Executivo

Sexta-Feira, 11 de Abril de 2014, 19h:11 | Atualizado: 12/04/2014, 09h:42

Em ato, Mauro alerta União e quer mudança na distribuição de recursos

Luiz Alves

mauro_colle_reuniao.jpg

Prefeito Mauro Mendes ao lado do presidente da AMM, Valdecir Colle, durante manifestação nesta 6ª

Durante ato de mobilização das prefeituras do Estado, nesta sexta (11), o prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), ressaltou a urgência de mudanças na distribuição de recursos oriundos de impostos no país. O Palácio Alencastro paralisou as atividades das 10h às 14h. Segundo o socialista, os municípios ficam com apenas 14% do total da arrecadação da União.

De toda a arrecadação em impostos, 14% é distribuído aos municípios, 23% são destinados aos Estados e o governo federal fica com 63%. “As perspectivas são nebulosas, uma vez que se as mudanças não forem feitas, daqui a alguns meses, muitas cidades estarão somente administrando a folha de pagamento, sem ter recursos para investir em melhorias ou pagar serviços essenciais, como saúde e educação”, disse.

Assim como Mauro, o presidente da Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM), Valdecir Colle (PSD), destacou as dificuldades em conseguir recursos da União para a realização de projetos. Segundo ele, mais de 75% dos 141 municípios aderiram à paralisação desta sexta. “Hoje temos cerca de 100 municípios em situação caótica, que trabalham apenas para quitar a folha de pagamento”.

Valdecir pondera que o ato pretende alertar o governo federal e sensibilizar o Congresso Nacional para mudar o Pacto Federativo, que estabelece a distribuição de impostos no país. Ressalta que todos os meses vai a Brasília a fim de conseguir parcerias e convênio, no entanto, explica que apesar de os projetos estarem prontos, não consegue nem 25% dos recursos. 

Entre as propostas do movimento nacional “Viva seu Município”, que reivindica o resgate da saúde financeira das cidades brasileiras, estão o aumento de 2% do Fundo de Participação dos municípios; a reformulação da lei que estabelece o Imposto Sobre Serviços (ISS); a redistribuição mais justa dos royalties do petróleo e do gás; bem como o encontro de contas das dívidas previdenciárias. No final deste mês, autoridades de todo o Estado devem realizar análise de reivindicações para participar da Marcha dos prefeitos até Brasília, prevista para acontecer em maio. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Clauberto Franco | Sábado, 12 de Abril de 2014, 13h30
    2
    0

    Na verdade mesmo baixo o nível de arrecadação, a prefeitura consegue manter as suas contas, no Brasil existe muito funcionário fantasma, que corroí a estrutura brasileira, salários tem que variar de acordo atividade desempenhada, não é vergonhoso o Brasil copia modelos de padrões internacional de educação, saúde, Etc... ta ai porque Brasil vai ser sempre pais sub-desenvolvido, está aumentando a população sem haver controle programado, primeiro passo e transformar escolas grande monumentos de ensino como em outros países, mas acredito que Estado de Mato Grosso e outros estado não precisa de governo central, (Brasilia) cada estado é possível administrar seus recursos em beneficio da população, porque governo federal arrecada sem fazer nada, porque o que mas vemos na televisão é corrupção correndo solta, então as coisas tem que mudar, mudando a química , renovando o cenário politico.

  • GILSTON | Sábado, 12 de Abril de 2014, 05h32
    1
    2

    Prefeito de Cuiabá pensa que a Dilma é igual o Silval Barbosa, em que se dá um tapinha nas costas ao se virar trollar. Governador é coerente, todo mundo sabe que o Prefeito MM e Pedro descendo o pau no governador em suas viagens pelo Estado afora já em campanha eleitoral, mas mesmo assim, o Silval não se preocupa com picuinhas políticas e ta só que faz obras grandes dentro de Cuiabá administrado pelo partido de Mauro e Pedro Taques. Agora eu não entendo o Mauro! Na campanha, ele ganhou nosso voto dizendo “ Na minha administração Cuiabá não faltará recursos, pois sou administrador e disso eu entendo, vou administrar Cuiabá como administro minhas empresas, lá eu pago até o 15º salário para os meus funcionários ” . Então prefeito para de reclamar e dá um jeito no corpo, pega seu jatinho e vá pro EUA ou Europa buscar recursos como parceiras sei lá. Parabéns ao governo pela obra do tijucal, o que importa é fazer.

Contas de prefeita são reprovadas

thelma 400 curtinha   As contas de 2018 da prefeita chapadense Thelma de Oliveira (foto), do segundo ano de mandato, foram reprovadas pelo TCE-MT. Agora, cabe à Câmara Municipal aprová-las ou rejeitá-las. Em seu parecer, o conselheiro interino João Batista apontou 15 irregularidades, sendo 11 delas sobre...

Prefeitos têm de trocar apadrinhados

kleber varzea grande 400 curtinha   Com a decisão do TJ-MT de considerar inconstitucional controlador-geral das prefeituras fora dos quadros efetivos de auditor municipal, muitos prefeitos terão de exonerar seus indicados políticos, vindo a escolher profissionais de carreira, assim como já se tornou prática na...

Controlador-geral agora só de carreira

angelo 400 curtinha   Uma decisão desta quinta do TJ, que julgou procedente, inclusive por unanimidade, uma ADIN proposta pela Associação dos Auditores e Controladores Internos do Estado (Audicom), presidida por Angelo Oliveira (foto), acaba, na prática, com os chamados controladores-gerais dos municípios...

Elogio à compra econômica do Estado

janaina riva 400 curtinha   Embora lançando críticas pontuais de vez em quando, a deputada Janaina Riva (foto) tem feito constantes defesa do Governo Mauro e elogiado ações da administração, especialmente na saúde pública. Sobre a decisão do governo de comprar 120 respiradores da China,...

MDB em clima de racha em Tangará

joao jose 400 curtinha   Em Tangará da Serra, o MDB enfrenta racha. O prefeito Fabio Junqueira, com apoio de filiados históricos, quer lançar à sucessão municipal o seu secretário de Infraestrutura e antigo gestor do Serviço de Água e Esgoto, Wesley Lopes Torres, sobrinho do ex-vereador Daniel...

Advogados disputam cadeira no TJ-MT

andre pozetti 400 curtinha   É extensa a lista de advogados que estão se movimentando, nos bastidores, para a cadeira vitalícia de desembargador do Tribunal de Justiça, sob indicação do Quinto Constitucional da OAB/MT. Caberá ao Colégio de Conselheiros da Ordem, composto por 33 advogados,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.