Executivo

Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021, 09h:11 | Atualizado: 27/01/2021, 13h:44

Defaz não pode engavetar denúncias, diz Mauro ao reclamar de "pirotecnia" - leia

Rodinei Crescêncio/Rdnews

Governador Mauro Mendes e o secret�rio Gilberto Figueiredo

O governador reclamou mais agilidade da Defaz, alertou que não pode engavetar denúncias "estão há anos nos bastidores da burocracia" sem andar

A atuação da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz) voltou a ser criticada pelo governador Mauro Mendes (DEM). Ele pediu ao delegado-geral da Polícia Civil Mario Demerval, uma atuação "sem pirotecnia" e falou em denúncias engavetadas ao responder questionamento de jornalistas sobre os processos que envolvem o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

“Eu cobro deles, do delegado Mario Demerval, já cobrei isso publicamente que eles precisam dar mais respostas objetivas, com segurança, sem pirotécnia e com responsabilidade, mas investigar toda e qualquer denúncia e dar resolutividade, não pode engavetar e nós sabemos que tem algumas denúncias que estão há anos nos bastidores da burocracia e não vão para frente”, asseverou Mauro em coletiva à imprensa na última terça (27).

Ano passado, em reunião com seu grupo para pedir apoio ao candidato à Prefeitura de Cuiabá Roberto França (Patri), Mauro revelou que estava revoltado com o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) e que ele próprio “aporrinha” órgãos de controle que investigam o rival.

À época, Emanuel chegou a acusar o governador de perseguição política e que ele estaria usando do cargo para intervir nas ações da Defaz contra ele.

“A Delegacia não tem a função de investigar as mazelas do prefeito de Cuiabá, ela tem a função de investigar toda e qualquer mazela, seja ela de Cuiabá ou qualquer outra Prefeitura, do Governo ou qualquer ente que ela tenha jurisdição”, finalizou o governador.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • jose de faria lima | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021, 10h20
    14
    2

    Cuidado com o que pedes, MM. Quem te telhado de vidro....kkkk

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...

Magistrado quer restrições mais duras

orlando perri 400 curtinha   Ao deferir pedido de liminar na Ação Direta de Inconstitucionalidade proposta pelo chefe do MPE-MT, José Antonio Borges, em meio a conflitos de normas editadas pelo governo estadual e pela Prefeitura da Capital, o desembargador Orlando Perri (foto) enfatiza que é preciso endurecer as medidas...

Paisagista, aliança com Pátio e a AL

claudio paisagista 400   Claudio Ferreira, o Paisagista (foto), está tão empolgado com a votação para prefeito de Rondonópolis no ano passado que pretende encarar outro teste das urnas, agora para deputado estadual, em 2022. Pelo DC, ele tentou a sucessão municipal e chegou a 17.498 votos, ficando...

90 novas UTIs só neste ano em MT

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto) disse que o governo estadual tem se empenhado ao máximo na luta pelo combate ao novo coronavírus. E enfatiza que somente neste início de ano, o Estado já habilitou 90 novos leitos de UTI para atender casos graves de Covid-19. Entre janeiro e março, foram abertos...