Executivo

Segunda-Feira, 08 de Novembro de 2010, 10h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:28

CUIABÁ

Galindo quer radares; Dóia diz que faltou coragem a Wilson

Chico Galindo   Após dar uma nova cara à Prefeitura de Cuiabá, alterando o comando de 9 secretarias e se livrar da sombra de Wilson Santos (PSDB), que deixou o cargo para disputar sem sucesso o Palácio Paiaguás, o prefeito Chico Galindo (PTB) anunciou que vai instalar radares fixos e em semáforos em toda a Capital. A medida divide a população e, por isso, foi afastada das discussões durante o mandato de Wilson. "Acho que é uma forma espetacular de evitar acidentes, mesmo não sendo popular", afirma.

   O edital de licitação para contratar a empresa que vai oferecer o serviço ainda não foi aberto, mas a expectativa é que os equipamentos estejam funcionando já em 2011. O presidente do Detran, Teodoro Moreira Lopes, o Dóia, declarou apoio à medida adotada por Galindo e disse que os aparelhos só não foram instalados antes por falta de coragem de Wilson para enfrentar a opinião popular que é contrária à fiscalização eletrônica. "Apoio e parabenizo o prefeito pela iniciativa deixada de lado por falta de coragem do antecessor e sob pretexto de ser uma indústria de multas", disse.

Teodoro Lopes, Dóia   Atualmente, das 26 Capitais brasileiras e o Distrito Federal, apenas Cuiabá e Boa Vista, em Roraima, não têm sistema eletrônico de fiscalização. Em Cuiabá, o controle do tráfego é feito por 70 agentes de trânsito conhecidos como amarelinhos. De acordo com uma pesquisa do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), seriam necessários pelo menos 300 trabalhando simultaneamente, o que resultaria num total de 600 funcionários, já que a jornada é dividida em dois turnos. "É muito melhor colocar máquinas para fiscalizar e investir mais recursos para contratar professores e médicos, por exemplo", argumenta o diretor de Habilitação do Detran, Eugênio Destri.

Postar um novo comentário

Comentários (28)

  • JHÔY | Quarta-Feira, 10 de Novembro de 2010, 22h27
    0
    0

    Essa manezada fica ai falando que as grandes cidades pertencente aos países de primeiro mundo possuem radares, hum... Não sei não heim! Pelo que sei elas possuem um conjunto de câmeras espalhadas pela cidade que ajudam tanto nas investigações dos crimes como no próprio combate preventivo a violencia. Pelo que sei elas possuem ruas e avenidas largas, espaçosas, muito bem planejadas e livres de qualquer tipo de buraco, caroço, panela, desnível, defeito ou irregularidade. Pelo que sei elas possuem ruas e avenidas com calçadas espaçosas permitindo fácil e comoda acessibilidade ao cidadão, em especial ao PNE. Agora, no Brasil que é um país atrasado e subdesenvolvido, com as ruas e avenidas todas rebentadas, mal cuidadas e planejadas como as de Cuiabá, a presença dos radares é uma realidade em quase 100% das capitais e grandes cidades. Não vou ficar aqui discutindo tese a respeito do assunto, porém se a volta dos radares é um caminho sem volta, a socieade cuiabana deve se organizar para discutir, é isso ai, discutir as cláusulas do contrato, que deverá levar em conta as leis de licitação e transito, e principalmente deverá ter regras muito rigidas e claras com relação a forma de remuneração. Todo radar quando instalado ele tem que demonstrar sua eficiencia. Como? Multando cada vez mais um monte de carros? Claro que não Mané. Sua eficiencia será demonstrada a partir do fato que ela demonstra dia a dia, mes a mes, ano a ano, sua capacidade de educar os condutores com a diminuição da ocorrencia das infrações de transito o que obviamente provocará a diminuição da emissão de multas e num efeito cascata diminuição de acidentes. Assim sendo, no contrato deverá ser estabelecido que a remuneração da empresa a ser contratada, será inversamente proporcional a quantidade, faixa ou nível de multas expedidas, ou seja, quanto menos multa ocorrer em determinado trecho, maior o percentual de remuneração da empresa, quanto maior a quantidade de multa ou se ultrapassar uma quantidade ou faixa pré estabelecida de quantidade de multas, a remuneração da empresa sera menor.´Se não for assim, perde todo o carater educativo e passa a ser sim uma fábrica, industria de multas onde tanto para a empresa contratada como para a prefeitura, quanto mais condutores infratores melhor, é mais dinheiro a ser arrecadado. Pior que tem um monte de ignorante pensando assim.

  • Paulo Batoré " O HOMEM DA CADEIRA QUE NÃ | Quarta-Feira, 10 de Novembro de 2010, 11h00
    0
    0

    Sou deficiente(P.N.E.), e adoro ver os imprudentes serem multados....agora sim, os mesmo que estacionam na vaga de deficientes, também são condutores que: são imprudentes nos sinais, não respeitam a faixa de pedestre, não respeita a velocidade máxima da pista........adoroooooo as sanções...... a multa parece que limpa aquele sentimento de revolta contra os mal educados....trabalhei no DETRAN....imagina eu dando informação como deficiente, a um usuário, que tinha levado multa por estacionar na vaga de deficiente....ele ainda achando que estava com a razão, como a maioria dos comentário abaixo, pessoas más educadas no trânsito, também são pessoas más educadas pelos pais, tá faltando fiscalização(multa, sanções) enquanto o União, Estado e Municípios, não tem feito o trabalho bem feito na Pasta de Educação.....eu dei muita risada dos imprudentes no DETRAN da galeria Itália....Mas risadas educadas e por dentro...porque sempre respeitei minha ética profissional, igual estou rindo por dentro de pessoas que comentam que são contra o radar......abraço e boas futuras multas seus imprudentes, mal educados!rsrsrs...

  • Martins | Terça-Feira, 09 de Novembro de 2010, 12h34
    0
    0

    Oooo. Chico Galindo seu traira, quer aparecer pendura uma melancia no pescoço ou tapa os buracos da cidade e fiscalize os terrenos com desova de lixo!

  • MARCOS MIRANDA | Terça-Feira, 09 de Novembro de 2010, 12h32
    0
    0

    ESSAS PESSOAS QUE SÃO CONTRA OS RADARES SÃO AQUELAS QUE NÃO RESPEITA A SINALIZAÇÃO, NÃO PAGAM FAIXA VERDE, TEM Q TER RADAR, SOMENTE ASSIM, ESSAS PESSOAS APRENDEM A RESPEITAR AS LEIS DE TRANSITO, RADAR NELES......

  • joao tertuliano | Terça-Feira, 09 de Novembro de 2010, 09h27
    0
    0

    MEU DEUS !! Tem gente que é contra radares em Cuiabá ???? Essa cidade está atrasadíssima em termos de educação de trânsite e tem um dos piores indices de acidentes com vitimas do país !!! Quem dirige aqui sabe do que estou falando: todos furam sinal, ninguem para em faixa de pedestres, alta velocidade. So loucos não veem isso, ou pessoas que fazem campanha pra um certo deputado reeleito. Espero que todos que estao escrevendo aqui contra a fiscalização sejam da turma do deputado. Seria muito triste se a população inteligente desta cidade pensasse assim e quisesse continuar na idade média como está hoje.

  • Osny Oliveira | Terça-Feira, 09 de Novembro de 2010, 07h46
    0
    0

    Vamos entrar para o Primeiro Mundo das Capitais; onde já se viu a velocidade que esses motoristas loucos andam em Cuiabá !!!! Radar neles e multas neles!!!!!

  • ANTONIO MARCOS | Terça-Feira, 09 de Novembro de 2010, 01h34
    0
    0

    DEMOROU PRO GALINDO MOSTRAR A CARA. O POVO NÃO É BOBO, SEM GALINDO VOLTA PRA TUA CIDADE E TENTA INSTALAR LA O RADAR PRA TIRAR MAIS DINHEIRO DO POVO. NO IREMOS DAR UM BASTA NA SUA ADMINISTRAÇÃO, É SÓ PAGAR PRA VER E VERÁ....

  • Joao | Segunda-Feira, 08 de Novembro de 2010, 22h23
    0
    0

    vai voltar a fabrica de multas agora alem do ipva pagaremos outro tanto em multas,vai la sergio ricardo resolve essa novamente e honre seus + de 80 mil votos.

  • Carlos Mgno Anarapes | Segunda-Feira, 08 de Novembro de 2010, 21h44
    0
    0

    O Galindo está coberto de razão. Essa estória de não ter corrigido o valor do IPTU e não ter instalado radadares na cidade, contribuiu para enterrar politicamente o WS. Primeiro porque sem atualização do IPTU ele não teve dinheiro para prestar adequadamente os serviços públicos municipais. Segundo, porque sem os radares os motoristas irresponsáveis continuaram atropelando e matando no trânsito sem qualquer conseqüência administrativa por parte do Poder Público Municipal. Resultado: o povo na hora de votar não lembrou das liberalidades patrocinadas por WS, mas, sim, das mortes no trânsito, dos atropelamentos, dos engarrafamentos, das barbaries e do trânsito caótico. Da mesma forma, na hora do voto nem passou pela cabeça do povo que o WS não aumentou o IPTU predial, mas, sim, que não asfaltou as ruas, a coleta de lixo deficiente, os precários atendimentos nas policlínicas, os doentes amontoados no pronto socorro municipalde etc. Moral da história: Se o Galindo quiser fazer alguma coisa boa para Cuiabá, tem cobrar tudo aquilo que o WS não cobrou e prestar adequadamente os serviços que WS não conseguiu prestar.

  • Monica | Segunda-Feira, 08 de Novembro de 2010, 16h59
    0
    0

    Cade a fiscalizacao pra multar quem estaciona em local proibido?? Passem na frente do Salão Nina Cabeleireiros. Vão fazer a festa de tanta multa. E os carros que andam pela contramão??? Acho otimo ter radar, mas ainda falta muito pro nosso transito ficar decente.

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

Câmara chama secretária para vaga

chico 2000 curtinha   Após a destituição de Ralf Leite (MDB) da vaga de Chico 2000 (foto), licenciado, por força de decisão judicial, a Câmara de Cuiabá convocou a primeira suplente Luciana Zamproni (MDB) para assumir mandato temporário no Legislativo, menos de 30 dias. Ela atua como...

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.