Executivo

Quinta-Feira, 21 de Maio de 2020, 19h:44 | Atualizado: 22/05/2020, 10h:37

REUNIÃO COM GOVERNADORES

Mauro elogia mudança de postura de Bolsonaro: estava sensato e propositivo

Marcos Vergueiro Secom-MT

Governador Mauro Mendes e sec. Mauro Carvalho

Governador Mauro Mendes e o secretário da Casa Civil durante reunião em teleconferência de governadores com o presidente da República, Jair Bolsonaro

O governador Mauro Mendes (DEM) elogiou a postura do presidente da República Jair Bolsonaro na reunião com os governadores, realizada na manhã desta quinta (21), para tratar da sanção em breve e com vetos, ao projeto de Lei Complementar de ajuda a estados e municípios aprovado no Congresso Nacional. Segundo o democrata, Bolsonaro se mostrou “sensato e propositivo”, evitando qualquer animosidade com os chefes dos Executivos estaduais.

Os governadores conversaram com o presidente por meio de videoconferência. Já  Bolsonaro esteve no Palácio do Planalto acompanhado, presencialmente, de ministros e dos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

 “Foi uma reunião bastante equilibrada. O presidente se mostrou bastante sensato, senti ele bastante propositivo. Ontem (20), fizemos uma reunião de alinhamento com os governadores e acordamos que faríamos uma reunião propositiva, alinhada e que passaríamos nossa posição para   construirmos  um novo momento no Brasil em que toda a classe política, todos que têm mandato e a responsabilidade de conduzir o destino de milhões de brasileiros, possam unir seus esforços. Precisamos nos unir para enfrentar a pandemia e fazer a economia continuar rodando e iniciar a recuperação”, disse Mauro, no final da tarde de hoje, em entrevista à CNN.

A reunião

 Ao abrir a reunião, Bolsonaro pediu apoio aos parlamentares para que mantenham o veto presidencial ao ponto do projeto que suspende o aumento no salário de servidores públicos até o fim do ano que vem. Ele já havia anunciado que iria vetar a possibilidade desse reajuste e que considera “menos amargo” o congelamento, diante da proposta inicial de redução em até 25% do salário do funcionalismo público.

Durante a reunião, o presidente Rodrigo Maia destacou a importância da atuação conjunta, durante a pandemia, e da sanção ao projeto de lei complementar de número 39.

Segundo o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, a sanção presidencial depende, ainda, de questões técnicas, referentes a ajustes relacionados a decreto de contratação nas Polícias Federal e Rodoviária Federal.

Os governadores do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) e de São Paulo, João Doria (PSDB), falaram com os presentes no Palácio do Planalto, em nome dos demais gestores estaduais.

Azambuja reiterou o pedido de sanção ao PL, além de manter o veto ao reajuste de servidores públicos. Solicitou também a liberação da primeira parcela do auxílio a estados e municípios - que totaliza R$ 60 bilhões - até o dia 31 de maio.

Ainda sobre o projeto aprovado, os governadores pediram que Bolsonaro, ao sancionar, mantenha a suspensão das dívidas de estados com entes financeiros e bancos, até o fim deste ano, devido à queda na arrecadação de estados e cidades.

João Doria, governador de São Paulo, concordou com os pedidos anteriores e reforçou a solicitação da liberação da primeira parcela do auxílio a estados e municípios.

O chefe do Executivo do Espírito Santo, Renato Casagrande, pediu, ainda, ao presidente Jair Bolsonaro, que mantenha, junto com os poderes Legislativo e Judiciário, uma coordenação unificada com governadores e prefeitos durante o combate à pandemia da Covid-19. Para ele, é importante que os gestores locais também participem de decisões centrais, junto com o governo federal.

Na reunião, Bolsonaro prometeu a sanção imediata da ajuda aos estados e municípios. No entanto, na tradicional live de quinta, o presidente da República declarou que sancionará o projeto em “alguns dias”, o que quebra o acordo. (Com informações da Agência Brasil)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Dos Santos | Sexta-Feira, 22 de Maio de 2020, 10h13
    2
    0

    Só um ingênuo mesmo ou quem faz " vista grossa" para acreditar que Bolsonaro ficou bonzinho, tem sensatez e está sendo propósito. Ninguém muda de personalidade de uma hora pra outra ou da noite para o dia. Ele continua no jogo do morde assopra.

  • Marlan | Sexta-Feira, 22 de Maio de 2020, 07h15
    2
    4

    GRAÇAS A DEUS O PRESIDENTE ESTÁ AMADURECENDO POLITICAMENTE, PORQUE ELE ESTAVA MESMO ERA "MADURECENDO" A LA DITADOR MADURO DA VENEZUELA, COM DETERMINADAS ATITUDES, PRECISA ENTENDER QUE PRESIDIR UMA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA NÃO É O MESMO QUE COMANDAR UM PELOTÃO DE RECRUTAS NEÓFITOS.

  • naldo | Quinta-Feira, 21 de Maio de 2020, 20h27
    8
    10

    Depois de tanto levar invertida, o Bozo resolveu dar uma de bonzinho perante os governadores. E tem vários deles que caíram na lábia desse incompetente. Amanhã mesmo já vai cair de paulada de novo responsabilizando os governadores e prefeitos pelos mais de 20 mil óbitos do Covid-19.

  • Júlio | Quinta-Feira, 21 de Maio de 2020, 20h20
    13
    5

    ISDO AÍ GOVERNADOR TEM QUE LAMBER BASTANTE E BEM LAMBIDO O PRESIDENTE APÓS ASSINAR CARTA CONTRA ELE DAÍ VEM DINHEIRO

Caminho bem consolidado à reeleição

leonardo 400 curtinha   Dos prefeitos que podem ir à reeleição de cidades pólos, o que encontra situação mais confortável é Leonardo Bortolini, o Léo (foto), de Primavera do Leste. Bem articulado e habilidoso politicamente e com uma relação extensa de obras e...

PSDB e balão de ensaio para prefeito

paulo borges 400 curtinha   Bastante enfraquecido e fragilizado, após perda do comando do Executivo estadual e de quadro de filiados, o PSDB anuncia que terá candidato a prefeito de Cuiabá. E até lista três "prefeitáveis", sendo eles os empresários Luiz Carlos Nigro e Dorileo Leal, além do...

Grupo de Fabinho ávido pelo poder

fabio tardin 400 vereador   Uma ala do DEM de Várzea Grande, que se sente excluída do Paço Couto Magalhães, está torcendo pela cassação da prefeita Lucimar e do vice Hazama. O placar do julgamento no TSE está em 2 a 1 pela manutenção do mandato. Esse bloco anti-Lucimar é...

Vereadores oficializam 2 férias por ano

emerson 400 alta floresta curtinha   Os vereadores de Alta Floresta, no Nortão, aproveitaram este período de pandemia, com as atividades presenciais suspensas, para garantir dois períodos de "férias" por ano. Em decisão desta segunda, a Câmara Municipal, presidida por Emerson Sais Machado (foto), alterou o...

Comissão da Câmara sob efeito-Covid

renivaldo 400 curtinha   Em meio às discussões sobre transparência e compras emergenciais de medicamento, insumos e equipamentos às unidades de saúde, na luta contra a pandemia da Covid-19, a Câmara de Cuiabá criou uma Comissão Especial, composta por três vereadores. Tem a...

Ex-secretária Martha Maia com Covid

martha maia 400   A ex-secretária de Saúde e de Promoção Social de Alto Araguaia, Martha Maia (foto), anunciou nesta terça à noite que foi diagnosticada com Covid-19. Apesar disso, não está tendo sintomas da doença e já segue as recomendações padrões de ficar...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Até dezembro, o IFMT terá eleição para Reitoria. Quem você acha que será eleito dos candidatos abaixos?

Deiver Alessandro

Julio Santos

Nenhum deles

Não tenho ideia

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.