Executivo

Terça-Feira, 10 de Setembro de 2019, 14h:38 | Atualizado: 10/09/2019, 15h:54

EM CHAMAS

Depois do Estado, Cuiabá também decreta situação de emergência para conter fogo

Gustavo Eduardo

Inc�ndio no Ecoponto de Cuiab�

Nesta 2ª, incêndio destruiu parte dos materiais depositados em um Ecoponto, no Areão

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) anunciou que irá decretar situação de emergência por conta das queimadas que atingem a Capital. A decisão foi tomada após o registro de 16 ocorrências de incêndio somente nessa segunda (09). A medida será oficializada na próxima quinta (12).

Para alinhar as ações de combate as queimadas, Emanuel já se reuniu com a Defesa Civil e com as pastas de Assistência Social, Educação e Mobilidade Urbana. Segundo ele, o objetivo é proteger as pessoas mais expostas ao calor. A lista inclui idosos, crianças, profissionais da educação, agentes de trânsito e garis.

Emanuel já adiantou que irá aumentar o número de brigadas para conter os incêndios. Isso porque somente a  Diretoria de Segurança Contra Incêndio e Pânico, localizada no bairro Porto, está atendendo atualmente.

“Uma das medidas que eu mandei estudar é triplicar o número de brigadas, ou seja, ir para quatro ou cinco se for possível. Quero colocar uma em cada região e uma ficaria no Centro, porque está tendo muita demanda, muita ligação e não estou dando conta de cruzar a cidade, sair do Verdão, por exemplo, pra ir conter uma queimada lá no CPA 4”, declarou Emanuel durante o do programa Hora Estendida na Saúde, na manhã desta terça (10), no bairro Tijucal.

O  governador Mauro Mendes (DEM) já decretou situação de emergência no Estado por 60 dias. Mato Grosso chegou a  registrar 8.030 focos de calor em agosto, 230% a mais se comparado ao mesmo período do ano passado.

A partir deste Decreto 242, assinado ontem (9), o governador pode adotar uma série de medidas emergenciais, como autorizar compra de bens e materiais sem licitação, suspender execução de contratos administrativos e até deixar de atender metas fiscais e limitações de empenhos.

“Nesse período de seca terrível de umidade do ar, realmente está sufocante. Eu quero me unir, quero ajudar o Estado, ajudar a União, e todos nós temos que nos unir para melhorar e zelar a saúde da população cuiabana e mato-grossense”, concluiu.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Apoio entre opositores é pura falsidade

diego guimaraes 400 curtinha   O tão propagado apoio político recíproco entre os vereadores de oposição em Cuiabá, principalmente em relação ao futuro cassado Abílio Júnior, não é verdadeiro. Todos são concorrentes entre si. Tentam viabilizar suas...

Joaninha se afasta da Câmara de Sinop

joaninha 400 sinop vereador curtinha   O vereador por Sinop Joaninha (MDB), conforme a coluna Curtinhas adiantou, se licenciou do cargo por 60 dias para se recuperar do acidente que sofreu durante manobra na Competição Duelo de Motos, em Atibaia (SP). Enquanto isso, o suplente Mauro Garcia (MDB), ex-secretário de...

Manifestação de apoio deles para ele

elizeu nascimento 400 curtinha   Mesmo com o apoio dos deputados Elizeu Nascimento (foto), Xuxu Dalmolin e Ulysses Moraes que levaram até assessores, em pleno horário de expediente, a manifestação pró-Abílio na Câmara de Cuiabá foi considerada fraca. Investigado por quebra de decoro...

TCE cria estrutura para atender a AL

maluf 400 curtinha   A Assembleia Legislativa saiu de Guilherme Maluf (foto), mandando-o para o TCE, mas ele não saiu da AL. Alçado à presidência com menos de um ano na cadeira vitalícia, Maluf acaba de criar uma assessoria parlamentar para promover o intercâmbio com as comissões da AL e ainda um...

Cassação de Abílio depois do Carnaval

abilio junior 400 curtinha   Por mais que Abílio Júnior (foto) implore e grite por socorro, na esperança de escapar da cassação, inclusive se colocando como vítima de perseguição política, perderá mesmo mandato. Mas isso só vai ocorrer após o Carnaval. A...

PGR monitora delação de ex-deputado

jose riva 400 curtinha   Membros do alto escalão da Procuradoria-Geral da República, que rejeitou a proposta de delação de José Riva (foto) na esfera federal por causa de omissão de crimes, estão monitorando os bastidores do acordo de colaboração, agora entre o Ministério...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.