Executivo

Quinta-Feira, 20 de Março de 2014, 19h:50 | Atualizado: 20/03/2014, 19h:53

Em 1ª visita a MT, ministro é cobrado por setor produtivo e garante ações

Em sua primeira visita a Mato Grosso, o novo ministro da Agricultura, Neri Geller (PMDB), afirma não preocupar com o pouco tempo que resta de trabalho à frente do ministério, apenas nove meses. Isso porque, o peemedebista garante que seu objetivo é desenvolver um serviço a longo prazo. Acontece que, na teoria, o cargo está garantido até 31 de dezembro devido às eleições neste ano, ou seja, o parlamentar mato-grossense pode ser uma espécie de "tampão" da pasta.

Para afastar esta hipótese, de acordo com Neri, ele reuniu com a presidente Dilma Rousseff (PT) que rechaçou a tendência de vida curta na pasta. Para tanto, entretanto, a petista terá que ser reeleita. “O quanto eu estiver no cargo eu vou desenvolver meu trabalho”, afirmou o ministro durante coletiva à imprensa na à Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), nesta quinta (20). O ministério da Agricultura tem mais de 125 anos e Neri é o 64° ministro a ocupar a pasta.

Apesar de o agronegócio ser o principal alavanca para a economia do Estado, Neri explica que existem muitos problemas a serem resolvidos no setor como, por exemplo, a logística. Para o ministro esse problema, principalmente em Mato Grosso, deve ser estruturada uma comissão para acompanhar os passos. Além de abertura de mercado junto com à iniciativa privada. “Vamos viabilizar a produção cada vez mais e com sustentabilidade”.

Para endossar a necessidade de melhoras, o presidente da Aprosoja Carlos Fávaro ressaltou a necessidade da modernização do ministério com a contratação de técnicos, bem como a liberação de novas moléculas, princípio ativo, de combate as pragas. O presidente da Famato, Rui Prado, por sua vez, solicitou o aperfeiçoamento do seguro rural. Para Rui é necessário que este serviço seja acessível, bem com mais abrangente.

Cargo

Neri Geller afirma que o seu nome foi pleiteado para assumir o ministério em um conjunto de forças com o apoio de lideranças do setor do agronegócio, da bancada mato-grossense em Brasília, bem como do trabalho desenvolvido na secretaria de economia agrícola, quando assumiu em janeiro de 2013. O Bom desempenho do Estado no agronegócio, segundo o ministro, foi decisivo para assumir a pasta.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • marta | Quinta-Feira, 20 de Março de 2014, 22h49
    0
    0

    ah, por isso o helicopetero do exercito, tava essa semana sobrevoando cuiaba, foi por causa da visita do ministro em cuiaba, pensei que era por causa da copa, ...

MDB em clima de racha em Tangará

joao jose 400 curtinha   Em Tangará da Serra, o MDB enfrenta racha. O prefeito Fabio Junqueira, com apoio de filiados históricos, quer lançar à sucessão municipal o seu secretário de Infraestrutura e antigo gestor do Serviço de Água e Esgoto, Wesley Lopes Torres, sobrinho do ex-vereador Daniel...

Advogados disputam cadeira no TJ-MT

andre pozetti 400 curtinha   É extensa a lista de advogados que estão se movimentando, nos bastidores, para a cadeira vitalícia de desembargador do Tribunal de Justiça, sob indicação do Quinto Constitucional da OAB/MT. Caberá ao Colégio de Conselheiros da Ordem, composto por 33 advogados,...

Max insiste em ficar na 1ª Secretaria

max russi 400 curtinha   Max Russi (foto) ainda não desistiu de continuar na Primeira-Secretaria na próxima Mesa Diretora, mas, como possui menos apoio do que a emedebista Janaina Riva, deve mesmo ocupar outro posto, o de primeiro-vice-presidente. A eleição, que marcará a reeleição de Botelho na...

Deputados criticam membros da CCJ

elizeu nascimento 400 curtinha   Membros da CCJ da Assembleia, especialmente o presidente e o vice, respectivamente, Dilmar Dal Bosco e Sebastião Rezende, foram bastante criticados pelos colegas em sessão nesta quarta. Deputados como Thiago Silva, Wilson Santos e Elizeu Nascimento (foto) disseram que a Comissão, uma das mais...

Testemunhas pra protelar investigação

camila silva 400 curtinha   Os vereadores poconeanos Camila Silva (foto), do PP, e Ademir Zulli (PTB) usaram de uma estratégia jurídica para protelar, ao máximo, a conclusão dos trabalhos da recém-criada Comissão de Investigação e Processantes (CIP) para apurar denúncia de quebra de...

Luta de Misael e asfalto no Despraiado

misael galvao curtinha 400   O presidente da Câmara da Capital, Misael Galvão (foto), está comemorando uma vitória suada: a retomada das obras de pavimentação em toda extensão das ruas Afonso Pena e Oswaldo Correa, no bairro Despraiado. Ele fez várias indicações para...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.