Executivo

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 10h:50 | Atualizado: 17/02/2020, 16h:17

VETERINÁRIO

Empresário reclama posse, mas prefeitura diz que obra de hospital é em área pública

Andhressa Barboza

Terreno Hospital Veterin�rio

O terreno em frente ao Cemitério Parque Bom Jesus, na rodovia Palmiro Paes de Barros, fica às marges de área verde e já recebeu terraplanagem

O lançamento das obras de construção do primeiro Hospital Veterinário Municipal – Manchinha, em Cuiabá, foi cancelado, logo após um empresário aparecer no local da solenidade, na manhã dessa segunda (17), garantindo ser o verdadeiro proprietário do terreno em que a unidade será construída. A posse é contestada pela prefeitura e o valor venal do terreno é de R$ 2,5 milhões.

Marcada para as 9h, a solenidade com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) nem chegou a começar, já que o suposto dono, o empresário Luiz Alberto Gebrim, aproveitou a presença da imprensa para questionar servidores da prefeitura sobre a construção.

De acordo com Gebrim, ele comprou a área de 21 hectares em frente ao Cemitério Parque Bom Jesus, na rodovia Palmiro Paes de Barros, há 10 anos. Logo que soube da intenção de Executivo em construir no local, Gebrim afirma que procurou o secretário de Obras Públicas de Cuiabá, Juarez Samaniego, que teria garantido a paralisação dos trabalhos para verificar o caso.

Como isso não aconteceu, Gebrim entrou com uma ação de manutenção de posso que aidna não foi respondido. A defesa deve entrar, nesta segunda, com mandado de segurança.

O secretário municipal nega que tenha encontrado com Gebrim. “Acho estranho, ele teve toda a oportunidade de procurar a PGM (Procuradoria-Geral do Município) e apresentar o documento ou entrar na Justiça, provando que a prefeitura estava entrando na área dele. Se fosse uma área particular, o município poderia entrar com o pedido de desapropriação, tranquilamente. Mas não é o caso, pois a prefeitura tem a titularidade”.

Apesar de afirmar estar surpreso com a situação e desconhecer o caso, o secretário explica que “o documento dele é oriundo de uma área de 191 hectares. Nós não temos essa área nessa região, pois logo vem o bairro Parque Cuiabá. E essa área, é uma área verde do loteamento Parque Cuiabá”.

A documentação, segundo Samaniego, será encaminhada à PGM que deve atestar a titularidade da área, junto ao Judiciário. “Ele pode ser um comprador de boa-fé. Mas foi um documento deslocado de outra região, mas a matrícula da prefeitura é originária do Parque Cuiabá”, ponderou o secretário.

Reprodução

Escritura terreno Hospital Veterin�rio

Escritura apresentada pelo empresário Luiz Alberto Gebrim, que garante ser único dono do terreno em que prefeitura irá iniciar obras de hospital veterinário

O empresário que afirmar ter a escritura do terreno, conta ainda que tem pago IPTU desde 2010. Contudo, o secretário afirma que isso não quer dizer a legalidade da área. "Hoje não se tem a posse de área pública. É uma área que estava livre. Acredito que se tivesse proprietário há dez anos, algum empreendimento já teria sido lançado nessa área. Quem compra mal, paga duas vezes”.

Gebrim explica que comprou a área em de um particular em 2010 e chegou a fazer uma consulta prévia da área junto aos órgãos municipais e, só então, foi ao cartório para escriturar o terreno. O IPTU pago seria em torno de R$ 16 mil. “Quando fiz a consulta, se fosse área da prefeitura, teria aparecido. Não teria uma matricula para eu pagar o IPTU. A prefeitura está grilando a área. Se eles quiserem comprar, que comprem”, disse.

Emanuel divulgou vídeo citando conflito com “suposto proprietário” do terreno onde seria construído o Hospital Veterinário e afirmou que a obra está suspensa até “que a situação seja esclarecida”. Segundo Emanuel, “é muito comum que apareçam pessoas tempos depois, até com documentos em mãos, alegando que a área é de propriedade particular. Dez ou quinze dias não vão atrapalhar em nada a conclusão da obra”.

A obra

A prefeitura garante construir o prédio em até 150 dias. O HVM contará com três etapas para sua instalação completa: a primeira destina-se à implantação do pronto-socorro. Já na segunda fase será criado um centro veterinário com a implantação de canil e gatil. Já a terceira etapa irá contemplar um espaço destinado ao lazer da população.

O local também se tornará a sede da Diretoria de Bem-Estar Animal, que é vinculada à secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano. A estrutura vai contar com três consultórios, área para animais hospitalizados, área de controle emergencial, sala de raio-x, laboratório de análises clínicas e sala de cirurgia.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Diversos cortes nas despesas da AL

eduardo botelho curtinha 400   Num período em que o Legislativo praticamente parou, assim como o Judiciário e órgãos vinculados aos Poderes, como TCE e MPE, o presidente da AL, deputado Eduardo Botelho (foto), tomou decisão correta ao cortar gastos enquanto perdurar a pandemia do coronavírus. Entre as...

Governador está tenso e preocupado

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes anda tenso e preocupado. Mesmo já tendo adotado uma série de medidas de prevenção, inclusive consideradas radicais, ele não dorme direito por causa das projeções nada otimistas de aumento nos próximos dias de casos de coronavírus em...

AL aprovará empréstimo de R$ 550 mi

A Assembleia aprovou, na convocação extraordinária desta sexta (27), dispensa de pauta para a mensagem do Executivo que pede autorização para contrair empréstimo de R$ 550 milhões junto à Caixa Econômica. O recurso será aplicado na construção de pontes de concreto em diversos municípios. Agora, a matéria entra na pauta e será aprovada pela maioria dos deputados na próxima segunda (30),...

Queda nas receitas e o salário regular

emanuel pinheiro 400 curtinha   Prefeitos de um modo geral vão conseguir pagar a folha do funcionalismo de março, na próxima semana, sem tantas dificuldades. Já para abril, a tendência é que passem apurados para manter os vencimentos em dia, por causa do reflexo negativo da pandemia do coronavírus,...

Galvan, afronta à legislação e multa

antonio galvan 400 curtinha   O presidente da Aprosoja-MT, Antônio Galvan (foto), que tentou, mas acabou desistindo da disputa ao Senado, está sempre envolvido em polêmicas, seja nas demandas do agronegócio, seja no cotidiano da política. A mais recente é que ele, juntamente com outros produtores, está...

Destaque nas ações anti-coronavírus

leonardo bortolini leo 400 curtinha   O prefeito de Primavera do Leste Leonardo Bortolin (foto) vem recebendo elogios e ganhou o noticiário nacional por medidas práticas, céleres e seguras no atendimento à população, em meio aos cuidados para prevenção ao coronavírus. Desde a semana...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.