Executivo

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 10h:50 | Atualizado: 17/02/2020, 16h:17

VETERINÁRIO

Empresário reclama posse, mas prefeitura diz que obra de hospital é em área pública

Andhressa Barboza

Terreno Hospital Veterin�rio

O terreno em frente ao Cemitério Parque Bom Jesus, na rodovia Palmiro Paes de Barros, fica às marges de área verde e já recebeu terraplanagem

O lançamento das obras de construção do primeiro Hospital Veterinário Municipal – Manchinha, em Cuiabá, foi cancelado, logo após um empresário aparecer no local da solenidade, na manhã dessa segunda (17), garantindo ser o verdadeiro proprietário do terreno em que a unidade será construída. A posse é contestada pela prefeitura e o valor venal do terreno é de R$ 2,5 milhões.

Marcada para as 9h, a solenidade com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) nem chegou a começar, já que o suposto dono, o empresário Luiz Alberto Gebrim, aproveitou a presença da imprensa para questionar servidores da prefeitura sobre a construção.

De acordo com Gebrim, ele comprou a área de 21 hectares em frente ao Cemitério Parque Bom Jesus, na rodovia Palmiro Paes de Barros, há 10 anos. Logo que soube da intenção de Executivo em construir no local, Gebrim afirma que procurou o secretário de Obras Públicas de Cuiabá, Juarez Samaniego, que teria garantido a paralisação dos trabalhos para verificar o caso.

Como isso não aconteceu, Gebrim entrou com uma ação de manutenção de posso que aidna não foi respondido. A defesa deve entrar, nesta segunda, com mandado de segurança.

O secretário municipal nega que tenha encontrado com Gebrim. “Acho estranho, ele teve toda a oportunidade de procurar a PGM (Procuradoria-Geral do Município) e apresentar o documento ou entrar na Justiça, provando que a prefeitura estava entrando na área dele. Se fosse uma área particular, o município poderia entrar com o pedido de desapropriação, tranquilamente. Mas não é o caso, pois a prefeitura tem a titularidade”.

Apesar de afirmar estar surpreso com a situação e desconhecer o caso, o secretário explica que “o documento dele é oriundo de uma área de 191 hectares. Nós não temos essa área nessa região, pois logo vem o bairro Parque Cuiabá. E essa área, é uma área verde do loteamento Parque Cuiabá”.

A documentação, segundo Samaniego, será encaminhada à PGM que deve atestar a titularidade da área, junto ao Judiciário. “Ele pode ser um comprador de boa-fé. Mas foi um documento deslocado de outra região, mas a matrícula da prefeitura é originária do Parque Cuiabá”, ponderou o secretário.

Reprodução

Escritura terreno Hospital Veterin�rio

Escritura apresentada pelo empresário Luiz Alberto Gebrim, que garante ser único dono do terreno em que prefeitura irá iniciar obras de hospital veterinário

O empresário que afirmar ter a escritura do terreno, conta ainda que tem pago IPTU desde 2010. Contudo, o secretário afirma que isso não quer dizer a legalidade da área. "Hoje não se tem a posse de área pública. É uma área que estava livre. Acredito que se tivesse proprietário há dez anos, algum empreendimento já teria sido lançado nessa área. Quem compra mal, paga duas vezes”.

Gebrim explica que comprou a área em de um particular em 2010 e chegou a fazer uma consulta prévia da área junto aos órgãos municipais e, só então, foi ao cartório para escriturar o terreno. O IPTU pago seria em torno de R$ 16 mil. “Quando fiz a consulta, se fosse área da prefeitura, teria aparecido. Não teria uma matricula para eu pagar o IPTU. A prefeitura está grilando a área. Se eles quiserem comprar, que comprem”, disse.

Emanuel divulgou vídeo citando conflito com “suposto proprietário” do terreno onde seria construído o Hospital Veterinário e afirmou que a obra está suspensa até “que a situação seja esclarecida”. Segundo Emanuel, “é muito comum que apareçam pessoas tempos depois, até com documentos em mãos, alegando que a área é de propriedade particular. Dez ou quinze dias não vão atrapalhar em nada a conclusão da obra”.

A obra

A prefeitura garante construir o prédio em até 150 dias. O HVM contará com três etapas para sua instalação completa: a primeira destina-se à implantação do pronto-socorro. Já na segunda fase será criado um centro veterinário com a implantação de canil e gatil. Já a terceira etapa irá contemplar um espaço destinado ao lazer da população.

O local também se tornará a sede da Diretoria de Bem-Estar Animal, que é vinculada à secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano. A estrutura vai contar com três consultórios, área para animais hospitalizados, área de controle emergencial, sala de raio-x, laboratório de análises clínicas e sala de cirurgia.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Redes sociais, lives e efeito colateral

Em tempo de coronavírus, as redes sociais têm sido fundamentais para disseminar informações. As plataformas são utilizadas, por exemplo, para realização de coletivas, mas, nesta segunda (6), houve um efeito colateral. O governador Mauro Mendes e o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo foram "vítimas" de ferramenta de animação do Facebook. Os dois falavam sobre ações para combater a doença...

DEM agora sem amarras dos Campos

frankes siqueira curtinha 400   Sem o controle absoluto dos Campos, como nas últimas duas décadas, desde quando era PFL, o DEM, que não elege vereador em Cuiabá desde 2004, vive melhores expectativas, agora sob comando da ala ligada ao governador Mauro. É presidido pelo secretário de Estado de Governo,...

O pulo de Elias do PSDB para o DEM

elias santos 400 curtinha   Elias Santos (foto), irmão do deputado Wilson, agiu como estrategista na construção de sua pré-candidatura a vereador por Cuiabá. Concluiu que teria mais dificuldades de obter êxito nas urnas no PSDB porque os dois vereadores tucanos que vão à...

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com 2 na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha duas vozes na Câmara. Tratam-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista, e do recém-empossado...

PT segue sem voz na Câmara-Cuiabá

bob pt 400 curtinha   O PT, presidido em Cuiabá por  Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), está mesmo "queimado" e sem prestígio. Em meio ao troca-troca de partido entre os vereadores cuiabanos, aproveitando a janela de março, cujo prazo para mudanças para quem deseja se candidatar em outubro encerrou-se neste...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.