Executivo

Terça-Feira, 10 de Setembro de 2019, 11h:43 | Atualizado: 10/09/2019, 12h:29

Queda-de-braço

Emanuel diz que vai judicializar repasses da saúde, mas aceita ter parcelamento

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) reafirmou que vai judicializar o passivo que tem a receber por parte do governo em relação à Saúde da Capital. O prefeito diz que Cuiabá tem direito a receber R$ 60 milhões atrasados por parte do Executivo. O secretário de Saúde (SES), Gilberto Figueiredo rebateu a informações e disse que o Estado só deve R$ 39 milhões referentes a repasses que ficaram estagnados desde 2016 durante a gestão Pedro Taques (PSDB).

Gustavo Duarte

Emanuel Pinheiro lan�a projeto Hora estendida

Prefeito Emanuel Pinheiro cobra que Estado proponha dividir o débito em 10 ou 20 parcelas

Emanuel pediu, durante entrevista à imprensa, durante o lançamento do programa Hora Estendida, na manhã desta terça (10), que a SES apresente uma proposta para o pagamento dos R$ 39 milhões. “Não vou perdoar nenhum centavo do Estado ou da União. Faça uma proposta, dez parcelas de R$ 4 milhões está bom, 20 parcelas de R$ 2 milhões eu aceito, vai ser tudo investido para melhorar a saúde da população cuiabana, o que não pode é não pagar”.

Há duas semanas, o secretário de saúde Antônio Possas de Carvalho, enquanto procurador-geral do município de Cuiabá notificou o Governo do Estado para que pagasse os valores que deve à saúde. O prazo para o Estado apresentasse uma resposta se esgotou na sexta (6).

A secretaria de Saúde do Estado alegou que a dívida total herdada pela pasta da gestão tucana foi de R$ 63,5 milhões, mas que durante os oito primeiros meses da Gestão Mauro Mendes (DEM) já foram pagos R$ 23,7 milhões.

Em nota, publicada pela prefeitura no final de semana, Pôssas detalhou que em 2016 a dívida total deixada pelo Estado foi de R$ 10,8 milhões, referente a repasses à serviços de atenção básica, assistência farmacêutica, MAC Assistência para UTIs, média e alta complexidade, ginecologia e obstetrícia, cirurgias cardíacas pediátricas e neonatal, MAC Assistência para UPAs, e para portarias que destinam recursos para o Pronto Socorro e cirurgias cardíacas com toracotomia. Em 2017 o débito do Estado ficou em R$ 5,8 milhões.

Em 2018, o total de recursos que não foram repassados somou R$ 22,8 milhões. E ainda há um débito de R$ 16,2 milhões referentes às competências de janeiro e fevereiro de 2019 para os mesmos serviços. Ao todo, o Estado deixou de repassar R$ 60 milhões no período, mas que o atual governo teria pago um valor, ficando um passivo de pouco mais de R$ 55 milhões. 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • THALES MARINO | Terça-Feira, 10 de Setembro de 2019, 12h17
    0
    2

    "Eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee Silvio".................................................Tem que mostrar serviço, assim, quem sabe, deixamos passar o "Eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee Silvio". SQN!

Matéria(s) relacionada(s):

De fora da disputa em Rondonópolis

percival muniz 400   O pecuarista Percival Muniz (foto), hoje "mergulhado" nas duas fazendas na região do Xingu, adianta que não será candidato a prefeito de Rondonópolis, posto já ocupado por ele por três vezes. Mesmo com recall junto à população de bom gestor e popular, ele é...

Conselheira e o faturamento familiar

jaqueline jacobsen curtinha 400   Está repercutindo muito mal para a conselheira substituta do TCE-MT Jaqueline Jacobsen (foto) a notícia publicada pelo site O Livre, nesta sexta, de que a sua irmã, advogada Camila Jacobsen, em sociedade com Eveline Guerra, filha da conselheira, são sócias da "Jacobsen &...

Selma vê maior conforto no Podemos

selma curtinha 400   No grupo de WhatsApp "PSL Mulher MT", Selma Arruda (foto) escreveu um texto de despedida do partido. Disse estar chateada "com tudo isso", mas que não perdeu a fé e que o Governo Bolsonaro vai dar certo. Afirma sair do PSL com "coração partido" e que continua com os mesmos ideais no Podemos, onde...

Podemos esperando Selma se salvar

alvarodias_curtinhas   Na busca para ampliar a bancada do Podemos no Senado, o senador Alvaro Dias, derrotado à presidência no ano passado, só correu atrás de Selma, no sentido de convencê-la a se filiar no partido, depois que foi informado que ela tem chances reais de derrubar no TSE a cassação por...

Fávaro e esperança em assumir vaga

carlosfavaro_curtinha   O representante do escritório de MT em Brasília Carlos Fávaro (PSD) está convicto de que a senadora Selma não só será cassada de vez pelo TSE nos próximos meses, como a decisão da Corte lhe permitirá assumir a vaga enquanto não for eleito um novo...

Maturidade e nova visão sobre o TCE

janaina_riva_curtinha   No segundo mandato e sentindo-se mais madura politicamente, apesar de ainda bem jovem – completou 30 anos em 21 de janeiro – a deputada Janaína Riva revela que pensa diferente sobre a indicação de políticos ao cargo de conselheiro do TCE. Ao autorizar os colegas a derrubar a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.