Executivo

Quarta-Feira, 30 de Janeiro de 2019, 11h:05 | Atualizado: 30/01/2019, 11h:09

comjuve

Emanuel sanciona criação de conselho para participação da juventude na gestão

Davi Valle

Comjuve

Emanuel Pinheiro (MDB) e membros do Comjuve durante assinatura da criação do conselho

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) sancionou nesta segunda (28) legislação que trata da criação e organização estrutural do Conselho Municipal de Juventude (Comjuve). O Conselho, aprovado pela Câmara de Cuiabá, está vinculado a secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo e tem como principal objetivo participar da elaboração e execução de políticas públicas voltadas para a juventude cuiabana.

De acordo com a lei, o órgão será formado por 20 membros titulares - e respectivos suplentes -, divididos entre componentes de diferentes esferas do poder público e da sociedade civil organizada. Irão entregar do corpo do Comjuve representantes dos grupos de juventude da mulher, étnico-racial, LGBTQI+, religioso, trabalhador, estudantil universitário, estudantil secundarista e cultura urbana.

“Temos alguns passos importantes para dar ao longo da nossa gestão e a criação do Comjuve é um deles. Por meio dessa lei, estamos chamando efetivamente a juventude para dentro da administração e criando uma ferramenta que garante a participação concreta na criação de políticas voltadas para melhorar nossa cidade. Os jovens são todos cheios de desejos de lutar por igualdade de direito e coube a nós, como poder público, encontra uma forma de assegurar esse espaço a eles”, comentou  Emanuel.

A lei estabelece ainda que o órgão contribua na fiscalização e cumprimento de legislação que assegure os direitos dos jovens; acompanhar, analisar e apresentar sugestões em relação à implantação de ações governamentais na esfera municipal; desenvolver estudos e pesquisas, objetivando subsidiar o planejamento das políticas públicas; propiciar a inclusão, visando à cidadania plena; e realizar a cada dois anos a Conferência Municipal de Juventude, aberta a toda população.

“Ao longo do tempo, toda juventude tem sua luta, seu objetivo e sabe aonde quer chegar. O que eu vejo nesse Conselho não é diferente. Todos esses jovens tem uma história, uma vertente distinta, mas juntos querem chegar a um grande objetivo. Fui eleito o deputado federal mais jovem da história de Mato Grosso, mas quando encerrar meu mandato quero ser reconhecido como o parlamentar que mais trabalhou e ajudou a melhorar a vida das pessoas. Esse também é o meu desejo para aqueles que irão compor o Comjuve”, destacou o deputado federal diplomado Emanuelzinho (PTB).

Para o presidente da Associação Mato-grossense de Estudantes Secundaristas (AME), Juarez França, é importante ressaltar que a o Conselho traz consigo toda pluralidade e diversidade da juventude de Cuiabá. “Esse não será um órgão que irá representar apenas o anseio de um determinado grupo, mas sim de todos os jovens da baixada cuiabana. Nosso objetivo é ser referência, com um trabalho efetivo e as condições necessárias para lutar por todos. Essa lei nos dá uma maior liberdade para contribuir com o poder públicos na formulação e implementação de ações voltadas aos jovens”, disse o presidente.

A presidente do Conselho Estadual de Juventude, Thaís Brasil, destacou que quando a sociedade civil trabalha em harmonia com o poder público os ganhos para a juventude se tornam ainda maiores. “A criação desse Conselho é um exemplo de vitória. Sabemos que a Capital representa muito para a juventude de todo nosso Estado, por isso parabenizamos as pessoas que lutaram pela construção desse projeto. Temos a certeza de que esse grupo trabalhará lado a lado com o Conselho estadual”, pontuou Thaís.

Também participaram do ato o secretário municipal de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, o vice-reitor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Prof. Evandro Aparecido, e o diretor-geral do campus Cel. Octayde Jorge da Silva, do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Cristovam Albano da Silva Júnior.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Murilo | Quinta-Feira, 31 de Janeiro de 2019, 08h35
    0
    0

    Populismo barato! Quando é que o povo vai aprender...

  • xico | Quarta-Feira, 30 de Janeiro de 2019, 14h36
    0
    2

    ESPANANDO PARA TODO LADO, POBRE PREFEITURA DE CUIABA.

Matéria(s) relacionada(s):

Xuxu recusa diárias e cala Wilson

xuxu curtinha   Na tribuna da AL, o tucano Wilson Santos tentou ironizar o colega Xuxu Dal Molin (foto), que retornou de missão oficial à Ásia nesta semana, mas acabou se dando mal. Considerando que Xuxu é membro de uma das famílias mais abastadas de Sorriso, Wilson sugeriu que ele poderia ter custeado a viagem e...

TCE já suspende licitação na Câmara

misael galvao curtinha   O TCE determinou que a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), suspenda de imediato um pregão para contratar empresa para fornecimento de material de informática e de equipamentos de áudio e vídeo. Técnicos de Controle Externo de Contratações...

Janaina, MDB e o Palácio Alencastro

janaina riva curtinha   A presidente interina da Assembleia Janaina Riva não assume publicamente mas, nos bastidores, alimenta a esperança de ser prefeita de Cuiabá. Para que isso ocorra, em 2020, teria que deixar o seu MDB o prefeito Emanuel que, aliás, já está com um pé no PTB. Na cúpula...

Respaldo jurídico para barrar grevistas

mauro mendes curtinha   O Governo Mauro Mendes, de forma estratégica, está se respaldando de forma técnica e juridicamente, para enfrentar setores do funcionalismo que caminham para a deflagração de greve geral. Primeiro, recebeu do MPE uma notificação para não conceder reajuste salarial,...

Bolsonaro veta algoz de Selma no TRE

ulisses curtinhas   Fatores políticos-partidários podem ter pesado na escolha do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao definir o novo membro do TRE. Ele optou por Sebastião Monteiro e não por Ulisses Rabaneda, que tentava ser reconduzido. Os presidentes costumam escolher o mais votado ou manter quem já está no...

Prefeitura de Barra garante legalidade

joaojakson   Procurador-geral de Barra do Garças João Jackson Vieira Gomes (foto) esclarece, em resposta à curtinha Contrato de R$ 4 mi pra limpeza, que a dispensa de licitação por 6 meses obedeceu todos os tramites legais, sendo que a empresa contratada ofertou o menor orçamento. A...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.