Executivo

Quarta-Feira, 29 de Julho de 2020, 18h:14 | Atualizado: 30/07/2020, 11h:41

NOVO LÍDER

Emanuel promete vetar aglomeração no anúncio do substituto do pastor Sebastião

 

cortejo pastor sebasti�o

Cortejo e sepultamento do pastor Sebastião, que morreu vítima da Covid, reuníram cerca de 4 mil pessoas, o que gerou várias críticas devido à quarentena

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) prometeu impedir a realização da reunião da   Assembleia de Deus, marcada para o próximo dia 04 de agosto, no Grande Templo, para a homologação do pastor Silas Paulo de Souza como novo presidente da subsede da Igreja em Cuiabá. Isso porque, o encontro deve reunir aproximadamente mil pessoas, o que  é vedado pelo decreto que proíbe aglomeração de pessoas durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

“Sei que haverá a reunião, mas não estou sabendo desse número de pessoas. Eles sabem que aglomeração não pode haver, em hipótese alguma. Mesmo com distanciamento social, não pode para eventos dessa natureza”, declarou Emanuel, em entrevista à Rádio Nativa FM, na tarde desta quarta (29).

Silas Paulo é filho do pastor Sebastião Rodrigues de Souza e irmão do pastor Rubens Siro de Souza. Ambos lideram a Assembleia de Deus, mas morreram vítimas da Covid-19.

Na entrevista, Emanuel lembrou que o presidente da Câmara, Misael Galvão (PTB), e o secretário municipal de Ordem Pública, Coronel Salles, são membros da Assembleia de Deus. Por isso, pontua que vai conversar com a instituição religiosa, buscando evitar a aglomeração, antes de notificar ou enviar equipe de fiscalização ao Grande Templo.  

“Antes de notificar vamos conversar com eles.  As  perdas do pastor Rubens e do pastor Sebastião são um  momento muito triste que a comunidade evangélica e cristã está passando. Mas, não pode haver qualquer tipo de aglomeração, muito menos com um público tão expressivo. Isso no momento é totalmente desaconselhável, inoportuno, inadequado e proibido, inclusive”, completou.

Multa

Na semana passada, Emanuel foi multado em R$ 100 mil porque o Coronel Salles organizou o sepultamento do Pastor Sebastião com mais de 5 mil pessoas, no dia 8 de julho. O secretário de Ordem Pública da Capital também foi multado no mesmo valor.

Emanuel já declarou que o valor da multa está muito além dos seus ganhos e prometeu recorrer. Disse ainda que pela liderança do Pastor Sebastião, os atos fúnebres poderiam contar com 50 mil ou 70 mil pessoas e a atuação de Prefeitura de Cuiabá evitou aglomeração ainda maior.

 Uma reunião marcada para 11 de julho parar tratar da sucessão do presidente e do vice da Assembleia de Deus na Capital, já que ambos morreram de Covid-19 no intervalo de uma semana, não ocorreu por notificação da Prefeitura de Cuiabá. Por isso, uma nova reunião foi marcada para 04 de agosto.

 Paulo Silas foi indicado pela  Comademat para ser o  novo presidente da subsede da Assembleia de Deus de Cuiabá, a maior congregação da Igreja em Mato Grosso. Um membro tentou impedir a reunião na Justiça, mas a juíza Juíza Sinii Savana Bosse Saboia Ribeiro, em substituição legal na 9ª Vara Civil de Cuiabá, considerou “inoportuno”  e indeferiu a liminar.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Lu | Quinta-Feira, 30 de Julho de 2020, 07h36
    1
    2

    Isso é uma vergonha desse prefeito com esse pastor, veio de fica essa quarentena .

  • Klayton Arruda | Quarta-Feira, 29 de Julho de 2020, 19h33
    5
    5

    Ao invés de impedir, o Perfeito Emanuel Pinheiro poderia pegar seu paletó e ir participar junto

  • Cuiabano | Quarta-Feira, 29 de Julho de 2020, 18h33
    5
    3

    Prefeito o povo já esta de saco cheio com o senhor e suas demagogias, veja o subsecretário de saúde apareceu em festa no lago do manso ai o senhor dizer que deu bronca nele, o senhor deveria vir a publico e dizer exonerei o subsecretário porque ele tinha que dar exemplo de não aglomeração. Outra coisa o senhor libera a abertura das academias que é um ambiente fechado mais mantem fechados os parques que são ambientes abertos e arejados, eu pergunto aonde é mais perigoso usar o parque apenas para caminhar ou ir numa academia de ginástica? Portanto, prefeito o povo já percebeu que o senhor e o Governador vive numa disputa na mídia e o povo sendo tratado com desrespeito total.. Prefeito mostre que o senhor esta preocupado com a saúde do povo determine que abra os parques e coloque a fiscalização lá para exigir o uso de mascara porque caminhar faz bem para o corpo e a mente..

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.