Executivo

Segunda-Feira, 10 de Março de 2014, 18h:22 | Atualizado: 10/03/2014, 18h:24

Legislativo

Deputado critica pontes de madeira e diz que situação de MT é vergonhosa

Davi Valle/Rdnews

montagem-pedro-satelite_interna.jpg

Deputado estadual Pedro Satélite em entrevista à jornalista Talita Ormond critica Governo Silval

O deputado estadual Pedro Satélite (PSD) critica a atuação dos governos estadual e federal no sentido de acabar com as pontes de madeira no Estado. Para ele, municípios do interior vivem situação de vergonha e falta de respeito, já que ano a ano, no período chuvoso, as enxurradas levam diversas vias de acesso por conta da fragilidade da madeira. “Todo ano chove e isso é normal, mas o que deve ser feito são as pontes de concreto”, ao explicar durante entrevista ao Grupo Rdnews.

O social-democrata diz que aproveitou a passagem da presidente Dilma Rousseff (PT), por Lucas do Rio Verde, para falar, rapidamente, sobre o problema. A petista, no entanto, se limitou a concordar com a afirmação, sem mais comentários. Satélite defende a criação de um programa federal “Ponte para Todos”, no estilo Luz Para Todos, do Ministério de Minas e Energia, para angariar recursos.

Ainda neste sentido, observa que o governador Silval Barbosa (PMDB) deixou a desejar em outras áreas, para focar somente nas obras da Copa do Mundo. Garante que a população mato-grossense precisa de um novo gestor que pense no social, na saúde e nas pessoas. Classifica a gestão do peemedebista como “normal” e, embora reforce o legado que ficará após os jogos, afirma que provavelmente não seria a favor da Copa, caso fosse hoje a escolha do Brasil como sede.

Quanto às obras, o deputado acredita que faltou comunicação do governador com a população. Segundo ele, nenhum outro gestor conseguiu tantos recursos para o Estado em tão pouco tempo. Sobre os atrasos e má qualidade de algumas construções, avalia que há empresários despreparados para executar obras tão importantes e que, igualmente, o Estado não estava preparado para tantas intervenções.

Cenário político

Na sucessão a Silval, Satélite defende o nome do vice-governador Chico Daltro (PSD), mas não deixa de citar outros pré-candidatos ao Palácio Paiaguás, como Lúdio Cabral (PT), o líder da oposição, senador Pedro Taques (PDT) e até mesmo o senador Blairo Maggi (PR), que tem afirmado ficar fora da disputa. “A princípio, o jogo está zerado no Estado. Confesso que temos que pensar em quem está mais preparado para o governo”. O deputado comenta que Daltro tem qualidade e experiência. Reconhece, no entanto, que será necessária “boa articulação” para que o nome dele seja escolhido pela maioria do grupo situacionista(PR, PT, PMDB, PP, PC do B, PSD, Pros, PSC e PRB), que ainda tem como pré-candidato a governador Maurição Tonhá (PR). 

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Dito D2 | Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 17h43
    0
    0

    Deputado se preocupa em pagar as centenas de funcionarios que trabalhavam na sua empresa Transporte Satelite, que o senhor fechou as portas da noite pro dia e ate hoje o povo padece a espera do pagamento das verbas rescisórias.

  • José Bonifácio | Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 16h00
    1
    0

    Com tantos anos na política em Mato Grosso, agora que o deputado viu isso é?

  • Jose Dias | Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 15h22
    0
    1

    Não compreendi alguns comentários .... Não vi na entrevista do Dep. criticas ao Governador Silval Barbosa. o que vi foram algumas cobranças do dep. com relação a alguns assuntos com coerência a realidade do estado. O dep. falou a realidade que o governo atual paga um alto preço pela realização da copa do mundo, e vou mais além, acho que apesar de alguns problemas o governo esta se saindo bem na atual situação. Quem so sabe criticar e porque não entende a dificuldade que e tocar obras publicas. Parabéns Dep. pela entrevista, demostra sua lealdade ao governador Silval Barbosa sem ser um POUXA SACO.

  • Paula | Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 14h16
    1
    0

    Admiro esse tal Edmota, salvo engano, até pouco tempo ele mamava nas tetas do governo e agora vem falar de moral!!! secou a teta negão???

  • Walfrido | Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 10h26
    1
    1

    Parabéns meu amigo, só que tecla furada tipo estes programas eleitoreiros nunca funcionaram como "LUZ PARA TODOS" depois de 12 anos aqui temos 300 famílias no escuro. Isto só da resultado na campanha eleitoral, mais nada.

  • Antonio Carlos | Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 09h54
    3
    0

    Parabéns Deputado, o senhor e um dos poucos que está rodando o estado principalmente o nortão e fiscalizando as obras. Ser da base do governo não significa se calar. Este tipo de pensamento é ultrapassado e ignorante. É digno de quem se vende se preocupa apenas com acertos políticos e beneficio próprio. Temos que aprender a principal função de um Deputado.

  • Ueb | Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 09h45
    1
    1

    Todos o deputados quando chega ano de eleição fica criticando a situação de Mato grosso,até parece que eles não tinha conhecimento da situação,ai te pergunto deputados. O que vcs fizeram para resolver a situação?

  • Karlos Coelho | Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 09h17
    1
    1

    Parabéns deputado, o senhor conhece a realidade do nortão. A situação de precariedade das pontes é um problema que deve ser encarado com mais seriedade sim! compartilho da mesma opinião!!!

  • Valdir | Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 08h10
    2
    1

    É extremamente vergonhoso! É profundamente lamentável o que está acontecendo com Mato Grosso. Os escândalos financeiros não são devidamente apurados e os recursos desviados engordam patrimônios pessoais dos malfeitores enquanto a classe produtora sofre para continuar fazendo de Mato Grosso um dos estados que mais produz para a alimentar a nação. A eleição está aí. Políticos que estão no poder, que deviam executar, fiscalizar e não fazem e agora aparecem como salvadores da pátria devem ser vaiados, ignorados pelos eleitores. Silval Barbosa, Chico Daltro estão fazendo um dos piores governos da história de MT. Pedro Taques discursa aos quatro cantos do estado como solução. Na verdade é mais um engôdo. Como senador fala demais e atitudes eficazes nenhuma. Os deputados federais são outros que não tem significado representativo nenhum para nosso estado. Trazer emendas é fácil. Difícil é fiscalizar sua aplicação. Vejam as travessias urbanas de Rondonópolis, Jaciara, Juscimeira, vejam as condições das nossas rodovias, vejam as condições das pontes, e ainda tem deputado que tem empresa que cobra pedágio. Isso é brincar com a coisa pública, é brincar com a população trabalhadora do nosso estado. Temos que renovar 100% do congresso nacional e do legislativo matogrossense, urgentemente, sob pena de anteciparmos o apocalipse para MT.

  • Dornele$ | Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 03h19
    2
    0

    Construtora recebe R$ 1 milhão do Governo e não restaura rodovia. Populares reclamam do descaso da construtora que danificou pavimentação asfaltica e paralisou a obra.

Prefeito de Sapezal e aditivo com 15%

valdecir casagrande 400 curtinha sapezal prefeito   O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (foto), autorizou o quarto aditivo de um contrato sem licitação, firmado em 2019 entre o município e a Casa de Saúde Santa Marcelina. Chamam atenção o valor e o aumento. A continuidade do atendimento aos...

Partidos acirram disputa a vice de Léo

leonardo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito emedebista Léo Bortolin (foto), um dos mais bem avaliados gestores mato-grossenses, convive com uma disputa acirrada de pretendentes ao cargo de vice-prefeito de sua chapa. A corrida por novo mandato está tão confortável que Léo praticamente não tem...

MDB e PRB devem se juntar em ROO

luizao 400 curtinha   Ao menos dois blocos de oposição em Rondonópolis estão levando a sério a observação do ex-governador e ex-senador Blairo Maggi, para quem Zé do Pátio ganharia a reeleição numa boa se o município tiver várias candidaturas. Ou seja, quanto...

Parlamentares numa disputa cômoda

thiago silva 400 curtinha   Parlamentares que estão se aventurando na disputa a prefeito nada têm a perder. Não precisam nem se afastar dos mandatos para concorrer ao pleito. Em caso de derrota nas urnas de novembro, continuam com suas cadeiras garantidas até 2022 (situação de estadual e federal) e...

Sob recall e apoiamento de Bolsonaro

roberto franca 400 curtinha   Mesmo isolado e sem grupo político da época em que foi prefeito por duas vezes, Roberto França (foto), filiado ao nanico Patriota, não desiste da pré-candidatura em Cuiabá. E há um motivo forte que o deixa empolgado. Seu nome vem se consolidando como o segundo nas...

Prejuízos para Acorizal de R$ 753 mil

clodoaldo monteiro 400 curtinha acorizal   O conselheiro interino Moisés Maciel concedeu medida cautelar proposta pela secretaria de Controle Externo de Contratações Públicas do TCE, suspendendo de imediato um termo de parceria, em vigor desde 2017, entre a prefeitura de Acorizal e a Oscip Iso Brasil. Foi descoberto...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.