Executivo

Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 10h:11 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Defensoria Pública

Gestão Karol "torrou" R$ 508 mil em diárias

Karol Rotine, ex-defensora pública-geral do Estado   A ex-defensora pública-geral Helyodora Carolyne Almeida Rotini, a Karol Rotini, liberou R$ 508,3 mil em diárias em 2008, revela auditoria do Tribunal de Contas. Apesar da gestão tumultuada e tensa, marcada por denúncias, o balancete foi aprovado pelo Pleno do TCE. A auditoria analisou cerca de 50% dos processos de concessão de diárias. Apontou irregularidades como, por exemplo, falta de relatório de viagem ou atraso no encaminhamento do documento e pagamento indevido de diárias. Em 2008 Karol teve a sua disposição um orçamento de R$ 30,9 milhões. Durante o exercício, houve uma suplementação de créditos de R$ 9,7 milhões e, por outro lado, redução de R$ 4,4 milhões.

   Sob sua responsabilidade, foram pagos despesas de R$ 29,5 milhões. Somente com telefone celular, Karol gastou R$ 56,5 mil. Deixou para o sucessor Djalma Sabo Mendes uma dívida flutuante inscrita em restos a pagar de R$ 181,4 mil. A ex-chefe da Defensoria do Estado promoveu 25 licitações, que somam R$ 2 milhões. Destas, 19 foram homologadas. Das licitações válidas, 17 foram com pregão presencial, enquanto as outras 2 foram por carta-convite. Houve ainda cinco dispensas licitatórias e nove inexigibilidades. A auditoria do TCE é assinada por André Luiz de Campos Baracat.

   Durante todo o período em que ficou à frente da Denfensoria, Karol enfrentou muitas polêmicas e, apesar das contas dela terem sido aprovadas pelo Tribunal de Contas, ficou marcada pelo estereótipo de gestora que estrapolou no uso da verba indenizatória, sendo alvo, inclusive, de denúncias e representações apensadas às suas contas referentes de 2008. Algumas denúncias foram consideradas procedentes pelo Pleno do TCE, que multou Karol em 40 Unidades Padrão Fiscal (UPF-MT), o equivalente a R$ 1,2 mil, devido à ausência de controle interno na Defensoria.

   Entre as acusações apensadas no processo estão contratação de serviços com preços superiores aos de mercado, despesas com justificativas de dispensa de licitação sem amparo na legislação, não utilização de imóvel locado por período superior ao prazo tolerável, concessões irregulares de diárias, pagamento de verbas indenizatórias para transporte dos defensores e uso indevido de veículo oficial custeado pela administração pública e deferimento de benesses a membros da instituição sem abertura de concorrência.

    Foram constatados ainda privilégios a parentes de membros da Defensoria. Um concurso foi colocado sob suspeição. O Ministério Público, que emitiu parecer contrário à aprovação das contas de Karol, apontou 13 irregularidades, mas o relator-conselheiro Valter Albano, hoje presidente do TCE, entendeu que a gestora deveria receber apenas sanções e aplicação de multa e votou pela regularidade. O parecer foi acatado pelos conselheiros, que também votaram pela procedência parcial de denúncia movida contra a ex-gestora devido ao comprovado descumprimento de formalidades da Lei das Licitações. O TCE cobra da Defensoria que crie, por exemplo, normas mais duras para uso de aparelhos celulares pelos servidores.

Postar um novo comentário

Comentários (21)

  • José Carlos | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 11h18
    0
    0

    Para que serve o TC. Recentemente o mesmo tribunal aprovou as contas de Lutero Ponce (hoje empresário bem sucedido) e a Câmara dos Vereadores, atitude de louvor, cassou a figura. E agora, o TC aprova as contas da Def. Pública, mesmo a sua gestora ter consumido mais de R$ 500 mil em diárias. E mais, segundo denúncias, até em gozo de férias ela recebeu diárias, tudo documentado. Com a palavra o Ministério Público.

  • Flavio Pinho | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 11h13
    0
    0

    ´VOCÊS NÃO ENTENDERAM, AÍ PÓÓDIIII !!

  • CARLOS ROBERTO | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 14h09
    0
    0

    É POR ISSO QUE EU SEMPRE ME PERGUNTO, PRA QUE SERVE O T.C.E ???

  • joão pedro | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 13h51
    0
    0

    joão pedro , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Anderson Moura | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 13h08
    0
    0

    Paeraí, Romilson, então temos que a Defensora que ganhou as eleições para Defensora Geral e não foi nomeada em virtude das acusações, após investigações agora é inocente?

  • Rafael Marques | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 13h01
    0
    0

    Rafael Marques, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • leondas | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 12h16
    0
    0

    leondas, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • leondas | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 12h16
    0
    0

    leondas, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • leondas | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 12h16
    0
    0

    leondas, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • leondas | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 12h15
    0
    0

    leondas, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Candidato irritado chama EP de traste

abilio junior 400 curtinha   Abílio Júnior (foto), candidato do Podemos ao Palácio Alencastro, tem se mostrado mais irritado depois do debate promovido pela Fecomércio, na quarta à noite, quando, em vários momentos, se viu questionado e desqualificado pelo prefeito e candidato à...

Prefeito reeleito sob investigações

ze do patio 400 curtinha   A situação jurídica do prefeito populista e desgastado Zé do Pátio (foto), que acaba de ser reeleito para o terceiro mandato em Rondonópolis, sendo o segundo consecutivo, não é das melhores. Contra sua gestão tem pipocado denúncias sobre...

Prefeitos revoltados com Neurilan

neurilan fraga 400 curtinha   Vários prefeitos, especialmente os recém-eleitos, se mostram revoltados com novas manobras promovidas no estatuto da AMM pelo seu "eterno" presidente Neurilan Fraga (foto), que tenta, de todas as formas, se auto-beneficiar na eleição que deveria ocorrer em janeiro, mas que foi antecipada...

Candidato a reitor e 2 apoios fortes

dimorvan rui 400   O candidato de oposição a reitor do IFMT, Deiver Teixeira, recebeu dois apoios importantes. As manifestações de adesão à candidatura vieram dos professores Ruy Oliveira e Dimorvan Brescancim. Ruy foi candidato a reitor nos últimos dois pleitos e é um pesquisador...

Abílio e Medeiros rejeitam Fernanda

coronel fernanda 400 curtinha   Abílio Júnior e o deputado José Medeiros, presidente do Pode-MT e que foi derrotado para senador, querem distância da coronel Rubia Fernanda (foto) da campanha neste segundo turno em Cuiabá. Nos bastidores, comentam que não precisam da militar filiada ao Patriota e que ficou...

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...