Executivo

Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 11h:17 | Atualizado: 01/07/2020, 11h:43

CORONAVÍRUS

Damares cita possibilidade de genocídio indígena no Araguaia e senador articula

A ministra Damares Alves, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, disse temer genocídio entre os Xavantes caso medidas urgentes não sejam tomadas para conter o avanço da covid-19 nas aldeias a região do Araguaia.

Durante reunião ontem (30) com o senador Wellington Fagundes (PL-MT) e o prefeito de Barra do Garças, Roberto Farias (MDB), a ministra assumiu o compromisso de atuar junto ao presidente Jair Bolsonaro e ao Comitê Nacional de Articulação das Ações de Enfrentamento ao Coronavírus para definir ações de combate à proliferação dos casos de Covid-19 nas aldeias indígenas, especialmente do povo Xavante, na região de Barra do Garças.

“Se existir o genocídio que tanto falam lá fora, ele não se dará na Amazônia, mas na região do Araguaia. Isso porque os Xavantes se deslocam em grupo e acabam se contaminando nas cidades e levando o vírus para as aldeias”, disse a ministra, que adotou uma indígena dessa nação como filha. “Conheço as especificidades dessa etnia”.

Damares deve levar ao presidente e ao comitê as sugestões feitas pelo senador e pelo prefeito de implantação de barreiras sanitárias, da criação de um hospital de campanha com 20 leitos e a presença do Exército para evitar o deslocamento dos indígenas.

“Pedi essa interferência pessoal da ministra porque se trata de uma questão humanitária”, disse o senador. Segundo Wellington, o assunto também foi levado ao Ministério da Saúde, Funai e Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai). “Vou falar pessoalmente com o ministro-chefe da Casa Civil, Braga Neto, e o Ministério da Defesa também”.

Na quarta (24), a situação dos indígenas já havia sido relatada pelo senador ao ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, em reunião da Comissão Mista da Covid-19. Ele ressaltou o papel da bancada federal de Mato Grosso, especialmente da deputada federal Rosaneide (PT-MT), que tem atuado no caso.

Segundo o prefeito de Barra do Garças, Roberto Farias, a situação é dramática já que a cidade é referência para casos de média e alta complexidade e atende a uma população de 400 mil pessoas, incluindo os moradores de alguns municípios de Goiás que fazem divisa com Mato Grosso.

Com 98% de ocupação dos leitos de UTI, o sistema de saúde de Barra do Garças está em colapso, agravado pelo alto índice de casos de indígenas contaminados pelo coronavírus. “Somente hoje, foram três óbitos de indígenas e temos pelo menos 20 leitos de enfermarias ocupados por casos menos graves”, contou ontem.

Existem pelo menos 22 mil indígenas vivendo na região do Araguaia em aldeias muito próximas às cidades.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Dema Barbosa | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 09h09
    0
    0

    Prefeito Roberto Farias, sem dúvida nenhuma, deixará a Prefeitura de Barra do Garças, com uma grande história de esforços, dedicação e competência. Quem viver, verás

MDB fechado com Pivetta à senatória

joao jose 400 curtinha   O médico e deputado estadual João José (foto), do MDB, disse nesta segunda, em entrevista às jornalistas Lídice Lannes e Andhressa Barboza, em live do RDTV, tv web do portal Rdnews, que o seu partido está fechado no apoio à candidatura de Otaviano Pivetta ao Senado, na...

Pátio punido por não licitar transporte

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto) vai concluir o mandato sem conseguir realizar a licitação do transporte coletivo urbano de passageiros, vencido desde março de 2014. Por essa irregularidade na concessão, já que a Cidade de Pedra, empresa que explora o...

Anelise só vai com respaldo de MM

anelise silva 400 curtinha   Filiada ao DEM, Anelise Silva (foto) deve desistir da disputa à Prefeitura de Cáceres, a não ser que o governador Mauro Mendes, com quem ela pretende conversar nos próximos dias, declare apoio irrestrito a sua candidatura. Nos bastidores, Mauro não dá sinais de que...

Deputados "adotam" pré-candidatos

franklin 400 curtinha   Deputados estaduais se transformaram em padrinhos políticos de quatro pré-candidatos a prefeito de Santo Antonio de Leverger. Considerado o nome mais forte eleitoralmente, o ex-vereador por três mandatos e derrotado ao Executivo em 2016, Franklin Silva (foto), do PSDB e sobrinho do ex-prefeito Edu, entrou...

Candidato da Reitoria sob desgaste

julio cesar 400 curtinha   O professor Júlio Cesar (foto), um dos dois candidatos a reitor, tem apoio carimbado do grupo que comanda a instituição há cerca de 20 anos - desde a Escola Técnica, passando pelo CEFET, até o IFMT. Mas, nas viagens e reuniões em busca de voto, e numa tentativa de evitar o...

Túlio, inabilidade política e frustração

tulio fontes 400 curtinha   Túlio Fontes (foto), que ainda faz mistério sobre disputa à sucessão em Cáceres, ficará mesmo fora do embate das urnas. Ex-prefeito e derrotado duas vezes para deputado estadual, ele não moveu uma palha para fortalecer o seu nanico PV. Conclusão: o partido só...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.