Executivo

Sexta-Feira, 14 de Fevereiro de 2020, 16h:15 | Atualizado: 15/02/2020, 08h:44

DIVISA MT E PA

Em discurso na 163, Bolsonaro defende mineração e até PCHs em áreas indígenas

Reprodução

Jair Bolsonaro

Discurso de Jair Bolsonaro foi trasmitido no canal do Governo Federal no Youtube; evento realizado em Marco Salto do Curuá, em Cachoeira da Serra

O presidente da República Jair Bolsonaro, que participou da solenidade da entrega de pavimentação de trecho da BR-163, aproveitou a presença de lideranças do agronegócio para lembrar que nenhuma terra indígena foi demarcada nos 13 meses do mandato. Além disso, defendeu o projeto de lei que permite agricultura comercial, mineração e até mesmo construção de pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) no território das reservas. O evento foi realizado no KM 102 da rodovia, no Marco Salto do Curuá, em Cachoeira da Serra, divisa do Pará com Mato Grosso.

“Já  temos 14% de terras indígenas, criaram verdadeira indústria da demarcação. Gostamos, queremos o bem, amamos nossos irmãos indígenas, mas tínhamos uma política até o ano retrasado, totalmente equivocada, que atendia interesses de outros países. Não é atoa que um chefe de Estado de país da Europa disse:  ‘a Amazônia é nossa’. A Amazônia vai deixar de ser problema. Nós queremos integrar, mas com o índio deixando de ser um ser pré-histórico dentro do seu território”, afirmou Bolsonaro na cerimônia realizada na tarde desta sexta (14).

Como exemplo da integração que defende, Bolsonaro usou o caso dos índios Pareci de Mato Grosso, que já obtiveram autorização para plantar soja em larga escala em seus territórios. Aproveitou ainda para dizer que também não concederá áreas a comunidades quilombolas.

"Em Mato Grosso, os Parecis bem demonstram o que eles querem, eles querem fazer o que nós fazemos. Por isso, encaminhamos um projeto, nós queremos que o índio tenha o direito que o vizinho fazendeiro tem, que possa cultivar, garimpar e até construir PCH. Agora, não tem mais demarcação. Só de Quilombola tem  mais de 900 processos na minha frente e isso é inadmissível. E eu pago um preço muito alto por isso, luto contra lobbys poderosos que tentam me derrubar, mas eu tenho grande parte da população ao meu lado e Deus acima de tudo”, completou.

No discurso, Bolsonaro lembrou que foi esfaqueado durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG), em 2018, e agradeceu a Deus por ter sobrevivido. Também afirmou que é “difícil” exercer o poder e lamentou aos "ataques” sofridos por familiares e amigos.

“Os interesses são os mais variados possíveis, mas raramente querem o melhor para o seu país. Aos poucos vamos mudando isso ai. Essa obra saiu por causa do time de ministros com independência. Devem lealdade ao seu presidente, mas acima de tudo, ao seu povo. Diferente de governos anteriores, nós não fizemos o que eles fizeram”, pontuou o presidente da República.  

Os interesses são os mais variados possíveis, mas raramente querem o melhor para o seu país. Aos poucos vamos mudando isso ai

Jair Bolsonaro

Sobre a conclusão da BR-163, através de parceira entre Dnit e Exército, Bolsonaro falou em dever cumprido. E agradeceu os militares que executaram as obras. “Não existe satisfação maior do que aquela do dever cumprido. Meus companheiros de infantaria, parabéns pelo cumprimento dessa missão, vocês são os que realmente merecem ser cumprimentados neste momento”.

Além do governador Mauro Mendes (DEM), diversas autoridades de Mato Grosso prestigiaram a solenidade. Entre elas, o senador Wellington Fagundes (PL) e os deputados federais José Medeiros (Podemos), Nelson Barbudo (PSL) e Neri Geller (PP). O ex-governador Blairo Maggi (PP), o ex-diretor do Dnit Luiz Antônio Pagot e o sojicultor Eraí Maggi também estavam presentes.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Licença da PRF para disputar eleição

Arthur Nogueira_400_curtinha   As eleições municipais e ao Senado continuam inflacionando o número de pré-candidatos. O ex-superintendente da PRF, Arthur Nogueira (foto), anunciou que se afastou das atividades policiais para colocar o seu nome à disposição da Rede para concorrer a vaga da senadora...

Possível recuo de Fábio pra prefeito

fabio garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal, primeiro-suplente do senador Jayme e presidente estadual do DEM, Fábio Garcia (foto), faz mistério sobre encarar ou não a corrida pela Prefeitura de Cuiabá. Empurrou a decisão para a próxima semana, sem precisar data e horário. O dirigente do...

Fórum aponta traição de 3 deputados

joao batista 400 curtinha   Fórum Sindical está na bronca com os deputados que aprovaram a reforma da Previdência, mas voltam seus canhões com mais força contra 3 deles: João Batista (ex-presidente do Sindispen), Delegado Claudinei e Faissal Calil. Em nota, o Fórum dispara que se elegeram com os votos...

Vereadora cacerense vira opção à vice

valdeniria 400 curtinha caceres   Em Cáceres, a vereadora de cinco mandatos Valdeniria Dutra Ferreira (foto), do PSC, está sendo cortejada pelos principais pré-candidatos a prefeito. Todos querem-na de vice da chapa. Até Paulo Donizete, que entrou na disputa majoritária apoiado pelo prefeito Francis Maris, passou...

Selma deve mesmo deixar o Podemos

selma arruda 400 curtinha   Para evitar um novo pedido de expulsão do Podemos, Selma Arruda dá sinais de que deixará o partido nos próximos dias. A ex-senadora, que preside o Podemos de Cuiabá, foi "convidada" a deixar a sigla após demonstrar resistência em apoiar a pré-candidatura do deputado...

Arco de alianças define vice de Eliene

eliene liberato 400 curtinha   A professora e vice-prefeita de Cáceres, Eliene Liberato (foto), pré-candidata do PSB à sucessão municipal, disse que a definição do nome para vice de sua chapa só sairá na pré-convenção. Até lá, o amplo arco de alianças...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.