Mauro, ele ainda disse “sonhar” com um possível esclarecimento de Emanuel em relação ao suposto recebimento de propina na gestão Silval Barbosa. Gilberto é vereador e está afastado desde janeiro quando assumiu a pasta da Saúde no Estado. Ele pondera que preferia que aquelas imagens não fossem aquilo que a população imagina, mas diz que isso não foi esclarecido até hoje.

Rodinei Crescêncio

Secret�rio de Sa�de Gilberto Figueiredo

Secretário de Saúde Gilberto Figueiredo é cotado para disputar Prefeitura de Cuiabá. Homem de confiança do governador Mauro, ele critica gestão Emanuel 

“Isso, somado a outros fatores que ocorreram na Assembleia, um conjunto de coisas, que me fizeram não pactuar com isso que está acontecendo em Cuiabá. Na minha opinião, é uma gestão populista que está endividando a cidade brutalmente. Eu tenho convicção que essa cidade vai ser entregue, algum dia a um próximo gestor, em uma situação muito semelhante a aquela que o governo passado entregou ao governo atual, e que vem se acumulando de antes”, disse, numa referência às gestões Silval e Pedro Taques (PSDB).

Um dos homens de confiança de Mauro, adversário declarado de Emanuel, Gilberto ressalta que o hoje governador, à época em que era prefeito, encerrou seu mandato, em 2016, com o caixa ajustado, com as contas em dia. E frisa que a sua aprovação beirava os 70% em setembro daquele ano.

“Mauro entregou uma prefeitura para o gestor redonda, saneada fisicamente, tanto é que tinha uma aprovação bastante substancial quando foi prefeito. E hoje nós observamos que a prefeitura está no quinto empréstimo, mais de R$ 800 milhões contraídos em dívidas, já teve rebaixada sua nota no Tesouro Nacional pelo endividamento que tem, basta olhar os indicadores atuais”, disparou.

Para ele, não é possível ver o resultado desses investimentos.“Além das praças que são feitas, não tem, de forma substancial, nenhuma grande evidência de que esses recursos estejam sendo aplicados em benefício da população. Eu tenho essa análise crítica. Em que pese, como vereador sempre respeitei e votei a favor daquilo que achava que era correto. Aquilo que não achava correto me posicionei contra, sempre respeitando o gestor”, assevera.

Ainda no PSB, o secretário deve avaliar em março ou abril do próximo ano uma migração para o DEM de Mauro na janela partidária. Ele, porém, ainda não confirma a vontade de entrar na disputa. A ideia dos democratas é ter um candidato de oposição a Emanuel na Capital. O presidente estadual do partido, o suplente de senador Fabio Garcia, também é cotado, assim como o secretário da Casa Civil Mauro Carvalho.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • joaoderondonopolis | Segunda-Feira, 16 de Dezembro de 2019, 09h52
    3
    1

    Uai!!! não estou entendendo, o secretário dizer que não tem obras da prefeitura em Cuiabá, cada vez que vou a Cuiabá, o que vejo são obras e mais obras da prefeitura. A população está satisfeita. O pior cego é aquele que não quer enxergar.

  • jose de faria lima | Segunda-Feira, 16 de Dezembro de 2019, 09h36
    5
    1

    Precisa aumentar o grau dos óculos então... Se o Hospital Municipal pronto e entregue, não é obra acabada, o asfaltamento da Av. Fernando Correa da Costa, as praças nos bairros periféricos, os dois parques na região da grande CPA, colocou a Águas Cuiabá para trabalhar no saneamento básico, os dois viadutos da Av. das Torres e da ponte Sérgio Mota, se isso não são obras, o que é então? Ah, lembrei, obra para ele é a do Porto que foi deixada inacabada, a do Parque Tia Nair que deixou na mão de empresa provada e não dava manutenção alguma...

  • Ggm | Segunda-Feira, 16 de Dezembro de 2019, 09h18
    3
    5

    Só encherga isso Quem tem noção de orçamento, o rombo vai ser monstruosos. E ninguém faz nada para brecar.

  • Paulo | Segunda-Feira, 16 de Dezembro de 2019, 09h05
    7
    4

    Papo furado de pré candidato. Não sou eleitor de EP. Mas dizer que não está vendo obras é porque só fica em seu gabinete.

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

Expectativa de tocar a Cultura de MT

paulo traven 400 curtinha   Um dos três adjuntos da pasta de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, José Paulo da Mota Traven (foto) vem se articulando para assumir de forma efetiva o comando da secretaria. Ele conta com apoio de alguns membros do staff, como do secretário de Governo, Alberto (Beto) Machado. O governador...

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.