Executivo

Sexta-Feira, 06 de Setembro de 2019, 18h:11 | Atualizado: 07/09/2019, 09h:25

Cobrança do alencastro

Estado diz que dívida com Cuiabá é de só R$ 39 mi e que agora repasse está em dia

Rodinei Crescêncio

Gilberto Figueiredo

O secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo, que garante ter repassado R$ 75,7 mi à Prefeitura de Cuiabá

Após reclamações públicas e a ameaça da Prefeitura da Capital de judicializar o caso, o Governo do Estado divulgou dados do relatório financeiro do Sistema Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças (Fiplan), no qual aponta que, de janeiro a setembro de 2019, o Palácio Paiaguás, por meio da secretaria estadual de Saúde (SES-MT), repassou R$ 75.767.019,60 à Prefeitura de Cuiabá.

“Referente ao ano de 2019, estamos rigorosamente com todos os pagamentos em dia. Não apenas com Cuiabá, mas com todos os 141 munícipios de Mato Grosso”, afirmou o secretário Gilberto Figueiredo.

Segundo a SES-MT, a Pasta herdou uma dívida no total de R$ 63.573.354,56, referentes aos anos de 2016, 2017 e 2018. Porém, o secretário esclareceu que o Estado está realizando repasses e que parte da dívida já foi paga, restando, aproximandamente, R$ 39 milhões do passivo.

“Do total de R$ 63 milhões, efetuamos o pagamento de R$ 23.743.136,08. O Governo do Estado faz um grande esforço para efetivar o pagamento dos recursos e garantir a prestação de serviços de saúde à população da Capital e do interior do Estado”, finalizou o gestor.

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), no entanto, afirma que ainda espera da Gestão Mauro Mendes (DEM) o repasse de R$ 62 milhões que não foram repassados pelo ex-governador Pedro Taques (PSDB) em relação a contratualização dos serviços de saúde prestados por Cuiabá nos últimos dois anos. Por conta da dívida, a Procuradoria Geral do Município já notificou o Estado e ameaça entrar na Justiça, já que o prazo para um posicionamento terminou ontem (05) (Com Assessoria).

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Povo de Mato Grosso. | Sexta-Feira, 06 de Setembro de 2019, 20h22
    1
    0

    Assume o governo herda a dívida também. Os fornecedores do estado sabem bem dessa visão de devo mas não é do meu governo. As empresas quebram mas a prefeitura aumenta a cobrança da população para suprir os prejuízo!

"Pátio igual gato, comendo e miando"

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (Podemos), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, disse que o prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, está parecendo gato, comendo e miando, pois recebe recursos federais, inclusive de programas habitacionais e, mesmo assim, ainda alardeia nos...

Adair lançará ex-vice em Alto Paraguai

adair 400 curtinha   O ex-prefeito de Alto Paraguai, advogado emedebista Adair José Alves Moreira (foto), não vai disputar novamente, apesar da insistência do seu grupo. A tendência é de apoiar o seu ex-vice Luiz Figueiredo, com quem administrou a cidade de 2013 a 2016. Luiz também é do MDB e...

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

Lúdio desiste e PT perde com Barranco

ludio cabral 400 curtinha   O deputado Lúdio Cabral (foto) estava se movimentando para tentar convencer o PT a lançá-lo ao Senado, por aclamação, e ainda instigar o diretório estadual a buscar recursos junto à Nacional para a campanha. Mas o tiro saiu pela culatra. O guru do partido no Estado,...

Carta de Abicalil cita traição de Lúdio

carlos abicalil 400 curtinha   Carlos Abicalil (foto), ex-federal e hoje assessor do deputado Valdir Barranco, demonstra até hoje estar "atravessado" com Lúdio Cabral por causa da traição política de 2010. Na época, mesmo o PT o tendo lançado ao Senado, Lúdio, ex-vereador por Cuiabá e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.