Executivo

Segunda-Feira, 05 de Agosto de 2019, 10h:26 | Atualizado: 05/08/2019, 10h:39

DÍVIDA DOLARIZADA

Executivo condiciona pagamento do 13º em dezembro ao empréstimo dolarizado

O governador Mauro Mendes (DEM) condicionou o pagamento em dia do 13º salário dos servidores do Executivo no mês de dezembro ao sucesso da negociação do empréstimo com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), do grupo Banco Mundial. O Supremo Tribunal Federal (STF) já concedeu duas liminares obrigando a União a avalizar o empréstimo, que ainda deve ser aprovado pelo Senado.

Rodinei Crescêncio

Governador Mauro Mendes durante Semin�rio Ajuste Fiscal ou Desgoverno

Governador Mauro Mendes tenta ajustar o "caixa" de MT para honrar o pagamento do 13º

Mauro tenta vender a dívida dolarizada que o governo tem com o Bank of America para o Banco Mundial. O objetivo é evitar o pagamento da parcela de setembro, de US$ 38,8 milhões de dólares ou cerca de R$ 140 milhões.

A negociação com o Banco Mundial ainda garantiria US$ 250 milhões ao governo a serem quitados em 240 parcelas.

Até 2018, o 13º era pago no mês de aniversário dos servidores do Executivo. Em janeiro deste ano, ao anunciar o escalonamento dos salários, o governo também modificou a metodologia e “empurrou” o 13º de todos os trabalhadores para dezembro.

“Estamos trocando uma dívida mais cara por uma outra com juros mais baratos, com prazo maior para pagar. São R$ 140 milhões em setembro, isso vai dar um sufoco gigante para Mato Grosso. Deixamos de pagar isso e vamos pagar apenas R$ 40 milhões em 2019, e isso alivia o caixa do Estado para pagar, inclusive o 13º salário dos servidores públicos”, disse Mauro à Capital FM nesta segunda (5).

Estamos trabalhando e vamos contar com Deus e com a sorte

Mauro Mendes

No STF, o governo conseguiu duas liminares. A primeira foi da ministra Rosa Weber, determinando que a União fosse avalista do empréstimo com o Banco Mundial em uma ação movida com esse objetivo específica. Em outro pedido da Procuradoria Geral do Estado, o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, também deu liminar no mesmo sentido, para que uma dívida de R$ 700 mil de Pedra Preta com a Companhia de Saneamento de Mato Grosso (Sanemat) não fosse obstáculo ao empréstimo.

Na semana passada, a PGE entrou com uma nova ação depois que a União notificou o governo a fazer o pagamento de R$ 1,7 milhão em razão divergências no recolhimento de contribuição previdenciária da Empaer nos exercícios de 2016, 2017 e 2018. A União ameaçou inscrever Mato Grosso no Cadin, o que também seria obstáculo à negociação com o Banco Mundial.

“Na semana passada falei duas vezes com o ministro Dias Toffoli. Falei com a Secretaria do Tesouro Nacional, com a secretária Priscila, para acelerar esse processo, para que seja enviado ao Senado para aprovar esse empréstimo. Estamos trabalhando e vamos contar com Deus e com a sorte”, afirmou Mauro.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Gil Costa | Quinta-Feira, 08 de Agosto de 2019, 13h45
    0
    1

    Taques enterrou sua vida política por causa dessas mesmas atitudes. Sua hora vai chegar governador.

  • Jane Aparecida da Silva | Quarta-Feira, 07 de Agosto de 2019, 10h18
    1
    0

    Palhaçada desse governador! E a arrecadação só aumenta!!! Greve Geral no EXECUTIVO, não tem outro jeito.

  • alexandre | Terça-Feira, 06 de Agosto de 2019, 10h16
    1
    0

    o 13 salario de 11 e 12/2019, ele parcelou em 4 X , se tiver que pagar 2 folhas, ele vai parcelar em 10 X Precatório, tem que pagar 40%, agora em setembro, ou vai se complicar , pois a arrecadação, cai no final do ano, se confiscar o 13 vai ter greve geral, não tenham duvidas...

  • feiticeiro | Terça-Feira, 06 de Agosto de 2019, 09h08
    1
    0

    Enio, o governador tá se lixando pra greve... o negócio é começar a fazer um feitiço...

  • ENIO | Segunda-Feira, 05 de Agosto de 2019, 18h26
    8
    1

    O fórum sindical deve fazer uma assembleia geral de todas as categorias colocando para votação: se não pagar o décimo terceiro até o dia 20 de dezembro, GREVE GERAL, VAMOS PARAR O GOVERNO NO FINAL DE ANO ATÉ QUE O DECIMO SEJA PAGO.

  • alexandre | Segunda-Feira, 05 de Agosto de 2019, 15h40
    12
    0

    te garanto que os super duodecimos de 3 bilhoes, estão em dia, se sequestrar o 13 salario, vai ter greve geral, parcelar em 10 X, o dinheiro some...

  • Aldo | Segunda-Feira, 05 de Agosto de 2019, 13h04
    22
    0

    Isso mostra o tamanho da incompetência, isso é uma grande falta de respeito ao contribuinte de Mato Grosso. Fazer mais dívida para o povo pagar. Onde foi parar a competência da propaganda eleitoral?

  • Diogo Vargas | Segunda-Feira, 05 de Agosto de 2019, 12h21
    28
    0

    É so aguardar reeleição do Mauro Mendes e mudar metodologia nao votar nunca mais nele.Um dia da caça outro caçador.

  • jose de faria lima | Segunda-Feira, 05 de Agosto de 2019, 11h39
    23
    0

    Deixar de pagar uma dívida que termina em um ou dois anos, tomar mais dinheiro emprestado para pagar folha e levar 240 meses para quitar, é o mesmo que fazer a portabilidade dos consignados... e não vai resolver o problema. Haja coração e paciência para aguentar tanta incompetência!

  • Walter | Segunda-Feira, 05 de Agosto de 2019, 10h57
    22
    0

    Contar com Deus não Governador!!! É compromisso do Estado! Em campanha prometeu muito e até agora foi só ferro nos Servidores!

Túlio, inabilidade política e frustração

tulio fontes 400 curtinha   Túlio Fontes (foto), que ainda faz mistério sobre disputa à sucessão em Cáceres, ficará mesmo fora do embate das urnas. Ex-prefeito e derrotado duas vezes para deputado estadual, ele não moveu uma palha para fortalecer o seu nanico PV. Conclusão: o partido só...

Pátio, vice, o MDB e ex-secretário

adonias fernandes 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio não desistiu de vez do seu antigo partido, o MDB, no qual militou por mais de duas décadas. Embora em rota de colisão com alguns líderes emedebistas, Pátio ainda tem bom contato com o ex-padrinho político, o...

Prefeito de Sapezal e aditivo com 15%

valdecir casagrande 400 curtinha sapezal prefeito   O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (foto), autorizou o quarto aditivo de um contrato sem licitação, firmado em 2019 entre o município e a Casa de Saúde Santa Marcelina. Chamam atenção o valor e o aumento. A continuidade do atendimento aos...

Partidos acirram disputa a vice de Léo

leonardo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito emedebista Léo Bortolin (foto), um dos mais bem avaliados gestores mato-grossenses, convive com uma disputa acirrada de pretendentes ao cargo de vice-prefeito de sua chapa. A corrida por novo mandato está tão confortável que Léo praticamente não tem...

MDB e PRB devem se juntar em ROO

luizao 400 curtinha   Ao menos dois blocos de oposição em Rondonópolis estão levando a sério a observação do ex-governador e ex-senador Blairo Maggi, para quem Zé do Pátio ganharia a reeleição numa boa se o município tiver várias candidaturas. Ou seja, quanto...

Parlamentares numa disputa cômoda

thiago silva 400 curtinha   Parlamentares que estão se aventurando na disputa a prefeito nada têm a perder. Não precisam nem se afastar dos mandatos para concorrer ao pleito. Em caso de derrota nas urnas de novembro, continuam com suas cadeiras garantidas até 2022 (situação de estadual e federal) e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.