Executivo

Quinta-Feira, 20 de Março de 2014, 19h:50 | Atualizado: 20/03/2014, 19h:53

Em 1ª visita a MT, ministro é cobrado por setor produtivo e garante ações

Em sua primeira visita a Mato Grosso, o novo ministro da Agricultura, Neri Geller (PMDB), afirma não preocupar com o pouco tempo que resta de trabalho à frente do ministério, apenas nove meses. Isso porque, o peemedebista garante que seu objetivo é desenvolver um serviço a longo prazo. Acontece que, na teoria, o cargo está garantido até 31 de dezembro devido às eleições neste ano, ou seja, o parlamentar mato-grossense pode ser uma espécie de "tampão" da pasta.

Para afastar esta hipótese, de acordo com Neri, ele reuniu com a presidente Dilma Rousseff (PT) que rechaçou a tendência de vida curta na pasta. Para tanto, entretanto, a petista terá que ser reeleita. “O quanto eu estiver no cargo eu vou desenvolver meu trabalho”, afirmou o ministro durante coletiva à imprensa na à Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), nesta quinta (20). O ministério da Agricultura tem mais de 125 anos e Neri é o 64° ministro a ocupar a pasta.

Apesar de o agronegócio ser o principal alavanca para a economia do Estado, Neri explica que existem muitos problemas a serem resolvidos no setor como, por exemplo, a logística. Para o ministro esse problema, principalmente em Mato Grosso, deve ser estruturada uma comissão para acompanhar os passos. Além de abertura de mercado junto com à iniciativa privada. “Vamos viabilizar a produção cada vez mais e com sustentabilidade”.

Para endossar a necessidade de melhoras, o presidente da Aprosoja Carlos Fávaro ressaltou a necessidade da modernização do ministério com a contratação de técnicos, bem como a liberação de novas moléculas, princípio ativo, de combate as pragas. O presidente da Famato, Rui Prado, por sua vez, solicitou o aperfeiçoamento do seguro rural. Para Rui é necessário que este serviço seja acessível, bem com mais abrangente.

Cargo

Neri Geller afirma que o seu nome foi pleiteado para assumir o ministério em um conjunto de forças com o apoio de lideranças do setor do agronegócio, da bancada mato-grossense em Brasília, bem como do trabalho desenvolvido na secretaria de economia agrícola, quando assumiu em janeiro de 2013. O Bom desempenho do Estado no agronegócio, segundo o ministro, foi decisivo para assumir a pasta.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • marta | Quinta-Feira, 20 de Março de 2014, 22h49
    0
    0

    ah, por isso o helicopetero do exercito, tava essa semana sobrevoando cuiaba, foi por causa da visita do ministro em cuiaba, pensei que era por causa da copa, ...

Matéria(s) relacionada(s):

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

Vereadores, Tapurah, reajuste e férias

odair tapurah vereador curtinha 400   Em Tapurah, no Nortão, com menos de 15 mil habitantes, seus nove vereadores iniciam o 2020 com salário reajustado em 4,48%, seguindo a tabela do INPC. Mesmo ainda em férias, eles vão receber já na folha de janeiro R$ 5,8 mil cada. No caso do presidente Odair César Nunes...

Vereador, reunião e apoio a músicos

diego guimaraes curtinha 400   Músicos e representantes da Prefeitura de Cuiabá sentaram à mesa nesta quinta, na Câmara Municipal, para tentar resolver impasse sobre horário de funcionamento e volume do som nos estabelecimentos e também estudar ajustes na lei do Disk-Silêncio. O presidente da...

Antes, durante e depois de Bolsonaro

wilson kero-kero 400 curtinha   O vereador pela Capital, Wilson Kero-Kero (foto), que era do SD e se filiou ao PSL em 2015, muito antes da chegada do hoje presidente Bolsonaro, vai aproveitar a janela de março e pular para o Podemos. Isso não quer dizer que ele deixará de defender o governo do capitão. Assegura que...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.