Executivo

Quinta-Feira, 31 de Janeiro de 2019, 12h:05 | Atualizado: 01/02/2019, 08h:04

MINISTRA POLÊMICA

Filha adotiva da ministra Damares teria sido levada de forma irregular do Xingu

Damares

Ministra Damares se envolve em outra polêmica, agora com a filha indígena, Lulu Kamayurá

A ministra da Mulher, da Família e Direitos Humanos, Damares Alves, mais uma vez está no foco de uma polêmica. Dessa vez envolve sua filha adotiva Kajutiti Lulu Kamayurá, 20 anos, que segundo reportagem especial da revista Época, publicada hoje (31), teria sido levada da aldeia Kamayurá, na reserva nacional do Parque do Xingu, em Mato Grosso, quando ainda tinha apenas 6 anos de idade, cuja adoção não foi formalizada legalmente. A ministra nega que houve irregularidades na adoção de Lulu.

Na reportagem de Natália Portinari e Vinicius Sassine, que Lulu foi criada pela avó paterna, Tanumakaru, que é cega de um olho. Os familiares contam que Damares teria se apresentado à aldeia como missionária e levou Lulu sob a justificativa de que cuidaria de sua saúde bucal. Damares estava acompanhada de Márcia Suziki, considerada amiga da ministra, e que também teria se apresentado como missionária.

As missionárias afirmaram que mandaria a menina de volta nas férias, mas 14 anos depois isso ainda não aconteceu. Segundo a Época, Damares chegou a procurar pela reportagem, quando esta estava no Xingu e disse que estava à disposição para responder às perguntas, mas quando a ministra foi procurada em Brasília, recusou-se a falar com a reportagem, respondendo parcialmente a 14 questionamentos da revista.

“Todos os direitos de Lulu Kamayurá foram observados. Nenhuma lei foi violada. A família biológica dela a visita regularmente. Tios, primos e irmãos que saíram com ela da aldeia residem em Brasília. Todos mantêm uma excelente relação afetiva”, afirmou a ministra à revista Época.

Questionada por que não devolveu Lulu à aldeia após o tratamento dentário, Damares afirmou que a “filha” já retornou à aldeia e que jamais perdeu contato com os parentes biológicos, mas não respondeu o porquê a menina não foi adotada formalmente.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Antonio | Sexta-Feira, 01 de Fevereiro de 2019, 07h34
    0
    1

    O discurso anticorrupção não se sustenta tendo os seguintes ministros envolvidos em falcatruas: General Heleno (Segurança Institucional – fraude licitações), Onyx Lorenzoni (Casa Civil – delatado JBS), Paulo Guedes (Economia – fraudes operação greenfield), Luiz Henrique Mandetta (Saúde – fraude licitação e caixa 2), Tereza Cristina (Agricultura – delatada JBS), Ricardo Salles (Meio Ambiente – condenado), Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos – irregularidades ONG Atini e sequestro da índia LULU), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia – empresa de fachada), Marcelo Álvaro Antonio (Turismo – fraudes INSS e Banco do Brasil). ALÉM DE NOVE ministros comprovadamente envolvidos em irregularidades e ainda TEM o movimento inexplicado de R$ 1,2 milhão do ex-assessor de Flávio Bolsonaro, A REALIZAÇÃO DE CENTENAS DE DEPÓSITOS EM DINHEIRO NA CONTA DE FLÁVIO BOLSONARO QUE ATÉ PAGOU UM TÍTULO DE R$1 MILHÃO DE REAIS, envolvimento dos Bolsonaros com Milicias de Extermínio (Escritório do Crime), atividades imobiliárias irregulares (venda de R$8 milhões em imóveis), cheque de R$24 mil na conta da primeira dama (Michele Bolsonaro). Por fim a promoção na canetada (nepostismo) do filho do Moura junto ao Banco do Brasil.

  • Paulo | Quinta-Feira, 31 de Janeiro de 2019, 12h55
    2
    0

    Aí depois de 15 anos vem fazer xororo so porque a mulher virou ministra.

Matéria(s) relacionada(s):

Nininho, falta à sessão e justificativa

O deputado Ondanir Bortolini, o Nininho, contesta informação de que teria "amarelado" ao não comparecer à sessão ordinária da Assembleia, que resultou na aprovação da mensagem do governo sobre reinstituição dos incentivos fiscais, em primeira votação, pelo placar de 15 a 7. Em verdade, o parlamentar do PSD justificou oficialmente sua ausência. Explica que foi internado e, por orientação...

Efetivados irregularmente e recebendo

darci lovato curtinha   Entre os quase 100 servidores da Assembleia que já tiveram estabilidade funcional cassada pela Justiça em 1º grau por alguma irregularidade em documentos, estão ex-secretários municipais, colunista social, ex-policiais, radialista, ex-prefeito, ex-vereador e outros que já tentaram, sem...

Governo quita toda a folha de junho

O governo estadual concluiu nesta sexta (19) o pagamento de junho dos servidores ativos, inativos e aposentados que ganham acima de R$ 7,5 mil. Para essa quitação foram necessários R$ 61,8 milhões. Com isso, liquidou totalmente a folha de junho dos cerca de 100 mil funcionários públicos, que consomem R$ 472,7 milhões. No dia 10 deste mês, o governo pagou a primeira parcela dos salários de junho, depositando até R$ 5,5...

Emedebista pode ser candidato único

leonardo bortolin curtinha   Eleito na suplementar realizada em 2017, Leonardo Bortolin (foto), de Primavera do Leste, é considerado hoje o prefeito emedebista em MT mais bem avaliado. Na convenção do partido nesta quinta no município, lideranças, como o deputado federal Carlos Bezerra e os estaduais Thiago Silva,...

2 "amarelam" e faltam de propósito

nininho curtinhas   Dois deputados não pisaram os pés na sessão desta quinta propositalmente. "Amarelaram". Ao invés de tomarem posição quanto ao projeto de lei complementar do governo que reinstitui os incentivos fiscais, Nininho (foto) e o delegado Claudinei preferiram não comparecer. Assim como os...

Adevair vai para PTB e quer ser vice

adevair cabral curtinha   O PTB, que hoje não tem um representante entre os 25 vereadores cuiabanos, vai abrigar dois parlamentares, o presidente da Câmara Municipal Misael Galvão, hoje no PSB, e o primeiro-secretário da Mesa, o tucano Adevair Cabral (foto). O curioso é que ambos chegam na legenda petebista...

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.