Executivo

Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 14h:20 | Atualizado: 20/01/2021, 14h:32

VLT x BRT

É um desaforo com Cuiabá, diz Emanuel ao negar se reunir com Mauro sobre BRT

 

Ao mesmo tempo em que pede maior diálogo sobre a implantação do Ônibus de Trânsito Rápido (BRT), no lugar do Veículo Leve sob Trilhos (VLT), o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) já avisou que não irá no Palácio Paiaguás na reunião desta sexta (22). O encontro foi convocado pelo governador Mauro Mendes (DEM) para apresentar os detalhes do modal. Em seu lugar, Emanuel enviará o vice-prefeito José Stopa (PV).

“Até agora não teve nenhuma disposição de diálogo e vieram me chamar depois que está decidido para jogar a cunha, para dizer que Emanuel não quer conversas. Preciso que vocês entendam. Não é que não quero dialogar, mas é um desaforo com Cuiabá”, asseverou o prefeito em entrevista à imprensa nesta quarta (20).

Ele não avalia que enviar o vice José Roberto Stopa (PV), ao invés de ir ele próprio ir até a reunião, possa ser mais um impasse na relação tumultuosa com o governador. “Não tenha dúvidas de que o que ele (Stopa) falar, vai ser honrado. Isso não tem qualquer problema”.

Reprodução

Projeto BRT - Avenida do CPA

A crise entre Emanuel e Mauro ficou ainda mais acirrada com o a decisão do governador sobre a troca do modal VLT pelo BRT e o prefeito acionou a Justiça

Sobre o convite do governo, avalia que Mauro “fica usando desse expediente tentando jogar a população contra o prefeito”. Mas se diz pronto para conversar, caso o rival queira rever a decisão da troca do modal VLT para o BRT. “Nunca fomos procurados, estamos esperando há tanto tempo para esperar dois anos de mandato e ser anunciado desta forma”.

Reclama ainda que o recurso que o Estado teria para destinar ao VLT, venha, de fato para a Capital. “O governador disse que se eu não optasse pelo BRT ele dividiria os R$ 400 milhões e dividiria entre os 140 municípios. Não pode. Esse é um dinheiro carimbado do Pró-transporte, feito para as obras da Copa, tem contrato, clausulas que amarram. É exclusividade para mobilidade urbana, VLT para Cuiabá e Várzea Grande. Se não vingar, o dinheiro tem que ser devolvido para a Caixa Econômica, o FGTS”, destacou.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Felipe Matos | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2021, 08h29
    3
    7

    VLT já! Cuiabá merece um transporte moderno, eficiente e que cause menos impactos ambientais e visuais, VLT já!

  • Alex r | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2021, 07h51
    3
    3

    Não importa o modal minha gente importa o que o STJ decide sobre a questão... Muda e o STJ da causa ao VLT como fica?

  • JEFERSON SILVA DE MATOS | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2021, 07h15
    4
    10

    Não é e nunca será a melhor alternativa. 1º o BRT é a diesel, o VLT é movido a eletricidade. 2º O VLT já custou muuuito dinheiro aos cofres públicos. A coisa não pode ficar por isso mesmo. O VLT tem que ser terminado sim. E o tal BRT é falácia de imprensa marrom puxa saco de governo.

  • Pexoto | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 18h32
    12
    11

    Mauro Menti engana a população, tá preocupado com seus interesses. É só prestar atenção o porque da troca.

  • joaoderondonopolis | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 15h51
    19
    11

    Muitos países estão abandonando o BRT e implantando o VLT. BRT já era.

  • Delcio | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 15h44
    16
    11

    Moreira, ele é só o prefeito, autoridade máxima da capital, se ele não autorizar , o BRT não será implantado em Cuiabá pelo Governo do estado e ponto final.

  • Henrique | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 15h38
    7
    15

    Mane! você de boca fechada é um grande poeta

  • Moreira | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 15h35
    11
    16

    quem é Mané Paletó na ordem do dia? Você não é porta voz dos cuiabanos.

  • Nilson Ribeiro | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 15h24
    16
    11

    PERDOA-O EMANOEL, MAURINHO NÃO SABE O QUE DIZ.

  • JUNIOR | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 15h05
    14
    14

    Emanuel poderia parar com essa pecuinha, já deu! Está decidido, aceita que dói menos. Essa relutância não vai dar em nada.

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...

Cuiabá paga fevereiro aos servidores

emanuel pinheiro 400   A Prefeitura de Cuiabá quitou nesta sexta (26), último dia útil do mês, a folha de fevereiro. Desde quando assumiu o Palácio Alencastro, em janeiro de 2017, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) tem conseguido pagar o funcionalismo dentro do mês trabalhado. Aliás, essa prioridade,...

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...

Expediente na AL só a partir do dia 8

max russi 400   Por causa do aumento da taxa de incidência de Covid-19 entre servidores e parlamentares, as atividades presenciais da Assembleia foram suspensas na quinta (25). O expediente só retoma em 8 de março. Neste período, estão sendo mantidas somente as atividades estritamente essenciais para o...