Executivo

Quinta-Feira, 15 de Outubro de 2020, 10h:56 | Atualizado: 15/10/2020, 11h:16

Governador aponta equívoco do MPE ao abrir investigação e diz que foi esclarecido

Mauro Mendes garante ainda que compra de ventiladores foi 29% mais barata que média nacional

O governador Mauro Mendes ( DEM) avalia que houve um equívoco do Ministério Público Estadual (MPE) ao instaurar inquérito civil para investigar a compra ventiladores pulmonares com dispensa de licitação. “Já foi esclarecido. Ontem o secretário já esteve lá, já esclareceu ao Ministério Público”, garante.

Segundo o governador, as informações que eles pediram tinham sido encaminhadas ao órgão e eles não viram que havia chegado. “ Isso há quase um mês no e-mail do MPE. Não teve compra irregular, pois foi 29% mais barato do que a média das compras brasileiras e isso está no processo”, apontou.

A declaração foi dada hoje (15), durante coletiva à imprensa, após o governador ativar a radiocomunicação digital nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande. Além do governador, participaram do evento o secretário de Segurança Pública Alexandre Bustamante e o promotor Mauro Zaque.

Michel Alvim

Mauro Mendes ao lado do secret�rio Gilberto Figueiredo na Arena Pantanal, onde funciona central de exames da Covid-19

Governador Mauro Mendes ao lado do secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo na Arena Pantanal, onde funciona central de exames da Covid-19

O MPE instaurou inquérito para “apurar eventuais atos de improbidade administrativa, de danos ao erário ou promover a declaração de nulidade ou anulação de atos lesivos ao patrimônio público ou a moralidade administrativa” em relação aos gestores, “em especial do secretário estadual de Saúde".

Os ventiladores foram comprados por meio da dispensa de licitação nº 22/2020, da secretaria de Estado de Saúde (SES), que resultou no contrato nº 081/2020 da mesma pasta. As dispensas foram flexibilizadas pela lei federal n° 13.979/2020, em razão da pandemia do novo coronavírus, causador da Covid-19.

Ao justificar a abertura da investigação, o promotor de Justiça Célio Fúrio diz considerar que “a SES tem sonegado informações e deixou de encaminhar os documentos solicitados, numa demonstração de que quer esconder irregularidades”.

Afirma ainda que existem “elementos iniciais que justificam a instauração de inquérito civil para apurar fato autorizador da defesa e tutela dos interesses ou direitos a cargo do Ministério Público”.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Alaercio | Quinta-Feira, 15 de Outubro de 2020, 14h31
    3
    0

    Aí tem... pode ter certeza !

  • João | Quinta-Feira, 15 de Outubro de 2020, 13h33
    0
    0

    João , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Cidadão | Quinta-Feira, 15 de Outubro de 2020, 11h17
    9
    0

    quando é com vossa excelencia é equivoco né? tem q investigas sim, se não deve nao tem pq temer, não é?

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...