Executivo

Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2020, 10h:26 | Atualizado: 02/09/2020, 15h:34

militarização DA SAÚDE

Em meio a pandemia, militar assume Dsei Xavante com a missão de "pacificar"

Após insatisfações com a coordenadora do Distrito Sanitário Indígena (Dsei) Xavante em Barra do Garças, Luciene Candida Gomes, o ministro interino da Saúde Eduardo Pazuello trocou a coordenação e quem assume é o capitão do Exército Gildo Henrique de Azeredo. A escolha, segundo apurou, aconteceu com a "benção" da Casa Civil do governo Jair Bolsonaro.

A exoneração de Luciene, que é mãe do vereador Gustavo Nolasco (PSL), estaria em harmonia com as populações indígenas insatisfeitas pela atuação durante a crise de Covid-19. O descontentamento foi noticiado em julho pelo Blog do Romilson (leia aqui).

Ao , o novo coordenador conta que está animado e que deve se mudar para Barra do Garças com a esposa ainda nesta semana. “Já conversei com lideranças indígenas locais, inclusive estou aprendendo a língua dos Xavante. Estou ansioso para ocupar a função e servir nessa nova missão”.

A escolha do capitão vem no bojo da tendência de militarização na pasta da Saúde do governo de Jair Bolsonaro (sem partido).

Segundo o deputado federal Neri Geller (PP), o nome de Gildo vinha sendo avaliado nos últimos 20 dias. “Fui comunicado sobre a escolha, a bancada foi consultada e consentiu, pois o intuito é pacificar a situação em Barra”, assevera Neri.

Com formação ampla, que vai desde atuação na selva amazônica, tendo atuado em Manaus, Gildo também coleciona trabalhos nas artes como ator e escritor. “Considero a questão indígena com muito cuidado e, desde que fui convidado, pelo meu currículo, pois não tive indicação, não sou amigo de alguém, tenho estudado sobre a história dos xavante”.

O novo coordenador terá como missão gerenciar a saúde de uma população de mais de 22 mil indígenas, que ocupam uma área de 1.387.126 km².

Fake news

Logo que saiu a nomeação em Diário Oficial nesta segunda (24), Gildo conta que viralizou a informação de que ele teria servido no Afeganistão, junto ao exército dos EUA. Pondera que a não é verdade e que nunca foi em missão, mas apenas em visita nos EUA, em viagens a lazer com a família.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Rejeição a Abílio sobe e cai a de EP

abilio junior 400 curtinha   Nos últimos 15 dias, o candidato a prefeito da Capital, Abílio Júnior (foto), do Podemos, viu a rejeição aumentar 12 pontos percentuais, quase um por dia, saindo de 19% para 31%, de acordo com a nova rodada da pesquisa Ibope, divulgada nesta sexta pela TV Centro América....

Fávaro deixa governador em saia-justa

carlos favaro 400 curtinha   O senador interino do PSD, Carlos Fávaro (foto), que busca a reeleição, deixou o governador Mauro Mendes (DEM) em uma saia-justa em Barra do Garças. Mendes, que já declarou apoio no horário eleitoral ao candidato à sucessão municipal Wellington Marcos, do mesmo...

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...