Executivo

Sábado, 15 de Junho de 2019, 07h:55 | Atualizado: 16/06/2019, 08h:18

SEM AMEAÇA

Governador de MT diz que nada mudou em 15 dias e descarta ceder aos grevistas

Christiano Antonucci

Mauro Mendes

Mauro Mendes em evento no Norte do Estado; democrata afirma que situação economica de MT continua a mesma

 O governador Mauro Mendes (DEM) descartou pagar a Revisão Geral Anual (RGA) ou conceder qualquer reajuste para acabar com a greve dos professores iniciada no último dia 27 de maio. Continua argumentando que os gastos com pessoal estão em 57,12%, porcentagem 8,12% acima do permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), situação que o impede de ceder.

“Nada mudou. Alguma coisa mudou nesses 15 dias? Nós voltamos para os 49% em gasto com pessoal em 45 dias? Não! A lei não nos dá outra alternativa. Falar a verdade e cumprir a lei é ameaça?”, disse Mauro, durante visita do ministro da Infraestrutura Tarcisio Freitas a Rondonópolis, na manhã de ontem (14).   

O presidente da Assembleia Eduardo Botelho (DEM), que considera a postura de Mauro como “radical” está disposto a mediar as negociações em busca do "meio termo". Para isso, aposta na liberação dos R$ 500 milhões do FEX pelo Governo Federal, que viabilizariam o pagamento da RGA.

Segundo o levantamento do Executivo, agora são 49,02% das escolas em greve, contra 50,98% em funcionamento parcial ou integralmente.

Mesmo com corte do ponto desde o primeiro dia, os professores decidiram manter a greve. Outras decisões desfavoráveis aos grevistas foram proferidas pelo Tribunal de Justiça como obrigação de custear o transporte escolar na reposição das aulas e multar quem proibir professores e estudantes de acessar escolas que não aderiram ao movimento.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • alex r | Segunda-Feira, 17 de Junho de 2019, 09h40
    2
    0

    Governador faz o seguinte: Entra numa sala de aula em que a Seduc lhe encaminhe por 30 dias se não houver incidentes voltamos a conversar!

  • joaoderondonopolis | Domingo, 16 de Junho de 2019, 11h49
    13
    2

    Com estas palavras, entendo que MM está na hora de jogar a toalha. Os servidores da educação devem permanecer com a greve.

  • Bruno | Sábado, 15 de Junho de 2019, 16h54
    22
    1

    Mentiroso! #MauroMente

  • dauzanades | Sábado, 15 de Junho de 2019, 16h20
    2
    0

    dauzanades, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Professora Helena | Sábado, 15 de Junho de 2019, 14h24
    9
    24

    Tá certo o Governador Mauro Mendes em não frouxar nada com esses grevistas inconsequentes, pois todo Brasil está em crise, em especial os Estados, como o proprio Mato Grosso, vem esses Professores exigir aumento salárial, quando temos 13 milhões de DESEMPREGADOS no Brasil, dos quais milhares deles aqui no nosso Estado. Além do mais, basta lembrar que MT paga o 3° melhor salário para essa carreira de servidores do Ensino do Brasil. Tenham consciencia, o momento exige reflexão e seriedade, não greve.

  • Falo mesmo | Sábado, 15 de Junho de 2019, 12h21
    27
    3

    É ótimo ver o Mauro Mendes falando isso, na eleição pra governador cansei d ouvir e ver professores dizendo que ele era o cara. Tá aí kkkkkkk nunca me enganou.

  • marcia.dferreira | Sábado, 15 de Junho de 2019, 10h34
    16
    9

    Parabéns ao deputado ludio que está apoiando os professores, Ludio Governador, abaixa a Janaina traidora, puxa saco do Mauro Mendes.

  • joaoderondonopolis | Sábado, 15 de Junho de 2019, 09h30
    22
    5

    Está na hora de outras categorias entrarem de greve. Parabéns servidores da educação.

  • REGIS RODRIGUES RIBEIRO | Sábado, 15 de Junho de 2019, 09h13
    15
    5

    Essa queda de braço não é bom para nenhuma das partes, eles vão ter que se sentar à uma mesa redonda e chegar à um consenso, que é cada parte ceder um pouco até que se atinja o fim colimado.

Queda-de-braço em Alto Araguaia

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), enfrenta uma queda-de-braço com os vereadores. Recentemente, oito dos 11 parlamentares encaminharam ofício ao chefe do Executivo, inclusive com cópia para o MPE, considerando inoportuna, descabida e suspeita, neste momento de pandemia, fazer obra...

Estado amplia leitos de UTI no Sul

gilberto figueiredo 400 curtinha   O secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo (foto) reclama, sem citar nome, da forma como a prefeitura rondonopolitana está encarando a pandemia da Covid-19. Mesmo o governo federal já tendo pago diárias antecipadamente e, inclusive por três meses, de 10 leitos de...

Briga inconsequente com Santa Casa

z� do patio 400 curtinha   Acuado pela consequência da falta de planejamento e de gestão, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, está numa luta descabida de tentar encontrar culpados pelo avanço da Covid-19 no município. A prefeitura não construiu, sequer,...

2 secretários acionados sobre compras

ozenira 400 curtinha   Os secretários municipais de Cuiabá, Luiz Antonio Possas de Carvalho (Saúde) e Ozenira Félix Soares (foto), de Gestão, têm 48 horas para prestar esclarecimentos sobre compras, sem licitação, de óculos de proteção e macacões destinados a...

Valdir, conta rejeitada e pedido negado

valdirzinho 400 curtinha   Valdir Pereira de Castro, o Valdirzinho (foto), prefeito de Santo Antonio de Leverger, ingressou com pedido de revisão no TCE sobre o parecer contra aprovação das contas de 2018. O Tribunal apontou uma série de irregularidades, entre elas registros contábeis incorretos, abertura de...

Stopa vira trunfo do prefeito Emanuel

jos� roberto stopa 400   Filiado histórico do PV, José Roberto Stopa (foto) se tornou espécie de trunfo do prefeito Emanuel Pinheiro. Se o emedebista resolver buscar a reeleição, o que seria o caminho natural, Stopa pode entrar na chapa como candidato a vice ou simplesmente ficar de fora do...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a administração Emanuel Pinheiro em Cuiabá

excelente

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.